Óculos inteligentes projetam imagens diretamente na retina

O protótipo da Bosch foi uma das principais atrações da CES 2020, o maior evento de tecnologia do mundo, realizado no primeiro mês do ano.

A Bosch quer pôr fim às imagens projetadas nas lentes. Os seus novos óculos inteligentes Light Drive transmitem as imagens diretamente nos olhos, através de pequenos lasers.

O novo dispositivo, leve e discreto, promete ser um importante aliado nas tarefas mais simples do quotidiano. Apesar de a utilização ser muito simples, o funcionamento é bastante complexo: os óculos só funcionam se quem os estiver a utilizar os posicionar corretamente no rosto.

Ao invés de projetar as imagens nas lentes, o Light Drive usa um pequeno espelho eletromecânico para direcionar um trio de lasers – nas cores vermelha, azul e verde – num elemento holográfico transparente posicionado na lente direita. Esta, por sua vez, reflete a luz para o olho direito e cria a imagem diretamente na retina.

Para que este sistema funcione com sucesso, os lasers precisam de atravessar a pupila. Por esse motivo, os óculos devem estar posicionados corretamente. Além disso, os primeiros minutos de utilização dos óculos podem causar alguma estranheza, já que é preciso alguma habituação para que os nossos olhos se acostumem às imagens a surgir espontaneamente no campo de visão.

Evan Ackerman, do IEEE Spectrum, testou este novo dispositivo e explicou que é possível alterar certas definições, como a proximidade da imagem e o ajuste de foco. No entanto, depois de uma demonstração presencial, admitiu que é um pouco confuso a forma como o nosso cérebro se adapta a esta tecnologia.

Dado que estes óculos usam lasers para criar uma imagem de realidade aumentada diretamente na retina, a imagem refletida no dispositivo está sempre em foco. Além disso, uma vez que apenas um olho recebe a imagem, não há maneira de os dois olhos convergirem e estimarem o quão distante está o objeto.

Como todo este processo não é familiar ao cérebro, quem utilizar estes óculos inteligentes poderá sentir algumas sensações estranhas: um determinado texto projetado pelos óculos pode alinhar-se automaticamente com outros textos que se encontram à sua frente, por exemplo.

Ackerman destacou também o tamanho dos óculos: são cerca de 30% mais pequenos do que o produto concorrente da empresa North Focals. Além disso, esta tecnologia pesa menos de 10 gramas, o que pode configurar uma mais valia para quem precisar desta ajuda visual.

Outra das vantagens é a capacidade da bateria (350 mAh), que funciona durante um dia inteiro, além da visibilidade das lentes, que permite visualizar informações mesmo com a incidência da luz solar.

Os lasers oculares presentes neste dispositivo contam com a tecnologia de dois anos criada pela Intel. Para já, não está claro quando é que o Light Drive poderá chegar às mãos dos consumidores. Ainda assim, quando chegar, promete fazer a diferença.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

A Realidade Virtual pode ser a próxima terapia para tratar pânico, fobias e distúrbios

A Oxford VR, empresa britânica de realidade virtual, acaba de acumular mais de 13 milhões de euros para investir na terapia com a tecnologia do futuro. A companhia surgiu a partir do departamento de psiquiatria da …

Apple não deixa que vilões de filmes usem iPhones

A Apple não deixa que os vilões dos filmes de Hollywood usem os telemóveis iPhone no grande ecrã. Esta é apenas uma das empresas que não permite este tipo de coisa. Os filmes podem ter uma …

O coronavírus pode ser a "doença X" temida pelos especialistas

O coronavírus, que já matou 2.700 pessoas e infetou mais de 80 mil desde dezembro, está a tornar-se "rapidamente" no primeiro grande desafio pandémico do mundo, enquadrando-se nos moldes da "doença X" temida por especialistas. O …

Media Capital passou de lucros a prejuízos de 54,7 milhões

A Media Capital registou prejuízos de 54,7 milhões de euros no ano passado, contra lucros de 21,6 milhões de euros um ano antes, anunciou hoje a dona da TVI, que está em processo de compra …

Camas na classe económica dos aviões podem vir a tornar-se uma realidade

A companhia aérea neozelandesa Air New Zealand está a pensar incluir camas na classe económica de alguns dos seus voos mais longos. A ideia deverá avançar dentro de um ano. A companhia aérea neozelandesa Air New …

Temperatura do planeta pode estabilizar nos valores de há três milhões de anos

A temperatura no planeta pode estabilizar nos valores de há três milhões a cinco milhões de anos, caso a humanidade consiga estancar as emissões de gases com efeito de estufa até 2030, diz a especialista …

Operação Lex. Juiz Vaz das Neves arguido por corrupção e abuso de poder

O ex-presidente do Tribunal da Relação de Lisboa Vaz das Neves é arguido na Operação Lex por suspeitas de corrupção e abuso de poder relacionadas com a distribuição eletrónica de processos, disse à Lusa fonte …

Governo quer licenças de trabalho parcial pagas para pais no primeiro ano dos filhos

O Governo quer implementar licenças de trabalho parcial remuneradas para pais e mães de crianças no seu primeiro ano de vida, no âmbito do programa para a conciliação entre vida profissional e vida familiar e …

Covid-19. Portugal "tem de preparar-se para o pior" e ter plano de contingência

Ricardo Mexia, presidente da Associação Nacional de Médicos de Saúde Pública, defende que Portugal tem de se preparar para o pior e, por esta altura, já devia ser conhecido o plano de contingência em ação. "Convém …

Misteriosa mensagem esculpida numa rocha em França foi finalmente decifrada

A inscrição, gravada há 250 anos numa rocha na região francesa da Bretanha, foi finalmente decifrada graças a um concurso lançado pelo município. O mistério, que há muitos anos intrigava a comunidade científica e curiosos de …