Oposição israelita pedirá dissolução do parlamento e novas eleições

Brookings Institution / Flickr

O líder do Yesh Atid, partido da oposição israelita, Yair Lapid

O líder da oposição israelita, Yair Lapid, anunciou na segunda-feira que apresentará na próxima semana uma iniciativa para dissolver o Knesset (parlamento) e convocar eleições, num contexto de tensão na coligação governamental, noticiou a agência Lusa.

O anúncio de Lapid surge um dia depois do ministro da Defesa, Benny Gantz, parceiro de coligação do governo de Benjamin Netanyahu, anunciar a criação de uma comissão para investigar a alegada compra irregular de submarinos alemães, que envolve próximos do primeiro-ministro.

Numa reunião do seu partido, o Likud, o primeiro-ministro classificou de “cinismo” a abertura da investigação, considerando “vergonhoso que Gantz esteja a utilizar o exército como uma arma política”.

“A 02 de dezembro, na próxima quarta-feira, apresentaremos a votação uma iniciativa para dissolver o Knesset. Não vamos retirá-la no último minuto. Não vamos negociar, a lei será colocada a votação. É hora de eleições”, indicou Lapid através do Twitter.

O líder do partido Yesh Atid acusou o governo de ser “uma coleção de políticos que só se preocupam com eles próprios. Com os seus empregos. Com as suas lutas miseráveis”.

Lapid criticou o facto de “num momento de crise económica e sanitária” o governo estar submerso em confusão e ser “corrupto, mimado, incapaz de gerir seja o que for”, apelando para que 2 de dezembro seja um “momento de verdade” e se acabe com “o pior governo da história do Estado”.

Gantz e Netanyahu passaram de rivais a parceiros de governo em maio, mas as divergências não têm faltado e o orçamento ainda não foi aprovado por falta de acordo. A aliança entre ambos levou Lapid a abandonar a coligação centrista Azul e Branco, liderada por Gantz, e a passar para a bancada da oposição.

Num encontro com o seu partido, Gantz descartou esta segunda-feira apoiar a dissolução do parlamento. “Não tenho medo de eleições. Simplesmente não creio que sejam o que o país necessita neste momento e continuarei a fazer tudo o que possa por este governo”, disse ainda.

A abertura da investigação ao caso dos submarinos por parte do Ministério da Defesa surge depois de no mês passado ter sido bloqueada a criação de uma comissão no parlamento após uma desavença entre membros do governo.

A polícia israelita suspeita que responsáveis civis e militares tenham recebido subornos pela compra de submarinos ao grupo ThyssenKrupp, que ascendeu a cerca de dois mil milhões de dólares (1,6 mil milhões de euros). Entre os alegadamente envolvidos estão David Shimron, primo e advogado pessoal do primeiro-ministro israelita, e Yitzhak Moljo, negociador-chefe e enviado pessoal de Netanyahu na última década.

// Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Planeta Terra passa a ter (oficialmente) cinco oceanos

A National Geographic Society fez o primeiro mapeamento dos oceanos em mais de 100 anos e, desta vez, reconhece que a Terra possui cinco oceanos. Definir as fronteiras dos oceanos da Terra não é uma tarefa …

O misterioso escurecimento da Betelgeuse foi oficialmente desvendado

A causa da misteriosa perda de brilho da estrela foi causada por uma nuvem gigante de poeira, expelida pela própria supergigante vermelha. O "Grande Escurecimento da Betelgeuse", como passou a ser conhecido, foi um fenómeno que …

Entre cursos de água e "kahns", a Alemanha ainda alberga uma minoria étnica de língua eslava

As nações europeias nasceram e desvaneceram ao longo do tempo, mas há uma minoria étnica de língua eslava que permanece dentro da Alemanha. Lehde é uma pacata vila, com cerca 150 habitantes, de ilhas pantanosas interligadas …

Itália 3-0 Suíça | Squadra Azzurra volta a ganhar e a encantar

A Itália tornou-se hoje a primeira seleção a garantir o apuramento para os oitavos de final do Euro2020 de futebol, ao vencer a Suíça por 3-0, em encontro da segunda jornada do Grupo A, disputado …

Sony apresenta o seu primeiro drone, o Airpeak S1

Há algum tempo que a Sony planeava lançar um drone, agora, é oficial. A empresa de tecnologia apresentou um drone chamado Airpeak S1 que será, muito provavelmente, o primeiro de muitos. A Sony anunciou oficialmente o …

Candidaturas a astronauta da Agência Espacial Europeia encerram na sexta-feira

Os candidatos têm de ter, pelo menos, um mestrado e experiência profissional, serem fluentes em inglês e ter mais de 1,30 metros.  O prazo para apresentação de candidaturas a vagas para novos astronautas da Agência Espacial …

Dois meses no escuro. Valentina Miozzo passou a quarentena sozinha no Ártico

A pandemia de covid-19 foi um duro golpe de solidão forçada para a maioria das pessoas, mas para a italiana Valentina Miozzo foi a oportunidade perfeita para usufruir de alguns momentos a sós. A meio da …

Pedras misteriosas provocam "corrida aos diamantes" na África do Sul

Uma verdadeira "febre de diamantes" assolou a vila de KwaHlathi, na província de KwaZulu-Natal, litoral da África do Sul. Centenas de pessoas, com utensílios caseiros a servir de engenhos de mineração, ocuparam um terreno à …

Designer cria um "terceiro olho" para quem vive agarrado ao telemóvel

Um designer industrial sul-coreano criou, recentemente, um “terceiro olho” para ajudar aqueles que, mesmo em andamento, não conseguem tirar os olhos do telemóvel. O designer industrial Minwook Paeng criou recentemente o The Third Eye ('terceiro olho' …

Depois de Ronaldo e da Coca Cola, Pogba imitou-o com a Heineken (e a UEFA podia castigar Portugal e França)

Após Cristiano Ronaldo ter removido duas garrafas de Coca Cola da mesa onde se sentou para uma conferência de imprensa no Euro 2020, foi a vez do francês Paul Pogba ter feito o mesmo com …