/

Todas as partículas do SARS-CoV-2 existentes no mundo cabem numa lata de Coca-Cola

1

Alissa Eckert / CDC

SARS-CoV-2

Todas as partículas do vírus SARS-CoV-2 que circulam atualmente no mundo podiam caber facilmente numa única lata de Coca-Cola.

Minúsculas partículas virais podem causar danos incalculáveis em todo o mundo. Prova disso é o vírus SARS-CoV-2.

Kit Yates, especialista em matemática da Bath University, no Reino Unido, usou taxas globais de novas infeções e estimativas de carga viral para concluir que existem cerca de dois quintilhões de partículas do vírus SARS-CoV-2 no mundo.

De acordo com a Reuters, o especialista usou o diâmetro do SARS-CoV-2 – de cerca de 100 nanómetros, em média – para descobrir o volume do vírus esférico.

Mesmo tendo em conta que as proteínas spike causariam lacunas entre as partículas quando fossem “empilhadas”, o volume de todas as partículas do vírus SARS-CoV-2 existentes no mundo não ultrapassaria os 330 ml de uma lata de Coca-Cola, por exemplo.

“É impressionante pensar que todos os problemas, as interrupções, as dificuldades e as mortes que aconteceram no último ano caberiam em apenas alguns goles”, comentou Kit Yates.

A pandemia de covid-19 já causou mais de 107 milhões de infetados e 2,3 milhões de mortos em todo o mundo desde que a doença foi identificada em dezembro de 2019, segundo o balanço da agência France-Presse.

  Liliana Malainho, ZAP //

1 Comment

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.