Oposição venezuelana vence Prémio Sakharov 2017

Miguel Gutierrez / EPA

Leopoldo López, um dos líderes da oposição na Venezuela

A posição venezuelana venceu, esta quinta-feira, o Prémio Sakharov 2017 “pela coragem demonstrada por estudantes e políticos na luta pela liberdade”, anunciou o Parlamento Europeu (PE).

A decisão foi tomada, esta quinta-feira, em conferência de presidentes do Parlamento Europeu, tendo a candidatura da oposição venezuelana ao Prémio Sakharov – que celebra a liberdade de pensamento – sido apresentada pelos grupos do Partido Popular Europeu (PPE) e Liberal (ALDE).

Fontes do PE confirmaram à agência EFE que a oposição venezuelana, representada pela Assembleia Nacional e o seu presidente, Julio Borges, e pelos dirigentes opositores Leopoldo López e Antonio Ledezma, impôs-se aos outros dois finalistas: a ativista guatemalteca pelos direitos humanos Aura Lolita Chávez Ixcaquic e o jornalista Dawit Isaak, preso em 2001 na Eritreia.

Na candidatura figuram ainda dirigentes como Daniel Ceballos, Yon Goicoechea, Lorent Saleh, Alfredo Ramos e Andrea González, considerados “presos políticos” pelo Parlamento Europeu.

O eurodeputado do espanhol PP, José Ignacio Salafranca, afirmou que se trata de um “gesto de alto valor simbólico” que “contribuirá para restaurar a liberdade, a democracia, a paz e os direitos humanos na Venezuela”.

O PPE advogou pela oposição venezuelana por representar, segundo apontou Salafranca em comunicado, “um grupo de homens e mulheres valentes que não têm medo, que não se rendem, que fustigados, golpeados, presos ou inabilitados lutam pela sua liberdade e pela sua dignidade”.

No ALDE, a eurodeputada Beatriz Becerra felicitou os premiados e considerou que “este reconhecimento vai encorajar os venezuelanos a continuar com a sua defesa pacífica e exemplar da liberdade e do Estado de direito” frente aos “abusos” de Nicolás Maduro.

“Agora é mais importante do que nunca que permaneçam unidos e que não se rendam às manipulações e abusos do ditador Maduro”, afirmou.

Para Becerra, o Sakharov é “uma ferramenta de ativismo político”. “Significa que os cidadãos europeus, representados no seu Parlamento, dão o seu apoio à causa de uma Venezuela livre e democrática“, acrescentou.

O prémio, no valor de 50 mil euros, é concedido anualmente pelo Parlamento Europeu desde 1988 como reconhecimento a personalidades ou grupos que lutam pelos direitos humanos e as liberdades fundamentais. Será entregue numa cerimónia em Estrasburgo, França, no dia 13 de dezembro.

No ano passado, o prémio foi para Nadia Murad Basi Taha e Lamiya Ayi Bashar, duas ativistas da comunidade yazidi do Iraque, escravizadas sexualmente pelo autoproclamado Estado Islâmico durante vários meses.

ZAP // EFE

PARTILHAR

RESPONDER

Reservas de sangue O+ e A+ com níveis críticos. Federação apela à dádiva

A Federação Portuguesa de Dadores Benévolos de Sangue (FEPODABES) alertou, esta terça-feira, que as reservas nacionais estão com níveis críticos dos tipos O+ e A+, apelando aos portugueses para darem sangue. Em comunicado, a FEPODABES refere …

Madeira quer visitantes infetados a ajudar nas despesas da estadia. "É aquilo que é justo"

O presidente do Governo madeirense anunciou esta terça-feira que decorrem diligências para encontrar mais uma unidade hoteleira para acolher doentes com covid-19, defendendo que os visitantes infetados devem ajudar a custear as despesas da sua …

Filhos de pais separados não podem circular entre concelhos no fim-de-semana

Os filhos de pais separados não poderão deslocar-se entre concelhos para efetuar trocas de residência entre os progenitores entre 30 de outubro a 3 de novembro, o próximo fim-de-semana que abrange o Dia de Todos …

Receita fiscal cai 2.822,7 milhões arrastada pela quebra do IVA e IRC

A receita fiscal do subsetor Estado registou uma redução de 2.822,7 milhões de euros até setembro, recuando 8,3% face ao mesmo período de 2019, refletindo os efeitos da pandemia, segundo a Síntese de Execução Orçamental. “No …

Novo Banco põe à venda carteiras de malparado (e têm nomes de jogadores de râguebi)

Depois de ter cancelado o projeto “Nata 3”, com crédito malparado no valor de 1,2 mil milhões de euros, o Novo Banco prepara agora a venda de carteiras de dimensões mais reduzidas. A revelação foi feita …

"Racismo cultural". Com França e Turquia em rota de colisão, Charlie Hebdo publica caricatura de Erdogan

Numa altura em que França e Turquia estão em rota de colisão, a publicação satírica Charlie Hebdo colocou o presidente turco Recep Tayyip Erdogan na capa a levantar as vestes de uma mulher. De acordo com …

Rui Pinto responde a Júdice: "Lidou durante décadas com ladrões e nunca se queixou"

O pirata informático respondeu, esta terça-feira, através do Twitter, às críticas do antigo sócio fundador da sociedade de advogados PLMJ que, em tribunal, lhe chamou "ladrão". Esta terça-feira, na 17.ª sessão do julgamento sobre o processo …

Leopoldo López admite que nunca quis fugir (e promete regressar para "libertar" a Venezuela)

O líder da oposição venezuelana Leopoldo López disse esta terça-feira, em Madrid, na primeira conferência de imprensa depois de ter saído do seu país, que nunca o quis deixar e que a intenção é "regressar …

É "tempo de unidade". Ex-ministro da Saúde apela a Marta Temido para deixar "retórica ideológica"

O ex-ministro da Saúde Adalberto Campos Fernandes afirmou esta terça-feira que é "tempo de unidade no país" e é preciso "falar verdade" quanto à pandemia da covid-19, considerando que um novo confinamento generalizado "seria devastador". Adalberto …

Benfica vai a votos. Sócios escolhem entre a continuidade ou a mudança

O Benfica elege, esta quarta-feira, o novo presidente do clube, numas eleições em que Luís Filipe Vieira se candidata a um sexto mandato, frente a João Noronha Lopes e Rui Gomes da Silva. As eleições, que …