Passadiços do Paiva poderão reabrir em outubro e com entradas pagas

Depois do incêndio que destruiu parte dos famosos passadiços do Paiva, o Presidente da Câmara Municipal de Arouca, Artur Neves, anunciou que só deverão reabrir no final de outubro ou no início de novembro e que será cobrado “um valor simbólico” a cada visitante.

Dominado apenas esta terça-feira, o incêndio destruiu cerca de 600 metros do famoso troço sobre o rio Paiva, entre a praia fluvial do Vau e Espiunca, pelo que os passadiços estão temporariamente interditos e só voltam a abrir depois da sua total requalificação, avança o Jornal de Notícias.

De acordo com o presidente da Câmara Municipal de Arouca, Artur Neves, os famosos passadiços só deverão estar prontos no final de outubro ou até no início de novembro.

Para além da importância da requalificação, o autarca explicou ao JN que os passadiços só poderão ser reabertos “após as primeiras chuvas, para evitar-se os riscos de potenciais deslizamentos de terras e rochas”.

“Vamos aproveitar este momento para limar algumas arestas e limitar as entradas nos passadiços a 3500 visitantes por dia, para que continuamente não tenhamos esta pressão”, explica Artur Neves.

O prejuízo causado pelas chamas chegou aos 130 mil euros e, segundo o Público, as entradas vão começar a ser cobradas.

O presidente revelou ao jornal que será um “valor simbólico” e não adianta a quantia exata enquanto a medida não for aprovada pelos políticos locais.

Também será criada uma plataforma online para “evitar incógnitas” quanto ao número real de utentes que se encontrem em simultâneo no percurso.

“Já cá tivemos 10 000 pessoas ao mesmo tempo, o que não é sustentável em termos de estacionamento, hotelaria e capacidade dos restaurantes, onde chega a esgotar-se a carne”, observa o presidente.

“Com a nova plataforma, as pessoas indicam em que dia querem vir ao Paiva, fazem a inscrição e, com um código de barras no telemóvel ou outro mecanismo eletrónico assim simples, passam com ele nos controlos que vamos instalar em cada entrada, para assim validarem o acesso”, acrescenta.

O autarca promete que os parques de estacionamento serão redimensionados para dar resposta à grande procura e mostra ainda o desejo de duplicar a extensão dos passadiços, que para já têm cerca de oito quilómetros.

Criar um museu do complexo mineiro de Rio de Frades e uma quinta-museu da raça arouquesa no meio do percurso são outras das vontades do autarca, conta o Público.

“Conhecemos bem o território e já sabíamos que, com esta porção de floresta, isto podia acontecer a qualquer altura, pelo que a situação estava acautelada. Vamos ter que gastar tempo e dinheiro, é verdade, mas também vamos aproveitar estes dois meses de experiência com o passadiço para deixar tudo ainda melhor”, antecipa o autarca.

Inaugurados a 20 de junho deste ano, os passadiços do Paiva já receberam mais de 200 mil pessoas.

ZAP / Lusa

PARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

  1. País anedotico…solução para tudo..impostos e taxas; descobriram uma forma de disparar o turismo e comercio de uma pequena cidade interior e esgana-se já a galinha dos ovos de ouro. A loucura inicial abrandará pela certa e depois será um atractivo e um motivo para visitar Arouca…

  2. À boa maneira portuga, tudo o que estiver a dar tem de ser cobrado… É f0dê-los, ninguém vá lá andar nos passadiços e quem inventou esta taxa que vá para lá andar para trás e para a frente …
    É por isto, pela macrocéfala centralização na “capital do império”, pelos lobbyes instalados, pela conspurcação política, e por esta província da desunião europeia ser pior do que o Biafra, que nunca iremos para a frente !!!
    Para o presidente de alguns poortugueses e para os políticos que nos desgovernaram e se governaram desde 1976, ( ppd + cds + ps ) aqui vai uma mensagem simples e pragmática : tenho vergonha e nojo de ser português e quando vou ao estrangeiro, se perguntarem de onde sou, digo que sou espanhol pois assim não passo vergonhas !!!

RESPONDER

O envelhecimento celular em humanos foi parcialmente revertido (com o uso de oxigénio)

Investigadores da Universidade de Tel Aviv, em Israel, descobriram uma forma de reverter o processo de envelhecimento celular e podem ter feito um avanço na procura pela juventude eterna. O novo estudo publicado na revista Aging …

Porto 0-0 Man City | Pragmatismo portista garante “oitavos”

O FC Porto está nos oitavos-de-final da Liga dos Campeões. Os “azuis-e-brancos” precisavam apenas de um empate, ou que o Olympiacos não vencesse em França, em casa do Marselha, e ambos os pressupostos aconteceram – …

O céu tingiu-se de roxo na Suécia (e a culpa era de uma plantação de tomates)

O céu ficou misteriosamente tingido de roxo em Trelleborg, a cidade mais a sul da Suécia, por causa da luz vinda de uma plantação de tomate enuma cidade próxima. Há algumas semanas, os moradores de Trelleborg …

Maurícias estão a abater um morcego ameaçado de extinção por interesses económicos

O morcego das Maurícias, em perigo de extinção, é mais uma vez o centro de um polémico abate nas mãos do Governo, para alarme das organizações de conservação da vida selvagem. Sob pressão de agricultores e …

Procurador-geral dos EUA: não há provas de fraude eleitoral generalizada

O procurador-geral dos Estados Unidos da América, William Barr, reconheceu hoje que não houve fraude em dimensão suficiente para invalidar a vitória do democrata Joe Biden nas eleições presidenciais norte-americanas. "Nesta altura, não vimos fraude a …

Parque de esculturas subaquático vai ser inaugurado em Miami

Miami vai servir de casa para um novo parque de esculturas subaquático como nunca viu. O ReefLine é projetado para servir como um recife artificial e vai estar disponível a receber visitantes em dezembro de …

Da "política do filho único" aos incentivos à natalidade: como a China tem mudado a sua estratégia populacional

A China está a planear incluir novas medidas para estimular a taxa de natalidade do país e lidar com o rápido envelhecimento da população. A estratégia passa pelo “plano de cinco anos” que deverá estar …

Vacinação será “grande prioridade” de presidência portuguesa da UE

O primeiro-ministro português, António Costa, referiu hoje que a vacinação contra a covid-19 deverá ser uma das “grandes prioridades” da presidência portuguesa do Conselho da União Europeia (UE), após um encontro com o presidente do …

No Cambodja, os aldeões usam "espantalhos mágicos" para afastar a covid-19

Os aldeões do Cambodja têm evitado a pandemia de covid-19 sem máscaras nem distanciamento social, mas sim com "espantalhos mágicos" que espantam o vírus mortal. Os dois espantalhos de Ek Chan, um aldeão de 64 anos, …

O Arecibo desabou. É o fim de uma era à procura de vida extraterrestre

O Observatório de Arecibo, em Porto Rico, morreu. Três semanas depois de um dos principais cabos de sustentação da sua cúpula ter desabado, danificado irremediavelmente o radiotelescópio, o icónico caçador de vida extraterrestre antecipou-se à …