Pais que acorrentaram filho no quintal constituídos arguidos

esaldivar / Flickr

A GNR retirou a custódia do filho aos pais que acorrentaram a criança de 10 anos no quintal, por causa do seu mau comportamento. Foram constituídos arguidos e o menino foi colocado numa instituição do estado.

O caso, que está a chocar o país, ocorreu no Montijo e foi denunciado às autoridades por vizinhos da família que contactaram a GNR quando viram o menino de 10 anos acorrentado, por um pé, no quintal da casa.

A criança “terá passado largas horas preso”, de acordo o Correio da Manhã, que reporta que os agentes da GNR que se deslocaram ao local a encontraram ainda acorrentada, enquanto os pais estavam dentro de casa a preparar o jantar. Contactaram o procurador do Ministério Público em serviço e retiraram-lhes a custódia do filho que foi colocado numa casa de apoio da Segurança Social.

Antes disso, o menino recebeu tratamento no hospital por causa dos ferimentos nas pernas, alegadamente provocados pelas correntes.

Em entrevista à SIC, a mãe da criança justificou o acto de o acorrentar como um castigo pelo mau comportamento, queixando-se de se tratar de um menino muito irrequieto, com mau aproveitamento escolar e causador de sarilhos na escola.

“Ele até já agrediu um colega”, lamentou a mãe da criança na SIC, notando que ele se “ri” quando o colocam de castigo na escola, a “fazer tarefas”, e que “diz que quer abandonar os estudos”.

Os vizinhos relataram ao Correio da Manhã que a criança apresenta um comportamento problemático, invadindo casas, destruindo vasos e outros bens e até roubando galinhas.

Os pais já foram interrogados pela GNR e foram constituídos arguidos, estando sob a medida de coacção de Termo de Identidade e Residência. Arriscam responder por crimes de sequestro e maus-tratos e vão ainda ser ouvidos pela Comissão de Protecção de Crianças e Jovens que pode decidir retirar-lhes o filho.

ZAP

PARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

  1. Pois é Maria é mesmo triste, mas por vezes a educação não tem só que ver com os Pais uma vez que hoje em dia estes passam mais tempo a trabalhar do que a poder tratar da educação destes, alias os garotos hoje em dia passam mais tempo nas mãos de outras pessoas do que até dos Pais, conheço vários casos que os Pais são pessoas muito educadas e transmitem isso aos filhos e estes simplesmente com o tempo ficam grandes vândalos derivado ao que aprendem até nos recreios das próprias escolas.
    Triste é o facto de cada vez mais as mães terem de trabalhar horas a fio para poderem ajudar a manter uma casa deixando de lado o que deveria ser o mais importante na vida, educar e ver crescer os pequenotes, enfim o mundo em que vivemos mas claro está que não justifica certos actos.

  2. Isso nao é razão.

    Quano era criança tive muitos meses sem ver a minha mae, quando ela entrava a uma 6ª e só vinha a casa num domingo, Nem por isso eu sou agressiva, muito menos o meu irmao.

    O meu pai trabalhava por turnos o que não facilitava as coisas.

    Hoje em dia é mais o facilitismo que os pais “empregam” aos filhos pela desculpa de trabalharem muito. Dão-lhes tudo e mais alguma coisa, e quando ouvem um “nao” dos pais, revoltam-se…

    Por muito “rebelde” que seja um / a filho / não é prendendo-o que o ajudam… 😐

RESPONDER

Conselho de Disciplina nega recurso e confirma suspensão de Bruno Fernandes

O Conselho de Disciplina (CD) da Federação Portuguesa de Futebol (FPF) rejeitou esta sexta-feira o recurso apresentado pelo Sporting relativo à expulsão de Bruno Fernandes, tendo mantido a partida de suspensão aplicada ao médio leonino. Em …

Mães acusam escola em Lisboa de racismo na divisão de turma

A Escola Básica S. Vicente, em Telheiras, Lisboa, foi acusada de fomentar a divisão racial e está a ser investigada pela Inspecção-Geral da Educação e Ciência (IGEC).  Foi Sandra Monteiro, de 36 anos, assistente técnica num …

TripAdvisor ganha processo contra restaurante que reclamou das críticas

O juiz de um tribunal espanhol considerou que os filtros utilizados pelo TripAdvisor funcionaram e que o dono dos restaurantes poderia ter denunciado o perfil dos utilizadores que escreveram os comentários alegadamente negativos. O proprietário de …

Twitter fecha milhares de contas por divulgarem notícias falsas. Mais de 200 associadas ao PP de Espanha

O Twitter anunciou esta sexta-feira que fechou milhares de contas em todo o mundo por divulgarem notícias falsas e propaganda pró governamental, em países como os Emirados Árabes Unidos, Egito e Espanha. As contas criadas na …

Remessas de emigrantes crescem 12,5% até julho

As remessas dos emigrantes portugueses voltaram a disparar. Crescem nos primeiros sete meses deste ano em 12,5% e já valem mais de 2,3 mil milhões de euros. A manter-se este ritmo, caminham para superar largamente …

Parecer da PGR sobre empresas de familiares de políticos dá razão a António Costa

O primeiro-ministro decidiu esta sexta-feira homologar o parecer do Conselho Consultivo da Procuradoria Geral da República (PGR) sobre incompatibilidades e impedimentos de políticos, no qual se recusam interpretações estritamente literais - e até inconstitucionais - …

Cuba considera "injustificada" a decisão dos Estados Unidos de expulsar diplomatas

O Governo de Cuba considerou "injustificada" a expulsão dos dois diplomatas, acusados pelos Estados Unidos de "atividades que comprometem a segurança nacional". O Governo de Cuba considerou esta quinta-feira "injustificada" a expulsão de dois dos seus …

Fisco perde recurso e vai ter de devolver parte de imposto sobre carro usado importado

A Autoridade Tributária e Aduaneira (AT) perdeu o recurso que tinha interposto no Supremo Tribunal Administrativo (STA) e vai mesmo ter de devolver a um contribuinte parte do Imposto sobre Veículos (ISV) cobrado na importação …

MP e PJ investigam contratos do filho do ex-secretário de Estado da Proteção Civil

O Departamento Central de Investigação e Ação Penal (DCIAP) está a investigar os dois contratos assinados entre o filho do ex-secretário de Estado da Proteção Civil e a Universidade do Porto em 2018 e em …

Milhares de alunos na Austrália e nas Ilhas do Pacífico em greve pelo clima

Dezenas de milhares de estudantes manifestaram-se esta sexta-feira na Austrália e nas ilhas do Pacífico contra as alterações climáticas, poucos dias antes da cimeira das Nações Unidas dedicada ao clima. Em Sydney, alunos, professores e pais …