Pedido de pai surdo gera onda de apoio para legendar programas da Disney Portugal

DR Disney

Princesa Sofia, uma das personagens do Disney Junior

Princesa Sofia, uma das personagens do Disney Junior

O simples desejo de um pai surdo de partilhar uma sessão de desenhos animados com a filha gerou uma onda de solidariedade nas redes sociais que pretende levar a Disney Portugal a legendar os seus programas.

Tudo começou em finais de outubro, quando a filha de cinco anos de Rui Pinheiro, um engenheiro informático, lhe pediu para assistirem juntos aos desenhos animados no canal Disney Junior.

Um pedido simples, mas para ele, que é surdo, se revelou difícil, por falta de legendas nos programas. “Apercebi-me de que os desenhos animados que ela estava a ver não tinham legendas. Como é hábito, sendo surdo, não vou ficar sentado a ver uma coisa que não percebo e então comecei a afastar-me”, conta Rui Pinheiro à agência Lusa.

A menina fez “uma cara triste” e perguntou ao pai porque não se sentava junto dela e foi nessa altura que Rui percebeu a importância daqueles momentos para a filha.

“Aquilo mexeu comigo e decidi colocar uma publicação no Facebook da Disney Portugal” a pedir que legendassem os programas. Rui Pinheiro defende que a falta de legendas “exclui milhares de crianças surdas” e dificulta o trabalho de outros tantos milhares de pais surdos que têm crianças ouvintes.

Após a mensagem, o assunto tornou-se viral: “Nem pensei que fossem dar alguma atenção, é daquelas coisas que uma pessoa faz quando não lhe ocorre mais nada e acaba por ser a pedrada no charco que gera o tsunami”.

“As pessoas concordavam com o que escrevi, comentavam a sua própria experiência e necessidade de legendas, partilhavam o post, convidavam os amigos a fazerem ‘like'” e até fizeram vídeos de apoio”, disse.

A própria Disney respondeu na sua página no Facebook, afirmando que está empenhada “ao máximo” nesta questão “que é transversal” não só à sua comunidade de fãs, como a toda a sociedade.

Contactada pela Lusa, a Disney Portugal disse que esta questão “está a ser verificada internamente”.

Perante a onda de apoio, Rui Pinheiro assume agora esta questão como “uma missão” e desafiou várias entidades a apoiarem esta causa, que considera não poder ser tratada “por um mero pai que um dia se chateou e meteu um ‘post’ no mural de um canal”.

O Instituto Nacional para a Reabilitação, que supervisiona as políticas para a deficiência, numa resposta enviada a Rui Pinheiro, disponibilizou a sua colaboração para “a melhor concretização deste pedido”.

Lembrou ainda que no Plano Plurianual da Entidade Reguladora para a Comunicação Social consta um conjunto de obrigações das emissões inclusivas do serviço público e das televisões privadas, nomeadamente “extensão a legendagem para pessoas com deficiência auditiva a todos os programas dobrados para língua portuguesa”.

Várias instituições, entre as quais a Associação Portuguesa de Surdos (APS) e a Federação Portuguesa de Associações de Surdos (FPAS), responderam também ao desafio de Rui Pinheiro.

“Temos acompanhado e apoiado integralmente a causa deste pai”, porque é uma necessidade partilhada por “todos os pais surdos e crianças surdas que já sabem ler”, diz Mariana Martins, da APS.

A responsável adianta que esta situação se alarga a todos os programas infantis, incluindo os dos canais nacionais, em que “a tendência é serem dobrados”.

Contudo, reconhece, as televisões nacionais têm apostado cada vez mais na interpretação em Língua Gestual Portuguesa (LGP), o que para a comunidade surda é preferível.

O presidente da FPAS, Pedro Costa, também reconhece que tem aumentado a preocupação das televisões com esta questão, dando como exemplo a RTP, mas defende que a interpretação em LGP e a legendagem deviam ser aplicadas em toda a programação.

