O Paquistão submeteu um filme para os Óscares (mas a maioria dos paquistaneses não o pode ver)

O Paquistão submeteu o filme Zindagi Tamasha (que significa “Ciclo da Vida”) aos Óscares. No entanto, a maioria dos paquistaneses não pode ver o filme.

Com 2 horas e 15 minutos, a história de Zindagi Tamasha desenrola-se no antigo bairro da cidade paquistanesa de Lahore, onde prostitutas, famílias devotas, traficantes e homens que lutam para viver moram lado a lado.

O filme conta a história fictícia de um devoto agente imobiliário e artista de meia-idade, Rahat Khwaja, cuja vida fica virada de cabeça para baixo depois de um convidado de um casamento o ter filmado a dançar sensualmente ao som de uma velha canção do Paquistão, “Zindagi Tamasha”, enquanto a canta para o público.

O vídeo torna-se viral e Khwaja, que é respeitado no seu bairro populoso por cantar poemas islâmicos, é repentinamente considerado vulgar pela sua comunidade.

O homem encontra o seu rosto estampado em imagens de mau gosto na Internet, as crianças, que um dia o amaram pelos doces que distribuía, chamam-no de “porco”, um clérigo ameaça acusá-lo de blasfémia – o que pode ser uma acusação mortal no Paquistão – e a amada filha volta-se contra ele.

De acordo com o NPR, o filme foi proibido no Paquistão depois de um grupo religioso extremista ter assistido ao trailer e ter ficado furioso com a representação do clérigo no filme. Além de levantar acusações de blasfémia, o clérigo é pintado como um homem arrogante que fecha os olhos ao abuso sexual infantil no seu seminário.

“Quem é você para falar contra os estudiosos?”, perguntou Khadim Hussain Rizvi, o então líder do Tehreek-e-Labbaik do Paquistão numa manifestação em fevereiro contra o filme, que reuniu milhares de manifestantes furiosos. “O profeta não delegou a fé a si!” disse, referindo-se ao diretor do filme, Sarmad Khoosat.

Assim como o protagonista de Zindagi Tamasha, Khoosat enfrentou um turbilhão de ódio. “Era adicionado a grupos de WhatsApp onde pessoas misteriosas me enviavam mensagens com imagens horríveis de pessoas decapitadas”, disse. “Nas redes sociais, o Twitter estava em chamas com ‘banir Zindagi Tamasha’ e ‘matar esse bastardo'”.

Após o protesto, o governo do Paquistão adiou a estreia de Zindagi Tamasha e pediu ao órgão consultivo islâmico do país que conduzisse uma “revisão crítica”, arquivando o filme.

Esta situação reflete uma tendência de décadas das autoridades paquistanesas em apaziguar a direita religiosa, segundo Raza Rumi, diretora do Park Center for Independent Media. “Essa é uma tendência que existe há muito tempo e tem crescido ao longo das décadas, com cada vez mais pressão dos lobbies religiosos. Todo o governo tenta apaziguá-los, porque é um risco irritá-los.”

Os críticos argumentam que a atual coligação de governo do primeiro-ministro Imran Khan parece ainda mais obsequiosa do que os governos anteriores.

Zindagi Tamasha é uma das várias coisas que foram proibidas ou impedidas de circular no ano passado. Outros exemplos incluem livros, redes sociais, programas de televisão e videojogos.

Teme-se que o país esteja a voltar aos seus dias mais sombrios sob o comando do ditador general Muhammad Zia-ul-Haq, que tentou remodelar o Paquistão à sua imagem severa após assumir o poder no final dos anos 70. Muhammad Zia-ul-Haq impediu que os filmes fossem exibidos e sufocou a indústria cinematográfica local.

Zia-ul-Haq morreu em 1988 num acidente de avião e a industria demorou anos a recuperar. Foi só em 2013 que o Paquistão submeteu um filme para consideração ao Oscar: Zinda Bhaag, que seguia o caminho de três jovens que foram para a Europa para começar uma nova vida.

A comissão responsável pela escolha do trabalho inscrito submeteu um filme para consideração todos os anos desde então.  Um membro do comité, Hamza Bangash, disse que Zindagi Tamasha foi selecionado em novembro porque “acaba com muita hipocrisia na nossa sociedade”, diz. “Faz isso com humor e é tão gentil.”

Esta quarta-feira, a Academy of Motion Pictures anunciou que Zindagi Tamasha ficou de fora da corrida aos Óscares 2021.

Maria Campos Maria Campos, ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

"É parte da nossa identidade". Pequena cidade na Suécia luta para preservar uma antiga língua moribunda

A organização Ulum Dalska, sediada numa pequena cidade sueca chamada Älvdalen, tem uma missão. Durante décadas, os seus membros têm trabalhado arduamente para ajudar a salvar a língua elfedaliana, um remanescente do nórdico antigo. "Tivemos a …

Papa diz que abuso infantil é uma espécie de “assassinato psicológico”

O Papa Francisco criticou hoje o abuso infantil dizendo que é “uma espécie de ‘assassinato psicológico’ e, em muitos casos, um cancelamento da infância” e pediu para “parar de encobrir” o fenómeno da pedofilia. Francisco falava …

Jerónimo considera “precipitado” discutir Orçamento de 2022 e “deitar borda fora” o atual

O secretário-geral do PCP, Jerónimo de Sousa, considerou hoje “no mínimo precipitado” antecipar a posição do partido sobre o próximo Orçamento do Estado e “deitar borda fora” a concretização do atual. À margem de uma visita …

Plano da CIA para capturar Bin Laden originou um problema de saúde pública no Paquistão

Um novo estudo indica que um plano secreto da CIA para capturar Osama Bin Laden, no início de 2011, teve como consequência uma queda significativa das taxas de vacinação no Paquistão. O plano, que usava uma …

GNR deteve nove pessoas em Vilar Formoso por situações de emigração ilegal

A GNR deteve sete homens estrangeiros por permanência ilegal no país e dois homens, também estrangeiros, por suspeita de auxílio à emigração ilegal, com idades entre 30 e 40 anos, na fronteira de Vilar Formoso, …

Norte-americana ganhou 26 milhões na lotaria (mas destruiu bilhete durante lavagem de roupa)

A mulher garante que é a premiada da Loteria da Califórnia e, como tal, a dona dos 26 milhões de dólares. Contudo, segundo revela a imprensa americana, o bilhete ficou esquecido no bolso das suas …

Metrobus vai circular no Porto no final de 2023. Terá sete paragens da Boavista à Praça do Império

Ao que tudo indica, os autocarros 100% elétricos devem começar a circular no final de 2023. A ligação de metrobus entre a Rotunda da Boavista e a Praça do Império, no Porto, terá sete paragens …

Homem de 95 anos tornou-se o mais velho dador de órgãos na história dos EUA

Uma norte-americana que se encontra a recuperar de um transplante de fígado não só tem um novo órgão que provavelmente lhe salvou a vida, como também um que fez história. Segundo a cadeia televisiva CNN, esta …

PAN acusa partidos de boicotarem ida de Rui Pinto à comissão do Novo Banco

André Silva fala em sucessivos adiamentos do agendamento da audição ao hacker, pedida pelo PAN, o que leva o deputado a referir “manobras e expedientes dilatórios”. Como recorda o Público, o PAN foi o único partido …

O vulcão em erupção na Islândia está agora à venda

O vulcão no sudoeste da Islândia, na Península de Reykjanes, que entrou em erupção no final de março, está agora à venda (e já há várias propostas em cima da mesa). De acordo com o jornal …