Paulo Rangel defende voto preferencial nas eleições europeias

RTP / Flickr

O euro-deputado Paulo Rangel

O euro-deputado Paulo Rangel

O eurodeputado do PSD Paulo Rangel defendeu hoje a introdução do voto preferencial nas próximas eleições europeias, passando as listas de candidatos a ser ordenadas pelos eleitores e não pelos partidos.

“Em vez de serem os partidos a ordenar as listas, seriam os eleitores a ordenar a hierarquia da lista. Com uma boa campanha eleitoral penso que seria uma novidade interessante”, disse Paulo Rangel, em Coimbra, durante uma conferência sobre a revisão constitucional.

Paulo Rangel assumiu que a proposta é “arrojada” mas argumentou que não terá custos para o Estado e constituirá “um sinal de devolução do poder à população”.

A mudança, adiantou o eurodeputado do PSD, que falava numa conferência promovida pelo Fórum Democracia e Sociedade, dará “outra força ou legitimidade” aos deputados eleitos.

Aludindo à reforma do sistema político, considerou-a uma reforma “fundamental”, alegando que o atual sistema, “fechado” e centrado nos partidos “está esgotado”.

Defendeu, a esse propósito, a mudança do sistema eleitoral para a Assembleia da República, com introdução dos círculos uninominais e abertura a candidaturas independentes.

“Podia-se aceitar independentes. É importante porque obriga os partidos a deixar critérios clubísticos e fazer escolhas com critérios racionais”.

Presente no debate, o eurodeputado do PS, Vital Moreira, admitiu que o novo modelo possa vir ser atraente, defendendo que ele seja testado nas eleições europeias, embora a título experimental.

O eurodeputado do PS explicou que em vez dos nomes dos partidos, nos boletins de voto passaria a estar o nome das forças partidárias e os seus candidato.

O voto preferencial “passaria a dar poder de escolha aos eleitores, não só no partido mas passava a ser um ‘buffet’ de onde escolheriam os seus candidatos”, ilustrou.

Embora lembrando que o sistema está em vigor em vários países, Vital Moreira avisou que “muito poucos” eleitores alteram a ordem dos candidatos voto o que permite “a uma minoria” decidir uma hierarquia diferente da lista apresentada pelo partido.

Por outro lado, segundo Vítor Moreira, passariam a existir duas campanhas eleitorais – a dos partidos e a dos candidatos – e a “tentativa” do financiamento separado, disse.

/Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Tribunal japonês suspende atividade de reator nuclear que tinha recebido luz verde

Um tribunal no Japão ordenou esta sexta-feira que o reator nuclear da central de Ikata (oeste do país) pare por razões de segurança, numa decisão que revoga uma anterior que deu luz verde ao seu …

Panamá. Sete corpos encontrados em vala comum em área indígena controlada por seita religiosa

Os corpos de sete pessoas foram encontrados na quinta-feira numa vala comum numa área indígena do Panamá controlada por uma seita religiosa, entre eles o de uma grávida e cinco dos seus filhos. Outras 15 …

Deixar de dar aulas com mais de 60 anos só no pré-escolar e 1.º ciclo

A possibilidade de os professores com mais de 60 anos deixarem de dar aulas para "desempenhar outras atividades", prevista no Orçamento do Estado de 2020, será apenas aplicada ao pré-escolar e 1.º ciclo, esclareceu o …

Aumento extra de dez euros pode beneficiar 1,6 milhões de pensionistas

O aumento extra de dez euros nas reformas até 658,2 euros, confirmado esta quinta-feira pelo secretário de Estado dos Assuntos Parlamentares, pode vir a beneficiar cerca de 1,6 milhões de pensionistas. A estimativa é avançada …

Rui Pinto vai a julgamento por 93 crimes

A juíza do Tribunal de Instrução Criminal de Lisboa decidiu que Rui Pinto vai ser julgado por 93 crimes, e não 147 como estava acusado. O Tribunal de Instrução Criminal de Lisboa decidiu esta sexta-feira levar …

Um "palhaço" que vai apunhalar os iranianos nas costas. Líder supremo do Irão arrasa Trump

O líder supremo do Irão classificou esta sexta-feira o Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, como "um palhaço" que finge querer ajudar os iranianos, mas vai atacá-los pelas costas com "um punhal envenenado". As declarações do …

"Lava que se farta". Justiça dá razão a Ana Gomes no processo movido por Isabel dos Santos

A ex-eurodeputada Ana Gomes venceu um dos processos que foi movido contra ela por Isabel dos Santos. Em causa estão publicações no Twitter, onde a diplomata acusava a empresária angolana de estar a usar Portugal …

Secretário da Cultura brasileiro vai ser demitido depois de se inspirar em discurso nazi de Goebbels

Roberto Alvim, secretário da Cultura brasileiro, fez um discurso esta quinta-feira copiando um discurso muito conhecido do ministro da propaganda de Adolf Hitler, Joseph Goebbels. O secretário da Cultura do Brasil, Roberto Alvim, divulgou um vídeo …

Presidente da Guatemala anuncia corte de relações com Venezuela

O novo Presidente da Guatemala, Alejandro Giammattei, anunciou na quinta-feira que ordenou o corte de relações com a Venezuela e o encerramento da embaixada neste país. Alejandro Giammattei, médico e ex-diretor do Sistema Penitenciário da Guatemala, …

Bolsonaro vai manter secretário acusado de irregularidades no Governo

O Presidente brasileiro, Jair Bolsonaro, defendeu hoje o titular da Secretaria Especial da Comunicação Social (Secom, órgão da Presidência), Fabio Wajngarten, acusado de alegadas irregularidades em contratos, garantindo que o manterá no cargo. “Pelo que eu …