PE reclama meio milhão que Le Pen gastou em prendas, champanhe e jantares luxuosos

O Parlamento Europeu pretende o reembolso de mais de meio milhão de euros ao grupo parlamentar da União Nacional – UN, ex-Frente Nacional -, gastos pelo partido de Marine le Pen em despesas injustificadas como prendas, champanhe caro e jantares luxuosos.

A decisão de reclamar o reembolso das despesas foi tomada nesta segunda-feira, com o apoio unânime do órgão da direção da instituição encarregado de validar as contas dos diferentes grupos políticos, divulgou fonte parlamentar.

O grupo da Europa das Nações e Liberdades, ENL, que tinha sido instado, mais uma vez, a justificar-se no final de maio, não vai entregar dinheiro, uma vez que a administração do Parlamento tinha congelado, por precaução, mais de 500 mil euros do orçamento de funcionamento deste grupo para 2018, que se eleva a mais de três milhões de euros.

No Parlamento Europeu, é atribuído aos oito grupos políticos um orçamento anual para os custos de funcionamento.

A Comissão do Parlamento, que é o órgão de validação das contas, é integrada pelo presidente da instituição, agora, o italiano António Tajani, e 14 vice-presidentes, decidem os montantes afetos a cada grupo em função da dimensão deste.

O relatório financeiro do grupo ENL relativo ao ano 2016 não tinha sido validado pela Comissão e uma auditoria externa tinha identificado 477.780 euros de despesas consideradas não admissíveis. Inadmissibilidade está justificada tanto com a falta de justificativos adequados, ou por “infringirem o princípio da boa gestão financeira” ou “as regras relativas aos mercados públicos”.

A respeito de 2017, também terão de ser reembolsados 66.427 euros de despesas consideradas ilegíveis.

Entre as despesas listadas no relatório da auditoria de 2016, que a agência AFP consultou, figuram uma centena de prendas de Natal a mais de 100 euros, cerca de 230 garrafas de champanhe, das quais seis custaram mais de 81 euros, e um jantar de natal para 140 pessoas que custou mais de 13.500 euros.

Também são mencionadas uma refeição com “industriais” no restaurante parisiense L’Ambroisie, a 449 euros por pessoa, e um outro organizado por razões de “diplomacia” no Ledoyen, perto dos Campos Elísios, para duas pessoas, por 401 euros cada uma.

O semanário Le Canard Enchaîné tinha afirmado que esta última refeição reuniu o dirigente do partido italiano de extrema-direita Liga e atual ministro do Interior Matteo Salvini e a presidente da União Nacional, Marine Le Pen. Esta última, que saiu do Parlamento Europeu para ser deputada em França, contudo, negou tal encontro.

O grupo ENL reúne 35 deputados, dos quais mais de metade são da UN. Integra também eleitos pelo FPO austríaco, pela Liga italiana e do Partido para a Liberdade holandês.
A maior parte das despesas de alimentação injustificadas é atribuída aos eleitos franceses.

Os fundos entregues pelo Parlamento Europeu para o funcionamento dos grupos parlamentares são diferentes dos utilizados pelos eurodeputados para remunerar os seus assistentes parlamentares, que têm valido a vários eurodeputados pedidos de reembolso, devido a empregos considerados fictícios.

Um dos casos foi o de Marine Le Pen, a quem foi exigido o reembolso de 300 mil euros pelo emprego considerado duvidoso de uma assistente, Catherine Griset, quando era eurodeputada.

Lusa ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Cientistas criam massa que muda de formato assim que entra em contacto com a água

Da penne à fusilli: as pessoas adoram massas pelos seus formatos. Agora, uma equipa de cientistas liderada pelo Morphing Matter Lab da Carnegie Mellon University está a desenvolver massas planas que se transformam em formas …

Australiana fez uma cirurgia para remover as amígdalas (e acordou com um sotaque irlandês)

No dia 19 de abril, Angie Mcyen foi submetida a uma cirurgia para remover as amígdalas, um procedimento bastante simples que demorou apenas meia hora. Uns dias depois, acordou e apercebeu-se de que tinha um …

“Foi o crime do século“. Museu Britânico mostra o impacto do assassinato de Thomas Becket na Europa

Thomas Becket foi abatido dentro da Catedral de Cantuária por cavaleiros da comitiva do rei Henrique II. O assassinato, em 1170, causou ondas de choque em toda a Inglaterra. Agora, o religioso será recordado através …

Na Índia, ser-se rico ou pobre pode fazer a diferença no acesso à vacina

A Índia enfrenta uma grave escassez de vacinas contra a covid-19. Até ao momento, só 2,5% da população recebeu ambas as doses, enquanto 10% recebeu uma. Na Índia, as pessoas que vivem em cidades com fácil …

Ilha italiana torna-se "covid-free" e mostra-se pronta para receber turistas de todo o mundo

Numa altura em que vários países da Europa já começam a planear a abertura ao turismo de forma intensiva, há regiões que mostram já estar um passo à frente. É o caso da ilha de …

Política chinesa torna uigures reféns nas suas próprias casas

A China introduziu, em 2016, uma política de parentesco para promover a harmonia nacional e a unidade étnica, levando a que desde então mais de 1,1 milhões de funcionários do Estado ocupassem periodicamente as casas …

O palco de um dos maiores contos britânicos de sempre vai transformar-se num hostel

A Irlanda aprovou uma proposta para converter num hostel um dos pontos de referência de James Joyce mais icónicos de Dublin. O irlandês James Joyce é um dos maiores escritores da literatura britânica, sendo autor de …

Liz Cheney é a cara da oposição ao "trumpismo" no Partido Republicano

Esta quarta-feira, e depois de ter criticado o antigo Presidente dos Estados Unidos, a congressista Liz Cheney foi afastada de um cargo de liderança no Partido Republicano. Na noite desta terça-feira, e pouco antes de …

SC Braga punido com dois jogos à porta fechada por falta de habilitações de Custódio

O Sporting de Braga foi punido com dois jogos de interdição do seu estádio, após queixa da Associação Nacional de Treinadores de Futebol (ANTF), devido à falta de habilitações de Custódio, anunciou o Conselho de …

Marinha dos EUA faz apreensão de armas ilícitas no Mar da Arábia

A Marinha dos Estados Unidos apreendeu um carregamento ilícito de armas no Mar da Arábia, anunciou a Quinta Frota da Marinha americana. A apreensão do arsenal foi feita pelo navio USS Monterey na passada quinta-feira, dia …