Os pterossauros-bebé podiam voar logo depois de nascer

James Brown (University of Leicester)

Depois de analisar os fósseis de embriões de pterossauros encontrados na China e na Argentina, um grupo de cientistas britânicos concluiu que os descendentes deste répteis voadores eram capazes de voar logo após o nascimento, ao contrário do que acontece com os pássaros e morcegos, por exemplo.

Para levar a investigação a cabo, especialistas analisaram a extensão dos membros embrionados e o tamanho e a forma dos ovos em centenas de fósseis e compararam depois os resultados com o crescimento de pássaros modernos e crocodilos.

Com esta análise, os cientistas conseguiram classificar os embriões de acordo com as suas fases de desenvolvimento, pode ler-se no estudo, cujos resultados foram esta semana publicados na revista científica Proceedings, da Royal Society B.

Em seguida, a equipa estudou os diferentes estágios de formação óssea em nove espécies de diferentes de pterossauros. No decorrer da análise, os cientistas descobriram que um dedo especial – que corresponde ao quarto dedo da mão humana e é importante para a habilidade de voo das aves – endureceu juntamente com outros ossos essenciais ainda antes do nascimento do pterossauros-bebé. Esta formação facilitou, segundo os cientistas, o desenvolvimento completo do aparelho de voo antes da eclosão.

De acordo com os autores do estudo, a descoberta não significa necessariamente que os pterossauros-bebé não receberam proteção dos seus progenitores face aos predadores, embora não haja evidência de que precisassem dos seus pais para aprender a voar.

Até então, acreditava-se que os pterossauros só eram capazes de voar depois de atingir alcançar o seu tamanho completo, tal como acontece com pássaros e morcegos. Esta hipótese foi baseada em embriões fossilizados com asas subdesenvolvidas.

“O nosso estudo técnica mostra que os pterossauros eram diferentes dos pássaros e morcegos, e que a anatomia comparativa pode revelar novos modos de desenvolvimento em espécies já extintas”, disse um dos autores do estudo, Charles Deeming.

Em declarações ao portal Gizmodo, o autor principal do estudo, David Unwin, paleobiologista da Universidade de Leicester, no Reino Unido, explicou que o erro do passado foi “tentar interpretar os pterossauros no contexto dos pássaros e morcegos”.

Contudo, alguns cientistas receberam com algum ceticismo a descoberta. Segundo a paleontóloga belga Edina Prondvai, os autores devem comparar os seus resultados com as espécies de pássaros talégalos, também conhecidos como megápodos, cujas crias são capazes de voar no mesmo dia em que eclodem.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

"Onde está o Varandas?". Claques não faltaram à vitória do Sporting em hóquei em patins

Apesar das quebras de protocolos, Juventude Leonina e Diretivo Ultras XXI marcaram presença no jogo desta terça-feira de hóquei em patins entre o Sporting e a Oliveirense. Na noite desta terça-feira, o Pavilhão João Rocha foi …

Do azedume às contas do passado. Críticos internos atacam Rio

Depois de Rui Rio ter anunciado esta segunda-feira que se recandidata à liderança do PSD, os críticos internos vieram a público. Acusam-no de querer dividir o partido e ajustar contas com o passado e esperam …

"Acho ridículo que sejam feitas obras, portas ou não", diz Ventura

O CDS que não quer o líder do Chega no meio dos seus deputados e a solução pode mesmo passar por abrir uma porta especial para o deputado. "Acho ridículo", comenta André Ventura. Na última conferência …

Duas vitórias em 14 jogos. Benfica quer travar o calvário da Champions

O Benfica recebe esta quarta-feira o Lyon, estando praticamente obrigado a ganhar para seguir em frente na competição milionária. Apesar de reconhecer a dificuldade, Rúben Dias acredita os encarnados vão voltar aos bons resultados. A …

Barcelona-Real Madrid oficialmente adiado para 18 de dezembro

O Comité de Competições da Real Federação Espanhola de Futebol (RFEF) concordou, esta quarta-feira, em marcar o FC Barcelona-Real Madrid, que se deveria disputar no sábado, para 18 de dezembro, "por motivos excecionais". A data inicial …

Embaixador dos EUA em Kiev confirma chantagem de Trump para forçar investigação a filho de Joe Biden

O processo de impeachent a Donald Trump conheceu um testemunho que pode ser determinante. O embaixador dos Estados Unidos em Kiev, na Ucrânia, Bill Taylor, foi ouvido no Congresso norte-americano na terça-feira e apontou o …

Hospital de Évora fez pagamentos indevidos a médicos

O Tribunal de Contas detetou pagamentos ilegais a médicos com funções de gestão de 2015 a 2018 e concluiu que dois técnicos superiores foram nomeados administradores do Hospital de Évora sem reunirem os requisitos legais …

"Infortúnios" vão chegar "mais cedo do que o esperado". Marcelo pede mais crescimento económico

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, diz que o país precisa de mais crescimento económico. "Este que temos não chega", porque "os infortúnios" vão chegar mais cedo do que o previsto. Esta terça-feira, o …

Arqueólogo encontra dezenas de sítios maia graças a um mapa online gratuito

Um arqueólogo norte-americano descobriu 27 sítios maias com 3.000 anos graças a um mapa online gratuito, escreve o jornal The New York Times. Takeshi Inomata, arqueólogo da Universidade do Arizona, nos Estado Unidos, utilizou um mapa …

39 pessoas encontradas mortas dentro de um camião no Reino Unido

Um camião foi encontrado, esta quarta-feira, em Essex, no Reino Unido, com 39 pessoas sem vida no seu interior. O condutor já foi detido. Segundo o The Guardian, as autoridades britânicas já iniciaram uma investigação, depois …