Oposição pede que habitações não sejam penhoradas pelo Fisco, maioria rejeita

parlamento.pt

Os partidos da oposição apelaram hoje ao Governo para que não sejam penhoradas as habitações de famílias com poucos rendimentos em caso de dívidas ao Fisco, medida que voltou a ser rejeitada pela maioria PSD/CDS-PP.

Durante a discussão da proposta de Orçamento de Estado para 2015 (OE2015), que decorre hoje no plenário da Assembleia da República, os partidos da oposição recordaram o caso recente de uma família de baixos rendimentos que por uma dívida ao Fisco de 1.900 euros só não viu a sua habitação vendida em leilão, depois de uma penhora, devido a uma onda de solidariedade.

No debate, o deputado do PS João Paulo Correia recordou a proposta socialista de alteração ao OE2015 que pretende suspender as penhoras de habitações permanentes a famílias com poucos rendimentos em caso de dívidas ao Fisco.

Também o deputado do Bloco de Esquerda, Pedro Filipe Soares, considerou que “por 1.900 euros não se pode tirar a casa a quem tem dívidas, as famílias têm de ser defendidas”.

Já o deputado do PCP João Oliveira considerou que esta “é uma realidade vergonhosa” e criticou o Governo por “despejar famílias” para cobrar “dívidas irrisórias”.

Na resposta aos deputados, o secretário de Estado dos Assuntos Fiscais, Paulo Núncio, disse que a Autoridade Tributária (AT) já pode, de acordo com a Lei Geral Tributária, “decidir esperar pela existência de outros bens para penhorar, evitando a penhora de imóveis afetos à habitação”.

Paulo Núncio afirmou ainda que a proposta de OE2015 vai permitir que as famílias até 15.300 euros de rendimentos anuais deixem de pagar Imposto Municipal sobre Imóveis (IMI) no próximo ano, o que significa, apontou uma isenção deste imposto a “mais 50.000 famílias”.

“Esta isenção deixa de estar dependente de requerimento para passar a ser atribuída automaticamente. Dessa forma, de uma forma significativa, salvaguardam-se os direitos das famílias com mais baixos rendimentos com imóveis de baixo valor”, afirmou o governante.

Depois da intervenção do secretário de Estado, o deputado do PS João Paulo Correia criticou Paulo Núncio por “responder não respondendo” e por não fazer “um comentário sequer sobre a proposta do PS”.

A proposta socialista para evitar as penhoras de habitações permanentes foi hoje rejeitada com os votos contra do PSD e do CDS-PP e os votos favoráveis do PS, PCP e Bloco de Esquerda, depois de ter voltado a plenário para votação.

Esta proposta já tinha sido rejeitada na semana passada, na votação do OE2015 e das respetivas propostas de alteração que decorreu na sexta-feira passada, na Comissão parlamentar de Orçamento, Finanças e Administração Pública.

/Lusa

PARTILHAR

4 COMENTÁRIOS

  1. Estes FDP deviam é ser esquartejados e dados a comer aos abutres. Roubam, mentem, contraem (meio que à socapa) dividas bilionárias em NOSSO nome para tapar as porcarias que fazem em catadupa, e depois vem roubar a quem trabalhou para pagar. Simplesmente lindo.

    Só que mudando de partido, a porcaria muda de cor mas nao cheirará menos mal….O que fazer…

RESPONDER

Coreia do Sul lança com êxito o seu primeiro foguetão espacial

A Coreia do Sul lançou hoje o seu primeiro foguetão de fabrico próprio, segundo as imagens transmitidas pela televisão, tornando-se o décimo país do mundo com capacidade para desenvolver e lançar veículos espaciais. O veículo coreano …

"A melhor coisa que pode acontecer a Portugal era o Governo ser derrubado e desaparecer"

O presidente do Governo Regional da Madeira, Miguel Albuquerque, defendeu hoje que “a melhor coisa que podia acontecer a Portugal”, neste momento, era o executivo liderado por António Costa “ser derrubado e desaparecer”. Miguel Albuquerque afirmou …

Mulher de João Rendeiro tem mais três dias para entregar as obras em falta

O prazo para a entrega das obras acabou esta quarta-feira, mas a juíza do processo em que João Rendeiro foi condenado a dez anos de prisão efetiva deu mais três dias à mulher do ex-banqueiro. Depois …

Uma estrada com alguns automóveis

Sete cidades do Norte podem ir a jogo pela neutralidade carbónica

Gaia, Porto, Matosinhos, Famalicão, Guimarães, Braga e Viana do Castelo poderão ir a jogo na Missão Climate Neutral & Smart Cities, que quer apoiar a redução de emissões em 100 cidades. Uma coligação de sete cidades …

Teste à covid-19

Subvariante da Delta identificada em Israel. Em Portugal há nove casos

Em Portugal, já foram detetados nove casos da variante AY4.2, subvariante da Delta, de acordo com o mais recente relatório do Instituto Nacional de Saúde Doutor Ricardo Jorge sobre diversidade genética do novo coronavírus SARS-CoV-2. O …

FCSH diz que "não existe matéria que comprometa a integridade" do CV de Raquel Varela

O Conselho Científico da FCSH da Universidade Nova de Lisboa diz que não há "matéria que comprometa a integridade" do CV da investigadora Raquel Varela. A investigadora Raquel Varela viu-se envolvida numa polémica depois de ter …

Mexidas no PSD já se fazem sentir no pagamento de quotas dos militantes

Para além de no Conselho Nacional se ter superiorizado a Rio com os conselheiros a chumbarem o adiamento das eleições internas, Rangel conseguiu outra vitória que passou despercebida a alguns: o prolongar de prazos das …

No Reino Unido, o aumento de infeções está a causar preocupação. O que explica este cenário?

No Reino Unido, os casos e internamentos estão a subir, sendo que alguns especialistas já apelam a um regresso de algumas restrições antes do inverno. Mas o que pode estar a causar este aumento dos …

Flamengo acelera compra do Tondela e planeia chegar à Champions em sete anos

O Flamengo quer concluir a compra do Tondela até ao final do ano e planeia levar o clube à Liga Europa dentro de quatro anos e à Champions dentro de sete a oito anos. Num modelo …

Há hospitais em "estado de calamidade" por todo o país

Os presidentes das secções regionais da Ordem dos Médicos consideram que a situação que o SNS ultrapassa atualmente não é nova e que é culpa da "ausência de liderança por parte da tutela". A situação de …