/

Offshore de Isabel dos Santos na Ilha de Man foi montado em Portugal

Eneias Rodrigues / Lusa

Um offshore de Isabel dos Santos na Ilha de Man foi criado com o apoio de uma sociedade de advogados portuguesa. A informação foi encontrada nos documentos revelados pelo Luanda Leaks.

Em 2014, a Andco Corporate Services abriu uma empresa chamada Silaba Real Estate Limited, na Ilha de Man, um conhecido paraíso fiscal. O objetivo era adquirir um imóvel em Londres, no Reino Unido. A sociedade portuguesa de advogados CMS Rui Pena & Arnaut foi responsável por assessorar a criação deste offshore. Por sua vez, a CMS foi contratada pela igualmente portuguesa Fidequity. De acordo com o Expresso, o beneficiário desta operação era Isabel dos Santos.

Os documentos revelados pelo Luanda Leaks revelam que, em agosto de 2015, a Andco recebeu uma denúncia do BPI sobre um depósito de 50 milhões de dólares, que viria a comunicar à CMS de maneira a saber a origem dos fundos.

Em declarações ao Expresso, Patrick Dewerbe, um dos sócios da CMS que acompanhou o projeto na Ilha de Man, garante que “a referida sociedade não chegou a ter qualquer atividade operacional” e que foram “cumpridos estritamente todos os requisitos” para identificar o beneficiária do operação.

A CMS Rui Pena & Arnaut não é a única sociedade de advogados em Portugal que já trabalhou com Isabel dos Santos. Advogados da PLMJ, Uría Menendez Proença de Carvalho e Vieira de Almeida têm ligações à empresária angolana. A PLMJ e a Proença de Carvalho recusaram-se a comentar sobre o caso, remetendo para o sigilo profissional.

Por outro lado, a Vieira de Almeida alega que “nunca teve como cliente a Engª Isabel dos Santos”, apesar de admitir que trabalhou com empresas participadas.

  ZAP //

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.