Parlamento aprova redução das portagens em ex-SCUT

Florida Turnpike / Flickr

-

O parlamento aprovou esta sexta-feira o projeto de resolução apresentado pelo PS para a redução do valor das portagens em quatro antigas SCUT: A22 (que atravessa o Algarve), A23 (Torres Novas-Guarda), A24 (Viseu-Vila Real) e A25 (Aveiro-Vilar Formoso).

O projeto relativo às quatro antigas SCUT (vias sem custos para o utilizador) teve o voto favorável do PS, do PCP, do BE, do PEV e do PAN e a abstenção do PSD e do CDS.

Os cinco diplomas apresentados pelo PCP e os cinco do BE para a abolição das portagens naquelas vias foram rejeitados, bem como a proposta do CDS-PP para a redução em 50% das portagens na Via do Infante (A22) até estarem concluídas as obras na Estrada Nacional 125, a proposta do PEV para o fim das portagens na A4 e a do PSD para a revisão do sistema de cobrança de portagens nas ex-SCUT.

O debate ocorreu quatro anos depois de estas autoestradas terem sido portajadas, com o deputado socialista João Paulo Correia a defender que a redução das portagens “é uma proposta responsável“, que “não põe em causa a consolidação orçamental” e “cumpre o compromisso eleitoral assumido pelo PS”.

O deputado do PCP Paulo Sá frisou que é “preciso tirar dos ombros das populações do interior e do Algarve o fardo insustentável das portagens”, lembrando que estas populações já foram “particularmente castigadas” com a perda de freguesias, de urgências hospitalares e de escolas, entre outras.

Afirmando que a política de direita “foi empobrecendo as populações do interior do país”, Paulo Sá disse que a situação no interior foi agravada com a inexistência de alternativas às ex-SCUT.

Pelo BE, o deputado João Vasconcelos protagonizou o momento mais caricato do debate ao vestir um colete refletor, com a inscrição “Proibido portagens na A22“.

O antigo presidente da Comissão de Utentes da Via do Infante pediu aos deputados para “terem respeito por quem os elegeu e para que cumpram as suas aspirações” e classificou as portagens nas ex-SCUT como uma “imoralidade e injustiça”, porque aquelas vias “serviriam para colmatar a falta de alternativas“.

Para exemplificar, adiantou que no Algarve ocorrem por ano cerca de 10 mil acidentes, mais de 30 mortos e mais de 150 feridos graves.

Além disso, acrescentou, a Via do Infante dá um “prejuízo anual de 40 milhões de euros anuais” aos cofres do Estado.

Referindo-se às obras que decorrem na Estrada Nacional 125, João Vasconcelos disse que “nunca mais terminam” e são “um calvário autêntico”, numa altura em que “o verão está quase à porta”.

Do lado do CDS-PP, Hélder Amaral acusou o PS de ter criado as SCUT e de ser o responsável pela cobrança das portagens, afirmando que foi o “pior negócio e o mais ruinoso para o Estado em termos de portagens”.

O deputado desafiou ainda o PCP e o BE a tomarem uma posição firme na defesa da abolição das portagens e a fazerem depender o seu voto no próximo Orçamento do Estado da abolição da cobrança.

Pelo PEV, João Luís Ferreira respondeu a Hélder Amaral, afirmando que “quem pôs os pórticos a funcionar foi o Governo PSD/CDS-PP”: “Se era injusto, não os punham o funcionar. Era simples”.

Afirmando que os “indicadores de desenvolvimento socioeconómicos dos distritos abrangidos pelas A23, A24 e A25 são inferiores aos nacionais”, o deputado defendeu que as portagens “fragilizaram a qualidade de vida das populações” e causaram uma “forte quebra da competitividade dessas regiões“.

O deputado do PSD Luís Leite Ramos rejeitou responsabilidades na cobrança das portagens e apontou o dedo ao PS: “Os pórticos foram instalados em 2011. Estavam prontos para ser acionados [antes, durante o Governo socialista] e não foram porque o Governo entendeu deixar isso para o governo seguinte”.

“Deviam ter vergonha quando não reconhecem que foram vocês que deixaram as dívidas ao país”, disse, dirigindo-se à bancada socialista.

