ONU alerta para “atrocidades” contra civis na ofensiva final em Aleppo

Zouhir Al Shimale / EPA

Bombardeamento em Aleppo, Síria

Bombardeamento em Aleppo, Síria

As forças sírias estão a preparar a ofensiva final contra os redutos rebeldes em Aleppo oriental, enquanto a comunidade internacional e as organizações de socorro clamam pelas vidas de milhares de civis que não têm por onde fugir.

Os apelos dramáticos surgem um dia depois de o exército sírio anunciar que controla agora 99% dos bairros de Aleppo antes dominados pelos rebeldes, antecipando o fim iminente do controlo rebelde sobre partes da cidade.

A reconquista de Aleppo, que desde 2012 está dividida entre zonas controladas pelo governo e outras por rebeldes, seria a maior vitória do presidente Bashar al-Assad desde que começou a guerra civil.

Aleppo é considerada o maior ponto de passagem entre a Síria e a Turquia, mas uma vitória do governo não significa o fim do conflito, já que partes significativas da Síria estão ainda fora do controlo governamental e grandes partes do país estão devastadas pela guerra.

Num comunicado emitido segunda-feira, o secretário-geral das Nações Unidas, Ban Ki-moon, manifestou-se alarmado com os relatos de atrocidades cometidas contra numerosos civis, incluindo mulheres e crianças, em Aleppo nas últimas horas.

Ban afirmou que as Nações Unidas sublinham a obrigação, por parte de todos no terreno, de proteger os civis e cumprir a legislação humanitária internacional e os direitos humanos.

Forças pró-sírias executaram pelo menos 82 civis no leste de Aleppo

As forças que apoiam o regime sírio executaram pelo menos 82 civis, entre os quais mulheres e crianças, nos bairros de Aleppo que recuperaram aos rebeldes, anunciou esta terça-feira a ONU.

Numa conferência de imprensa em Genebra, o porta-voz do Alto Comissariado da ONU para os Direitos Humanos, Rupert Colville, indicou que aquelas vítimas, que incluem 11 mulheres e 13 crianças, foram mortos “provavelmente nas últimas 48 horas” em quatro bairros de Aleppo, a cidade mártir do norte da Síria.

“Fomos informados que forças pró-governamentais entraram em casas e mataram os civis que lá se encontravam, incluindo as mulheres e as crianças”, disse, falando de um total de “pelo menos 82 civis, incluindo 11 mulheres e 13 crianças, nos bairros de Bustane al-Qasr, Ferdus, Kallasé e Salhine”.

Colville indicou que, segundo informações de várias fontes, “dezenas de civis foram abatidos a tiro na praça al-Ahrar no bairro de Kallasé e também no bairro de Bustane al-Qasr, por forças governamentais e seus aliados, incluindo, aparentemente, o grupo armado iraquiano al-Nujabaa”.

O porta-voz indicou que alguns civis conseguiram fugir antes da chegada das forças pró-governamentais, mas outros terão sido detidos e mortos.

“Pensamos que, nos bairros que até recentemente eram controlados pela oposição, estão ainda milhares de civis, entre os quais ativistas e membros da defesa civil que se arriscam a serem detidos, torturados e mortos”, alertou.

Os rebeldes já só dominam uma pequena parte do leste de Aleppo, que podem perder a qualquer momento, o que constituirá uma importante vitória para o regime de Damasco.

Mais de 300.000 pessoas foram mortas e milhões obrigadas a fugir desde o início da guerra na Síria, há quase seis anos.

ZAP / Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Ângelo Rodrigues já fez a primeira cirurgia de reconstrução da perna

O ator Ângelo Rodrigues está internado no Hospital Garcia de Orta devido a uma infeção provocada por uma bactéria. Realizou uma cirurgia de reconstrução de parte da perna esquerda e está "em plena recuperação". Ângelo Rodrigues …

Guaidó questiona novo diálogo com o regime e alerta que crise se intensificará

O presidente da Assembleia Nacional diz que “nunca houve diálogo” entre o Governo de Nicolás Maduro e a oposição porque ao regime “não lhe interessava solucionar”. O líder político opositor Juan Guaidó questionou esta segunda-feira …

150 tigres foram resgatados de um templo na Tailândia. Mais de metade não sobreviveu

Mais de metade dos 150 tigres resgatados há três anos num templo budista em Kanchanaburi, no oeste da Tailândia, morreram, segundo os media locais. Em causa estiveram problemas relacionados com a consanguinidade, uma vez que foram …

Holanda. Mudanças na legislação fiscal sobre empresas para corrigir imagem de paraíso fiscal

O governo holandês deve apresentar esta terça-feira, no reinício dos trabalhos parlamentares, uma modificação da lei sobre a taxação dos lucros das multinacionais, com o intuito de corrigir a imagem de paraíso fiscal para os …

ISEP acaba com venda de garrafas de água de plástico

O Instituto Superior de Engenharia do Porto (ISEP) vai, a partir desta segunda-feira, “acabar com a venda de garrafas de água de plástico de 33 centilitros” no campus, uma vez que, anualmente, são consumidas quase …

Procuradores de Nova Iorque querem a declaração de impostos de Donald Trump

É a primeira vez, em quase 40 anos, que um Presidente dos Estados Unidos (EUA) não exibe a declaração de impostos. Donald Trump negou-o durante a campanha presidencial de 2016 mas agora procuradores de Nova …

Políticos de PS e PSD envolvidos no negócio milionário da canábis

Os ex-ministros Jaime Gama, do PS, e Ângelo Correia, do PSD, têm ligações a empresas que obtiveram licença para a produção em Portugal de canábis para fins medicinais. Um negócio milionário que já é conhecido …

Diretor da PJ vai ganhar mais com o fim do teto máximo dos juízes

O salário de diretor da Polícia Judiciária, equiparado ao dos juízes dos Tribunais da Relação com cinco anos de serviço, vai beneficiar do fim do teto salarial que impedia os magistrados de receberem mais do …

Tribunal Constitucional perdeu caixa com assinaturas do RIR de Tino de Rans

Vitorino Silva ou Tino de Rans, como é mais conhecido, apanhou um valente susto quando descobriu que o Tribunal Constitucional perdeu uma caixa com assinaturas para a legalização do seu partido, o RIR. Depois de …

Administrador nomeado pelo Estado demitiu-se da Fundação Coleção Berardo. Já há substituto

João Neves apresentou à tutela a sua demissão de administrador da Fundação de Arte Moderna e Contemporânea – Coleção Berardo (FAMC) na passada quinta-feira, devido ao processo de guarda do arresto das cerca das mil …