Pardal Henriques. “Gostava de debater com o primeiro-ministro, mas ele não quer”

Manuel de Almeida / Lusa

O advogado e porta-voz do sindicato nacional dos motoristas, Pardal Henriques

Pardal Henriques, cabeça de lista do PDR por Lisboa, queixa-se da falta de atenção da comunicação social e dos líderes políticos, nomeadamente António Costa.

Pardal Henriques, cabeça de lista do Partido Democrático Republicano (PDR) por Lisboa, insiste que não é político: “sou um homem de causas”, afirmou, citado pelo Expresso. O ex-porta-voz do sindicato dos Motoristas de Matérias Perigosas queixa-se da falta de atenção da comunicação social. “Há um boicote da comunicação social, porque o Pardal incomoda muita gente.”

“Queixo-me das televisões, principalmente da RTP, que devia fazer serviço público e dividir a atenção por todos”, afirma o candidato que acha que não são só os jornalistas que não o querem ouvir. “Já desafiei o senhor primeiro-ministro: gostava de debater com ele. Nem responde.”

Pardal Henriques espera confrontar António Costa esta sexta-feira. “Vamos estar no Porto com os lesados do BES, que o primeiro-ministro tem maltratado. E vamos encontrá-lo numa das arruadas do PS”, diz.

Sobre as notícias, acha “gravíssima” a absolvição de Ricardo Salgado (no caso que o opunha à apresentadora Teresa Guilherme) e coloca-se ao lado do Presidente da República no caso de Tancos: “É uma vergonha os verdadeiros responsáveis tentarem desviar as atenções.”

Segundo o matutino, depois da polémica da greve dos motoristas, Pardal Henriques diz que recebeu “vários convites” dos partidos, “quase todos, com exceção do PS e do PCP”. Aceitou o de Marinho e Pinto por não o ver nem à esquerda, nem à direita: “É um homem de causas, como eu.”

ZAP ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

Aposta no Parlamento. 10% dos deputados são candidatos às autárquicas

De acordo com as contas do semanário Expresso, 23 deputados da Assembleia da República, ou seja, 10% dos 230 que compõem o hemiciclo, são candidatos às eleições autárquicas do outono. Na quinta-feira, foi aprovado na generalidade …

Relógio japonês parado pelo terramoto de 2011 volta a funcionar novamente (graças a outro sismo)

Um relógio japonês com 100 anos de idade que deixou de funcionar depois do devastador terramoto de 2011 voltou a trabalhar após um novo sismo este ano. De acordo com o jornal Maunichi Shumbun, o relógio, …

Ventura tem "receio" que partido seja ilegalizado

Este domingo, o Chega vai organizar uma manifestação contra a ilegalização do partido. André Ventura admitiu ter um "receio muito significativo". O Observador avança que a manifestação tem início no Príncipe Real, passa pelo Tribunal Constitucional …

Três mortos e 441 novos casos em Portugal

Este domingo, Portugal regista mais três mortes e 441 novos casos de infeção, de acordo com o boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS). De acordo com o último boletim da Direção-Geral da Saúde, o país …

Grande Crise do Ketchup. A pandemia atacou um mercado improvável (e já há um mercado negro para o molho)

Os problemas da cadeia de suprimentos estão a chegar a um canto distante do universo empresarial: os pacotes de ketchup. O ketchup é o molho de mesa mais consumido nos restaurantes dos Estados Unidos, com cerca …

Autoridades brasileiras ilibam João Loureiro

João Loureiro já não é suspeito no processo que envolve a apreensão de um avião com 500 quilos de cocaína, segundo as autoridades brasileiras. As autoridades brasileiras descartaram, este sábado, qualquer ligação do advogado português João …

No Canadá, há dois rios que se encontram (mas não se misturam)

Em Nunavut, no Canadá, há dois rios que se encontram, mas não perdem a sua aparência individual enquanto se movem sinuosamente pela tundra. O Back River flui para o norte em direção ao Oceano Ártico. Ao …

Russos acusados de explosão na República Checa são suspeitos de envenenar Skripal

Os dois suspeitos russos, envolvidos na explosão que matou duas pessoas em 2014 na República Checa, têm os mesmos passaportes que os dois homens acusados de envenenar, com o agente nervoso novichok, o espião Sergei …

Numa cidade na Nova Zelândia, a Páscoa resume-se a exterminar coelhos

Em Alexandra, na região de Otago, os coelhos são considerados pragas, uma espécie que ameaça a biodiversidade do país e a agricultura. Elle Hunt, correspondente do The Guardian em Auckland, na Nova Zelândia, escreveu um artigo …

Reavaliação de barragens da EDP ficou por fazer, depois de Governo ter recuado na decisão

No início do ano passado, o ministério do Ambiente considerou ser necessário reavaliar as barragens da EDP, mas a Agência Portuguesa do Ambiente (APA) e a Parpública disseram não ter competências para fazer a avaliação …