OMS Europa recomenda reforço de medidas. Suíça prolonga confinamento

Nuno André Ferreira / Lusa

A Organização Mundial de Saúde (OMS) apelou esta quinta-feira aos países europeus para reforçarem medidas de controlo de contágio pelo novo coronavírus face à “situação alarmante provocada pela nova variante descoberta no Reino Unido”, noticiou a agência Lusa.

Numa conferência de imprensa virtual, o diretor regional da organização, Hans Kluge, afirmou que a Europa está “num ponto de viragem” da pandemia, defendendo que “ciência, política, tecnologia e valores têm de formar uma frente unida para fazer recuar este persistente e elusivo vírus”.

Segundo a Lusa, a França conhece esta quinta-feira os pormenores sobre a campanha de vacinação contra a covid-19, após críticas à lentidão do processo e de o Governo ter adiantado que irá acelerar e simplificar as operações.

Os pormenores serão dados a conhecer numa conferência de imprensa conjunta do primeiro-ministro, Jean Castex, e do ministro da Saúde, Olivier Véran. Na terça-feira, Véran indicou que a França vai acelerar e simplificar a vacinação contra a covid-19 para “velocidade cruzeiro”, para se juntar aos parceiros europeus.

“Passámos [segunda-feira] as 2.000 vacinações, daqui até quinta-feira [hoje] vamos aumentar bastante e vamos entrar numa curva exponencial. […] Vamos amplificar, acelerar e simplificar a nossa estratégia de vacinação”, garantiu o ministro numa entrevista à rádio RTL.

O governante enfrenta desde segunda-feira críticas sobre a lentidão da vacinação no país face a outros parceiros europeus, como a Alemanha. “O ritmo de cruzeiro da vacinação vai pôr-nos ao mesmo nível dos nossos vizinhos nos próximos dias”, assegurou Olivier Véran.

A França começou por vacinar o pessoal hospitalar em risco e os residentes de lares de idosos. No entanto, o ministro anunciou terça-feira que as pessoas com mais de 75 anos que vivam fora dos lares devem começar a ser vacinadas até ao fim de janeiro.

Será ainda possível aos restantes franceses inscreverem-se para a vacinação nos próximos dias, através da aplicação TousAntiCovid, a forma que o Governo francês encontrou para esta fase de combate à pandemia do novo coronavírus.

Até quarta-feira, a França acumulou 2.705.618 casos e 66.565 óbitos. Atualmente, há 24.741 pessoas hospitalizadas infetadas com covid-19, estando 2.616 delas internadas nos cuidados intensivos.

Suíça prolonga confinamento “leve” até final de fevereiro

A Suíça vai prolongar o confinamento por mais cinco semanas, até final de fevereiro, decisão que se tornará oficial na próxima semana, após reuniões com os cantões. De acordo com o Governo, em vigor estarão já o fim das exceções para as regiões menos atingidas, com as medidas atuais a serem alargadas a todo o país a partir de sábado.

Como noticiou o Jornal de Negócios, o país adotou um confinamento mais suave, que incluía o encerramento da restauração, museus, salas de espetáculos e recintos desportivos e um apelo ao recolhimento domiciliário da população.

O prolongamento das medidas, apontou o Governo, é necessário porque “já é previsível que o número de casos não irá diminuir de forma significativa e sustentada nas próximas semanas”. O país tem registado um número de novos casos diários elevado, o que pode levar ao encerramento do comércio e à obrigatoriedade do teletrabalho.

“Temos uma maratona no que respeita a esta pandemia e agora a parte mais dura começa, com as pessoas fartas e a quererem desistir. Mas não podemos fazer isso”, afirmou o ministro da Saúde, Alain Berset da Suíça, país que soma 470.789 casos desde o início da pandemia, o que corresponde a 5,4% da população, e 7.434 mortes.

  ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Novo ano letivo marcado pelo recorde de pedidos de bolsas de estudo no superior

Número crescente de alunos e perda de rendimentos das famílias são duas das razões apontadas para os pedidos recorde. O ano letivo 2021/22 ainda agora arrancou, mas já está a bater recordes no que respeita aos …

Urgências em Lisboa estão cheias. Situação pode piorar nas próximas semanas

As urgências do Hospital de Santa Maria, em Lisboa, e do Hospital Beatriz Ângelo, em Loures, estão em situação crítica, com tempos de espera elevados. A situação de calamidade multiplica-se em vários hospitais do país, de …

Portugal já tem 86% da população totalmente vacinada contra a covid-19

A vacinação completa contra a covid-19 abrange já 86% da população portuguesa e são já mais de nove milhões de pessoas as que têm pelo menos uma dose da vacina, de acordo com os dados …

Direção do CDS desautoriza Telmo Correia e defende eleições "o mais brevemente possível"

A direção do CDS-PP não gostou de ouvir o líder parlamentar dizer que a melhor altura para realizar eleições legislativas seria no final de janeiro ou fevereiro. Depois de uma reunião com o presidente da Assembleia …

Órban e Le Pen apoiam a Polónia e criticam "imperialismo" da UE

O primeiro-ministro húngaro, Viktor Órban, e a líder da União Nacional (RN, na sigla em francês), Marine Le Pen, manifestaram esta terça-feira apoio à Polónia no conflito que mantém com a UE, a qual acusam …

Após goleada frente ao Bodø/Glimt, Mourinho põe de lado quatro jogadores

Em duas convocatórias consecutivas, José Mourinho deixou de fora quatro futebolistas que participaram na derrota por 6-1 frente ao Bodø/Glimt. Naquela que foi a maior derrota de sempre da carreira de José Mourinho, o Tottenham perdeu …

O que cai e o que fica: as medidas que o chumbo do OE deita por terra e as que permanecem

O grosso das medidas previstas na proposta de Orçamento do Estado para 2022 não deverá sair do papel. As aprovadas em Conselho de Ministros, por sua vez, manter-se-ão viáveis, já foram discutidas fora da sede …

Truque permite que o Orçamento não seja votado esta quarta-feira

Há um mecanismo que, se for acionado, permite que o Orçamento do Estado para 2022 sobreviva mesmo que não seja votado. O Orçamento do Estado para 2022 pode baixar à comissão sem votação. Este mecanismo, nunca …

Conceição reconhece supremacia do Santa Clara e admite culpa na derrota

O treinador do FC Porto, Sérgio Conceição, reconheceu que o Santa Clara foi superior e diz-se culpado pela derrota pesada que deixa o clube fora da Taça da Liga. O FC Porto está fora da Taça …

"Vechtpartij", quadro de Jan Steen.

Antigos jogos de bebida acabavam em vinho derramado e esfaqueamentos

Hoje vistos como jogos de diversão para jovens, na antiguidade, os drinking games (jogos de bebida) eram comuns em toda a sociedade — e, por vezes, terminavam mal. O kottabos era um antigo jogo de bebida …