As portagens na A22 (que atravessa o Algarve), na A23 (Torres Novas-Guarda), na A24 (Viseu-Vila Real) e na A25 (Aveiro-Vilar Formoso) começaram a ser cobradas em dezembro de 2011, sob a liderança do Governo PSD/CDS, que tomou posse em junho desse ano, sucedendo a um executivo socialista.

ZAP

PARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

  1. Não é Vila Formoso é Vilar Formoso. Queiram por favor corrigir. Já agora houve uma redução de quanto nas ex-scut?

  2. E a A4?E a A28?E a A29?
    Então nestas estradas não se reduz também o preço das portagens?
    Ou se eliminam os pórticos dentro da Maia,Gaia e Matosinhos?
    É uma vergonha(roubo) ter pórticos quase encostados uns aos outros.
    Os lisboetas é que se riem do resto da parolada deste pobre país que paga para eles irem desde Vila Franca até Cascais,Sintra,Oeiras,etc. de borla(mais de 30Km)

    • Por “parolada”, provavelmente refere-se a si, tal é a “qualidade” do seu comentário”!
      De resto, nunca é bom falar sem saber!…
      Eu moro no Minho, mas dizer que “lá em baixo” ir para Cascais, Sintra ou Oeiras, usando auto-estradas, é de “borla”, revela, pelos menos, uma profunda ignorância!
      Sugiro que vá então para o IC19, que eu prefiro as AE’s grátis no grande Porto!!

RESPONDER

Há uma rua no Texas onde todas as casas foram impressas em 3D

Esta é a primeira comunidade de casas impressas em 3D nos EUA que está pronta a receber habitantes. A construção torna as habitações mais resistentes ao fogo e a inundações. Chama-se East 17th Street e fica …

A filha de Picasso doou nove obras do artista espanhol a França

A família de Pablo Picasso doou nove obras do artista ao Estado francês, que serão agora integradas no Museu Picasso, em Paris. Maya, a filha de Pablo Picasso, doou nove obras do artista como parte de …

Dormir bem? Depois da pandemia, não

O novo coronavírus criou uma "nação" de pessoas com insónias. Trabalhar menos horas pode ajudar. Insónias. Já eram um problema para muita gente até ao início de 2020 mas a pandemia que mudou o mundo também …

"Não posso ficar sentado a ver-nos voltar a 1972". Médico desafia a lei no Texas e admite que já fez um aborto

Um médico texano escreveu uma coluna de opinião no Washington Post a admitir que já fez um aborto no estado, depois da lei que proíbe interromper as gravidezes após seis semanas ter entrado em vigor. Em …

A cidade mais segura do mundo foi revelada (e é europeia)

Copenhaga foi eleita a cidade mais segura do mundo em 2021 pelo Índice de Cidades Seguras (SCI), da Economist Intelligence Unit. Quando se trata de escolher o destino a visitar, a segurança é um dos aspetos …

Benfica 3-1 Boavista | Águia evolui com Darwin para a vitória

Desde 1982/83 que o Benfica não vencia os primeiros seis jogos no Campeonato. Pois bem, na noite desta segunda-feira, os encarnados venceram o duelo ante o Boavista e fizeram xeque-mate graças ao bis de Darwin …

Milhões de pessoas em risco de tráfico e escravidão devido à crise climática, revela relatório

Milhões de pessoas forçadas a deixar as suas casas por causa da seca severa e ciclones correm o risco da escravidão moderna e de tráfico humano nas próximas décadas, alertou um novo relatório publicado esta …

Mercado teme corrida ao imobiliário com o fim dos vistos gold

A partir de janeiro, segundo as novas regras aplicáveis aos vistos gold, vão deixar de estar abrangidos os investimentos em imobiliário com destino a habitação em Lisboa, no Porto e no litoral. O regime que visa …

Desempregados inscritos no IEFP caem 10% em agosto

O número de desempregados inscritos no Instituto do Emprego e Formação Profissional (IEFP) voltou a cair, pelo quinto mês consecutivo. Agosto fechou com 368.404 desempregados inscritos nos serviços públicos de emprego De acordo com os dados …

Agora que a catedral de Notre-Dame está estabilizada, pode dar-se início à reconstrução

Dois anos e meio após o incêndio que devastou a catedral de Notre-Dame, o edifício encontra-se seguro para iniciar o processo de reconstrução, que se espera estar concluído em 2024. Os trabalhos de segurança e consolidação …