Oposição quer mudar a Constituição para reduzir o mandato presidencial na Venezuela

Fabio Rodrigues Pozzebom / ABr

O presidente da Venezuela, Nicolás Maduro

O presidente da Venezuela, Nicolás Maduro

O partido da oposição Causa R (Causa Radical) apresentou ao parlamento venezuelano, de maioria oposicionista desde as últimas eleições, uma proposta para mudar a Constituição, no sentido de reduzir a duração do mandato presidencial de seis para quatro anos.

A proposta prevê ainda que sejam convocadas eleições presidenciais antecipadas e que seja eliminada a possibilidade de reeleição presidencial ilimitada, de modo a permitir que o chefe de Estado possa se candidatar somente a dois mandatos seguidos.

“A Venezuela vive uma crise extrema e irreversível e os que nos conduziram a este abismo não dão nenhum sinal de rectificação”,  anunciou o deputado Andrés Velásquez.

“Pelo contrário, o que fazem é persistir nos erros. Por isso, propomos submeter à consideração plenária e de todo o país a aprovação de uma emenda constitucional”, acrescentou Velásquez.

Segundo o deputado, quer no parlamento quer em organizações políticas venezuelanas “há uma opinião favorável, inclusivamente do próprio presidente da Assembleia Nacional, Henry Ramos Allup“, acerca de uma alteração constitucional e da antecipação das eleições presidenciais para dezembro deste ano.

“Todos concordam que o presidente Nicolás Maduro não pode continuar à frente do governo, pelos riscos que acarreta para a estabilidade do país”, acrescentou Velásquez.

Relativamente às autoridades locais, Andrés Velásquez acrescentou que sua proposta prevê que os governadores e presidentes de câmaras municipais sejam eleitos por um período de quatro anos e reeleitos apenas mais duas vezes.

“Para os magistrados do Supremo Tribunal de Justiça, propomos a redução do actual período de 12 anos para seis, a fim de que a Assembleia Nacional possa substituir os magistrados à medida que eles concluam o mandato.”

A legislação venezuelana contempla duas “figuras jurídicas” para rever a Constituição, a “emenda” e a “reforma”.

A “emenda” adiciona ou modifica um ou vários artigos da Constituição sem alterar sua estrutura fundamental e pode ser feita por iniciativa de 15% dos eleitores, por 30% dos deputados ou pelo presidente da República em Conselho de Ministros.

A “reforma” constitucional tem como propósito uma revisão parcial da Constituição e a substituição de uma ou várias normas, sem modificar a estrutura e princípios fundamentais do texto.

A reforma pode ser aprovada com os votos da maioria dos 165 deputados do parlamento (o governo conta com apoio de 55 deputados), pelo presidente da República em Conselho de Ministros ou por um número não menor de 15% dos eleitores venezuelanos.

ZAP / ABr

PARTILHAR

RESPONDER

Costa promete "lição exemplar" à Galp depois de "tanto disparate" em Matosinhos

O secretário-geral do PS, António Costa, considerou hoje que “era difícil imaginar tanto disparate, tanta asneira, tanta insensibilidade” como a Galp demonstrou no encerramento da refinaria de Matosinhos, prometendo uma “lição exemplar” à empresa. Falando em …

Porto 5-0 Moreirense | Días, Taremi e Fábio, o trio maravilha

O Porto foi o primeiro dos “grandes” a entrar em campo e deu o mote, e que mote. Os “dragões” receberam o Moreirense e golearam sem apelo nem agravo, por 5-0, graças a uma segunda …

Ronaldo volta a marcar pelo United em jogo com final frenético

O português Cristiano Ronaldo voltou hoje a marcar pelo Manchester United, mas foram Lingaard e David de Gea que ‘brilharam’ na vitória sobre o West Ham, por 2-1, em jogo da quinta jornada da Liga …

O Cumbre Vieja, num dos complexos vulcânicos mais ativos nas Canárias, entrou em erupção

O vulcão Cumbre Vieja, na ilha espanhola de La Palma, entrou hoje em erupção na zona de Las Manchas, depois de mais de uma semana em que foram registados milhares de sismos na região. Na zona, …

Portugal regista 677 novos casos de covid-19 e cinco mortes

Portugal registou, este domingo, 677 novos casos e cinco mortes na sequência da infeção por covid-19, de acordo com o boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS). Segundo o último boletim da Direção-Geral da Saúde, Portugal …

Estudo mostra como diferentes espécies de polvos coexistem no mesmo ambiente

Existem mais de 300 espécies de polvos a viver em diversos habitats que abrangem recifes de coral, leitos de ervas marinhas, planícies de areia e regiões de gelo polar. Mas de que forma cefalópodes tão …

As máquinas estão "muito longe" de serem mais inteligentes (mas muito perto de agir como pessoas)

A especialista em inteligência artificial Daniela Braga considera que as máquinas estão "muito longe" de substituírem totalmente os humanos ou serem mais inteligentes, mas estão "muito perto" de interagirem como as pessoas. "Acho que estamos muito …

Secreto e lucrativo, o mercado de venda de "fezes de cachalote" pode também ser violento

O âmbar cinza é altamente raro, mas também altamente valioso. Usada na indústria dos perfumes, o mercado deste material pode ser muito perigoso. Deixa na pele uma resina oleosa e tem um cheiro a tabaco, madeira, …

Empresa norueguesa garante que pode "parar" furacões antes que estes se tornam destrutivos

Especialistas ambientais advertem que o sistema de "cortina de bolhas" proposto pela empresa pode provocar efeitos indesejados. A OceanTherm, uma startup norueguesa, assegura que a sua nova tecnologia pode evitar que as tempestades tropicais se tornem …

Afeganistão: Familiares consideram "insuficientes" pedido de desculpas dos EUA

Familiares dos civis afegãos mortos por "engano" durante um ataque de um avião não tripulado 'drone' norte-americano no final de agosto em Cabul consideraram este sábado "insuficiente" o pedido de desculpas de Washington, numa entrevista …