PCP está a ser alvo de “campanha de ódio e difamação”

Tiago Petinga / Lusa

O secretário-geral do PCP, Jerónimo de Sousa

O secretário-geral do PCP, Jerónimo de Sousa, afirmou este sábado que o partido está a ser alvo de uma campanha de ódio e difamação por ter estragado a “festa” e viabilizado uma nova solução política.

“Por isso mesmo, este ódio, estes ajustes de contas, as infâmias, a mentira, a manipulação a que o nosso partido está sujeito têm a ver com esta causa funda: estragámos-lhe a festa e comprometemos as suas ambições e os seus interesses. Pois, fazem de facto uma campanha muito forte, mas, camaradas, não nos intimidam”, afirmou.

Jerónimo de Sousa falava na Covilhã, distrito de Castelo Branco, durante a sessão de encerramento da XI Assembleia da Organização Regional de Castelo Branco. Sem detalhar quais os casos de infâmia e mentira a que se referia, o líder comunista atribuiu responsabilidades dessa campanha aos que estão contra a decisão do PCP em apoiar a solução governativa, bem como contra as medidas implementadas ao nível dos salários e dos impostos, entre outras.

“Os centros do grande capital e seus seguidores não perdoam ao PCP. Por termos estragado a festa – eu diria o festim – com que se preparavam para acabar com o resto durante estes quatro anos que passaram”, afirmou.

Lembrando a história de luta do PCP contra o fascismo, Jerónimo de Sousa também afiançou que o PCP não se intimida com estas campanhas. Ao longo da intervenção distribuiu ainda várias críticas por PSD, CDS e PS, sublinhando os momentos e as políticas em que estes partidos “estão unidos e bem unidos”, apesar das guerras “de palavras” para tentarem mostrar “inexistentes diferenças”.

A meta do défice orçamental de 2018 e a estimativa que aponta que se tenha ido além do estimado também foi censurada pelo secretário-geral do PCP, para quem esta é “uma opção errada face aos muitos problemas e atrasos que o país enfrenta”.

Segundo salientou, tal também está a ser usado pelos partidos de direita para manterem o discurso em defesa do aumento de impostos, dando como exemplo as recentes declarações do antigo Presidente da República Cavaco Silva.

“Percebe-se a zanga recente de Cavaco Silva quando zurziu na redução do IVA da restauração. Até pôs em contraponto com o SNS. Curiosamente, um quadro do PSD está a fazer o programa eleitoral e, curiosamente, aparece com uma proposta neste sentido: pôr a pagar o IRS quem está, neste momento, isento”, disse.

A falar num concelho do interior do país, o líder comunista também não esqueceu os problemas do território, reiterou o compromisso do PCP na luta pela sua resolução e ainda questionou a falta de notícias recentes do Movimento pelo Interior.

“Onde é que anda esse Movimento pelo Interior, que fez tanto barulho, tanta coisa e que, de repente desapareceu, com o chamado processo de descentralização de PS/PSD. Será que desapareceram por causa do frio ou por causa da posição do PS e PSD?”.

// Lusa

PARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

  1. Não se vitimize “camarada” Jerónimo e olhe que não estragou a festa a ninguém e até fez um enorme favor àqueles portugueses que tinham algumas dúvidas sobre as linhas de orientação do seu PCP.
    A sede de vingança, do PCP, para com a direita foi e é tanta, que se uniu ao PS e BE, não porque quisesse governar alguma coisa, mas sim para que outros não governassem. O senhor e o seu partido são de tal forma rancorosos que até parecem aqueles maridos abandonados pelas mulheres, que depois as assassinam, justificando que se elas não os querem, a eles, também não pertencerão a outro homem.
    Vos PCP, sois vingativos, basta reparar na vossa expressão alterada e contundente quando falam e depois querem passar a mensagem de que os outros é que são tudo aquilo que vós sois. A culpa é sempre dos outros, porque o PCP é o dono de toda a verdade, aliás, algo que já sabemos, porque na Venezuela, Cuba e Coreia do Norte também assim é… Regimes que estão acima de tudo e todos e na posse de toda a sapiência.
    Certamente que agora já entendeu que ao “meter-se na cama” com o PS isso lhe irá causar enormes desaires eleitorais, porque o povo já entendeu que, afinal, o PCP pouco difere dos restantes.
    O PCP não está a ser perseguido por ninguém, escolheu foi um caminho que o levou a perder-se ainda mais do que já estava. Só resta, ao PCP, esperar que o povo esqueça o vosso silêncio e anuência nas medidas tomadas pelo PS e que também aceite a descolagem que pretendem fazer da “geringonça”.
    Obrigado Jerónimo e PCP por, finalmente, se terem dado a conhecer nestes 4 anos, porque os outros já eu sabia os medíocres que eram. Finalmente sabemos com quem estamos a lidar, relativamente a todos os que nos tramam a vida e isto também serve para o BE.

