Operação Ano Novo. Cinco mortos e 429 acidentes nos primeiros dois dias

Tiago Petinga / Lusa

Cinco pessoas morreram e 429 acidentes foram registados nas estradas portuguesas nos dois primeiros dias da Operação Ano Novo, segundo a Guarda Nacional Republicana (GNR).

Às primeiras horas deste domingo, terceiro dia da operação de trânsito, o balanço da sinistralidade é de 429 acidentes, que resultaram em cinco vítimas mortais e nove feridos graves, informou à agência Lusa o oficial de serviço da GNR.

De acordo com a mesma fonte, as vítimas mortais registaram-se em Alfeizerão (distrito de Leiria), Estarreja (Aveiro), Montalegre (Vila Real), Penela (Coimbra) e Vila Verde (Braga).

No primeiro dia da Operação Ano Novo, foram detetados 700 condutores em excesso de velocidade, 129 em viaturas sem inspeção periódica obrigatória, 107 sem cinto de segurança, 81 a conduzir sob efeito de álcool e 55 a fazê-lo sem carta de condução.

A operação de trânsito vai estender-se até quarta-feira, com o reforço do patrulhamento nas vias de maior tráfego nesta altura do ano.

Durante os seis dias da operação, os militares da Unidade Nacional de Trânsito e dos comandos territoriais da GNR darão especial atenção a infrações como a condução sob a influência do álcool e de substâncias psicotrópicas, o excesso de velocidade, as manobras perigosas e a utilização indevida do telemóvel.

A Guarda Nacional Republicana anunciou em comunicado, no início da operação, que vai estar especialmente atenta às deslocações para os locais de diversão habituais nesta altura do ano, recordando que é nas passagens de ano que são cometidos alguns excessos que podem potenciar a ocorrência de acidentes.

O objetivo é o de “prevenir a sinistralidade rodoviária, garantir a fluidez do tráfego e apoiar todos os utentes das vias, no sentido de lhes proporcionar uma deslocação em segurança”. A Operação Ano Novo acontece depois de a GNR ter registado um aumento do número de mortos e de acidentes rodoviários durante o período do natal.

Segundo a GNR, durante a Operação Natal Tranquilo, que decorreu entre 21 e 26 de dezembro, registaram-se 1.360 acidentes, 15 mortos (mais do dobro do ano passado), 29 feridos graves e 449 feridos ligeiros.

A operação do natal deste ano, que durou mais um dia do que a de 2017, foi mais negativa a todos os níveis: mais 313 acidentes rodoviários, mais oito vítimas mortais, mais cinco feridos graves e mais 112 feridos ligeiros.

Lusa // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Sporting 2-1 Santa Clara | Super-Coates volta a ser herói

Arrancado a ferros… à campeão? O Sporting esteve a poucos segundos de registar o terceiro empate em casa, perante um Santa Clara que não foi em nada inferior aos “leões” e até conseguiu ser superior em …

Os gatos demonstram ser menos leais do que os cães (mas pode haver uma razão)

Ainda existe um estereótipo sobre a diferença entre cães e gatos. Normalmente as pessoas associam os cães a animais amorosos e leais, enquanto os gatos são tidos como distantes e indiferentes. Um novo estudo pode …

O mistério do "lago dos esqueletos" na Índia intriga cientistas há décadas

O Roopkund, localizado na parte indiana dos Himalaias, é um lago glacial com centenas de ossos humanos. E ninguém sabe como foram lá parar. Em 1942, um guarda florestal revelou ao mundo a existência deste lago …

A fronteira mais importante da China é imaginária: a Linha Hu

A Linha Hu, também conhecida como linha Heihe-Tengchong, é uma linha imaginária que divida a China em duas partes com áreas quase iguais. Estende-se da cidade de Heihe até Tengchong. Desenhada pela primeira vez em 1935, …

Algumas pessoas moram em aeroportos durante meses (ou até mesmo anos)

Aeroportos não servem de casa apenas para os sem-abrigo. Há pessoas que, involuntariamente ou não, ficam lá durante meses e, em alguns casos, até mesmo anos. Em janeiro, as autoridades de Chicago prenderam um homem de …

Senado da Carolina do Sul aprova fuzilamento como método de execução

Com esta decisão, a Carolina do Sul poderá converter-se no quarto estado do país a incorporar este método de execução de pena de morte, depois do Utah, Oklahoma e Mississípi. De acordo com a agência noticiosa …

"Oxigénio tornou-se ouro". Criminosos lucram com a sua escassez no México

A pandemia de covid-19 deixou a Cidade do México a atravessar uma grande escassez de oxigénio médico. Criminosos estão a aproveitar para lucrar com a situação. A capital mexicana registou um pico de infeções e hospitalizações …

Meteorito do tamanho de um damasco caiu em França (e os astrónomos precisam de ajuda para encontrá-lo)

Os entusiastas do Espaço estão a ser instados a procurar um meteorito do tamanho de um damasco que caiu no fim de semana passado no sudoeste de França.  O meteorito, com peso estimado em 150 gramas, …

Professora pediu a alunos para fingir que eram escravos e escreverem carta para África

Uma professora de uma escola secundária no Mississippi, nos Estados Unidos, está a ser alvo de críticas devido a uma fotografia de um trabalho de casa divulgada nas redes sociais. Foi pedido aos alunos do 8.º …

Obra de Churchill que pertencia a Angelina Jolie vendida por valor recorde

O quadro pintado pelo antigo primeiro-ministro britânico foi vendido por 8,3 milhões de libras. A pintura foi um presente de Winston Churchill para o presidente dos Estados Unidos, Franklin D. Roosevelt, e agora foi leiloada …