Nos programas infantis, Pedro Costa considera que é muito importante, “não só pelas crianças surdas, mas também pelas crianças ouvintes”, porque pode ser “um método importante” para desenvolveram as suas capacidades de leitura.

/Lusa

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

    • CyberSpaceGod: Infelizmente, ainda muito pouca gente está consciente do mindcontrol e sexualização dos mais novos e que a Disney promove à descarada.
      Vejam quais os jovens artistas que foram criados pela Disney e vejam como estão hoje…
      Tudo “good girls gone bad”… E depois dizem que os miúdos de hoje em dia são promíscuos…Pudera…
      Não são esses os valores que quero incutir nos meus filhos, nem pensar! Canal Disney NUNCA.

RESPONDER

Assessor de Boris cometeu infração ao confinamento, conclui polícia

A polícia britânica concluiu que Dominic Cummings, assessor do primeiro-ministro, Boris Johnson, cometeu uma violação "menor" das regras de confinamento introduzidas para combater o novo coronavírus, mas não pretende abrir um processo. Cummings admitiu ter conduzido …

Infarmed suspende hidroxicloroquina no tratamento de pacientes com covid-19

O Infarmed suspendeu o uso de hidroxicloroquina no tratamento de pacientes com covid-19. Para além da OMS, outros países já tomaram a mesma decisão que Portugal. A decisão vem no mesmo sentido da Organização Mundial de …

PCP mantém festa do Avante! e pede calma às "almas mais inquietas"

O secretário-geral do PCP admitiu hoje que “não seria um drama”, devido à pandemia de covid-19, cancelar a festa do Avante, e garantiu que não é por dinheiro que os comunistas estão empenhados em realizá-la …

Futebol inglês aponta regresso para dia 17 de junho

A Liga inglesa de futebol, suspensa desde 13 de março devido à pandemia da covid-19, vai regressar em 17 de junho, com a realização de dois encontros em atraso, de acordo com BBC e Sky …

Estado investe 2.000 milhões na ferrovia, mas comboios vão circular à mesma velocidade

O investimento da Infraestruturas de Portugal deverá rondar os 2.000 milhões de euros, mas este montante servirá quase exclusivamente para eletrificação de linhas e substituição de sinalização. De acordo com a edição desta quinta-feira do jornal …

SBSR confirma Foals, Local Natives e Boy Pablo para a edição de 2021

Os Foals, os Local Natives e o músico Boy Pablo são os primeiros nomes reagendados para a 26.ª edição do Festival Super Bock Super Rock, remarcada para julho de 2021, foi hoje anunciado. O SBSR deveria …

Artistas com espetáculos cancelados recebem pelo menos 50%

O primeiro-ministro referendou, esta quarta-feira, a lei que regula a possibilidade de festivais e espetáculos no verão e que assegura apoio financeiro a artistas alvo de cancelamento ou reagendamento dos espetáculos por causa da pandemia. Este …

EUA anunciam fim da isenção de sanções no programa nuclear civil iraniano

Os Estados Unidos (EUA) anunciaram na quarta-feira o fim das derrogações que autorizaram até agora projetos relacionados com o programa nuclear civil iraniano, acordo internacional de 2015 do qual Washington se retirou. "Hoje, anuncio o fim …

Violência doméstica, droga, bairros problemáticos. Agentes da PSP obrigados a usar coletes anti-bala

A Direção Nacional da Polícia de Segurança Pública (PSP) decidiu tornar obrigatório o uso de coletes balísticos em oito tipos de situações. De acordo com o Jornal de Notícias, os agentes da PSP vão passar a …

Benfica e FC Porto estão entre os clubes europeus com maior valor comercial

O Benfica e o FC Porto estão em 24.º e 30.º, respetivamente, na lista dos 32 clubes de futebol europeus com maior valor comercial, que é liderada pelos espanhóis do Real Madrid. O Benfica (24.º) e …