  2. O PCP, o partido mais odioso e difamador, o partido adepto de Maduro e do regime da Coreia do Norte, o partido que queria transformar Portugal numa Cuba ou URSS, vem se queixar dos seus métodos habituais ?!?
    Evapora-te dinossauro…!

  3. Ainda que não houvesse mais motivos, só o defender o regime do Maduro seria o bastante para o cair da máscara.

RESPONDER

O Japão fez um pedido ao mundo: Digam corretamente o nome do primeiro-ministro

Num momento em que se preparam uma série de eventos importantes no Japão, como a cimeira G20 e os Jogos Olímpicos de verão 2020, o ministro dos Negócios Estrangeiros japonês, Taro Kono, fez um pedido …

Ministério Público pede libertação do antigo líder da Juve Leo

O Ministério Público pediu esta sexta-feira a libertação de Fernando Mendes, antigo líder da claque do Sporting Juventude Leonina, justificando o pedido com o grave problema de saúde que enfrenta. Fernando Mendes foi detido a 7 …

Entender o que as pessoas mais temem pode ajudar a prevenir desastres naturais

Entender o que preocupa as pessoas é crucial para enfrentar perigos naturais e para a mitigação dos seus efeitos. Segundo uma análise avançada na quinta-feira, para evitar desastres, a população local, as autoridades municipais e …

Afinal, foi Banksy. Artista confirma autoria de mural em Veneza

O artista Banksy deixou a sua marca em Veneza ao pintar um mural sobre os migrantes no Mediterrâneo, uma certeza que chegou esta sexta-feira através do Instagram do artista, depois das suspeitas levantadas na semana …

"Engarrafamento" no Evereste. Já morreram cinco pessoas

Um norte-americano de 54 anos e uma mulher indiana morreram na quarta-feira na descida do monte Evereste, num dia que ficou marcado por um "engarrafamento" na montanha mais alta do mundo. O alpinista Nirmal Purja …

Se as europeias se disputassem nas redes sociais, ganharia o PAN

Se as eleições europeias, que se realizam no próximo domingo, fossem disputadas nas redes sociais, o Partido das Pessoas, Animais e Natureza, cuja lista é encabeçada por Francisco Guerreiro, teria fortes probabilidades de vencer. A …

Japão. Aplicação que protege as vítimas de assédio nos metros descarregada em número recorde

As mulheres no Japão estão a descarregar a aplicação Digi Police em número recorde. Trata-se de uma aplicação gratuita para 'smartphones', criada pela Polícia Metropolitana de Tóquio com o intuito de proteger as vítimas de …

Explosão em Lyon faz pelo menos oito feridos. Macron fala em "ataque"

Uma explosão de origem desconhecida numa rua pedonal do centro da cidade de Lyon, no leste de França, fez esta sexta-feira pelo menos oito feridos, noticiou a agência AFP. A Reuters adianta que serão dez …

Jesus foi abordado por clubes portugueses (mas só volta para disputar títulos)

O treinador português Jorge Jesus, que em janeiro deixou o comando técnico do  Al Hilal da Arábia Saudita, confirmou ter sido abordado por dois clubes portugueses, não adiantando os nomes dos emblemas.  Em declarações à SportTV …

Maduro vai reforçar investimento da Venezuela em tecnologia da Huawei

O Presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, anunciou na quinta-feira que ordenou reforçar os investimentos em projetos que usam a tecnologia da Huawei, empresa chinesa que foi recentemente sancionada pelos Estados Unidos (EUA). "Ordenei que se faça …