Cerca de 1.700 padres com comprovados abusos de menores sem serem fiscalizados

Lawrence OP / Flickr

Cerca de 1.700 padres e outros membros do clero acusados de abusos sexuais infantis vivem “com pouca ou nenhuma supervisão” das autoridades, décadas após o escândalo na Igreja Católica.

Uma investigação da agência noticiosa Associated Press concluiu que cerca de 1.700 padres e outros membros do clero acusados de abusos sexuais infantis vivem “com pouca ou nenhuma supervisão” das autoridades, décadas após o escândalo na Igreja Católica.

Segundo a AP, esses padres, diáconos, monges e leigos agora ensinam matemática no ensino secundário, aconselham as vítimas de agressão sexual, trabalham como enfermeiros e são voluntários em organizações sem fins lucrativos destinadas a ajudar crianças em risco, moram perto de infantários e creches e cuidam de crianças.

E desde que deixaram a igreja, dezenas cometeram crimes, incluindo agressão sexual e posse de pornografia infantil, segundo a análise da AP.

Um recente esforço das dioceses católicas romanas nos EUA para publicar os nomes daqueles que considera acusados abriu uma janela para o assustador problema de como monitorizar e rastrear padres que muitas vezes nunca foram acusados criminalmente e, em muitos casos, foram expulsos ou deixaram a igreja para viver como cidadão livres.

Cada diocese determina o seu próprio padrão para considerar um padre acusado com credibilidade, com alegações que variam de conversas inadequadas e abraços indesejados a sodomia e violação.

Até agora, dioceses e ordens religiosas compartilharam os nomes de mais de 5.100 membros do clero, com mais de três quartos dos nomes divulgados apenas no ano passado. A AP pesquisou os quase 2.000 que permanecem vivos, para determinar onde moraram e trabalharam — a revisão em maior escala até o momento do que aconteceu aos padres nomeados como possíveis agressores sexuais.

Além dos quase 1.700 que a AP conseguiu identificar como amplamente não supervisionados, existiram 76 que não puderam ser localizadas. Alguns membros do clero foram detetados com algum tipo de supervisão, outros na prisão ou supervisionados por programas da igreja.

A análise constatou que centenas de padres ocupavam cargos de confiança, muitos com acesso a crianças. Mais de 160 continuaram a trabalhar ou a ser voluntários em igrejas, incluindo dezenas em dioceses católicas no exterior ou noutras regiões.

Aproximadamente 190 obtiveram licenças profissionais para trabalhar em educação, medicina, assistência social e aconselhamento — incluindo 76 que, em agosto, ainda possuíam credenciais válidas nesses campos.

Lusa // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Átomo extinto revela segredos da infância do Sistema Solar

Usando o átomo extinto nióbio-92, uma equipa de investigadores da ETH Zurich, na Suíça, conseguiu explicar eventos do início do sistema solar com a maior precisão de sempre. Se um átomo de um elemento químico tiver um …

O titanossauro mais antigo do mundo foi descoberto na Patagónia

Ninjatitan zapatai viveu há aproximadamente 140 milhões de anos, no início do Cretáceo, na atual Patagónia, na Argentina. Segundo os cientistas, o novo espécime fóssil de tiranossauro pode ser o mais antigo do mundo. Com cerca …

Volvo prepara mudança estratégica e apresenta o seu novo modelo 100% elétrico: o C40 Recharge

A marca de automóveis sueca apresentou o seu novo modelo 100% elétrico: o C40 Recharge. O modelo representa mais um passo no caminho para a eletrificação total da Volvo, já que esta semana a marca …

Benfica 2-0 Estoril | Águia carimba presença na final

O Benfica venceu o Estoril Praia por 2-0, no Estádio da Luz, e apurou-se para a final da Taça de Portugal, a segunda consecutiva do emblema “encarnado”. Os comandados de Jorge Jesus confirmaram a superioridade …

Um reator nuclear pode ajudar a resolver o mistério do desaparecimento de Amelia Earhart

Uma equipa de investigadores da Universidade Estadual da Pensilvânia, nos Estados Unidos, vai submeter uma folha de alumínio velha e gasta a um feixe de partículas do coração de um reator nuclear na esperança de …

Musk quer criar uma nova cidade no local de lançamento da SpaceX. Vai chamar-se Starbase

O empresário norte-americano Elon Musk está a tentar criar uma nova cidade chamada Starbase nas instalações de lançamento da SpaceX no Texas, nos Estados Unidos. As instalações da SpaceX no Texas estão localizadas em Boca Chica …

Chatbots: A tecnologia que "ressuscita" os mortos é cada vez mais uma realidade

Foi recentemente revelado que em 2017 a Microsoft patenteou um chatbot que, se construído, ressuscitaria digitalmente os mortos. Usando Inteligência Artificial e machine learning, o chatbot proposto traria o nosso ente querido de volta à …

Casal acertou no jackpot de 210 milhões de euros do Euromilhões (mas não registou o boletim)

Dois jovens britânicos pensaram que tinham ganho 182 milhões de libras (cerca de 210 milhões de euros), mas afinal o boletim não tinha sido registado por falta de dinheiro na conta online. Rachel Kennedy, de 19 …

A Islândia foi atingida por 17 mil terramotos na semana passada (e uma erupção pode estar iminente)

Mesmo para uma ilha vulcânica acostumada a tremores ocasionais, esta foi uma semana incomum para a Islândia. De acordo com o Escritório Meteorológico da Islândia, cerca de 17 mil terramotos atingiram a região sudoeste de …

Mulheres portuguesas trabalham mais uma hora e 13 minutos que os homens

As mulheres portuguesas trabalham em cada dia útil mais uma hora e 13 minutos do que os homens, entre trabalho pago e não pago, continuando a ter maior dificuldade em conciliar a profissão com a …