OCDE. Professores e auxiliares prioritários na vacinação em dois terços dos países

Portugal está num grupo de 19 em 30 países da Organização para a Cooperação e o Desenvolvimento Económico (OCDE) que incluiu os professores e auxiliares das escolas nos grupos prioritários para a toma da vacina contra a covid-19, segundo um estudo divulgado esta semana pela entidade.

Como noticiou esta segunda-feira o Público, no relatório, o processo de vacinação dos professores é avaliado com os dados de março de 2021 e num contexto inicial de escassez de vacinas, com registos recolhidos entre março e dezembro de 2020 e tendo por base um inquérito realizado a 34 dos 37 países da OCDE.

Na maioria desses países foram estabelecidos critérios. Em Portugal, a vacinação começou em 27 de março pelos professores do pré-escolar e do 1º ciclo. Na Alemanha, na Lituânia, na Polónia, na Eslovénia e em Espanha o critério foi definido em função do nível escolar​. Já a Letónia definiu como prioritários o pré-escolar e os professores do ensino especial.

Dos 19 países que deram prioridade aos professores, a maioria respeitou a idade, com a Áustria, a Colômbia, o Chile, a República Checa, a Alemanha, a Hungria, a Eslovénia e a Letónia a chamar primeiro os professores mais velhos. Nos 11 restantes países o calendário é o mesmo do resto da população ou ainda não foi tomada decisão sobre esta matéria.

O estudo, que continuará por 2021, está igualmente a analisar os efeitos da pandemia nas aprendizagens. Em alguns países foram cancelados ou adiados exames e avaliações; outros aprofundaram a matéria reduzindo as disciplinas; outros usaram as aulas ‘online’ para consolidar matéria e as aulas presenciais para apresentar matéria nova; outros ainda investiram na formação de professores e numa melhor utilização dos espaços.

Em fevereiro de 2021, apenas um terço (30%) de 33 países com dados comparáveis tinham os estabelecimentos do ensino primário abertos total ou parcialmente; um quarto (24%) desses mesmos países tinham os 2º e 3º ciclos com as escolas a funcionar; e em 9% desses foi possível ter o secundário em regime presencial.

O estudo mostrou que, independentemente da taxa de incidência da covid-19, quanto mais robusto é o sistema de ensino mais provável será haver condições para manter as escolas abertas. A Bélgica, a Inglaterra e a França estão entre os países com taxas de incidência muito altas, mas onde as escolas fecharam menos de 50 dias em 2020.

O documento revelou ainda grandes diferenças entre países como a Costa Rica ou a Colômbia com as escolas fechadas na maioria dos dias úteis entre março e dezembro de 2020 e a Dinamarca (abaixo dos 20 dias), a Alemanha ou Nova Zelândia (com pouco mais de 20 dias de escolas fechadas).

Taísa Pagno //

PARTILHAR

RESPONDER

Brasil. Tribunal vai investigar Bolsonaro por alegações de fraude eleitoral

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) do Brasil decidiu na segunda-feira abrir uma investigação contra o Presidente Jair Bolsonaro. Em causa estão as suas declarações sobre fraude nas eleições do próximo ano. Segundo avançou a agência France …

Jantar do Chega com 170 pessoas. MP acusa Ventura de crime de desobediência

O líder do Chega, André Ventura, foi acusado pelo Ministério Público de ser coautor material do crime de desobediência, pelo jantar-comício organizado em Braga em plena pandemia. O Ministério Público acusou esta terça-feira o ex-candidato presidencial …

TAP. Bruxelas reconhece importância de salvar companhia mas sem distorcer concorrência

A Comissão Europeia reconhece a importância de o Estado português salvar a TAP, mas receia que o auxílio de 3.200 milhões à reestruturação viole as regras de concorrência e duvida que o mesmo garanta de …

Há 101 concelhos sem farmácias com testes comparticipados

Apesar de 461 farmácias já poderem fazer vender testes à covid-19 comparticipados, ainda há 101 concelhos sem qualquer apoio do Estado. Apesar de o Governo ter decidido comparticipar, há cerca de um mês, a 100% a …

Ataque ao Capitólio. Mais dois polícias cometeram suicídio, elevando o total para quatro

Depois da morte de dois agentes poucos dias depois do ataque, a Polícia Metropolitana confirmou que em Julho mais dois polícias que defenderam o Capitólio cometeram suicídio. Mais dois agentes de polícia que responderam à insurreição …

"Estamos do seu lado", garante Boris Johnson à opositora bielorrussa

O primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, disse esta terça-feira à líder da oposição bielorrussa no exílio, Svetlana Tikhanovskaya, que está “do seu lado” e do da Bielorrússia. Johnson manifestou “o seu forte apoio” a Tikhanovskaya “e ao …

Grupos negativos com "reservas muito em baixo". Federação apela para dádiva de sangue antes das férias

Federação Portuguesa de Dadores Benévolos de Sangue (FEPODABES) apelou esta terça-feira à dádiva de sangue antes de férias e sublinhou a necessidade de sangue dos grupos O-, A- e B -, que têm as reservas …

Multas nas praias. Falta de máscaras e ajuntamentos são as ações mais observadas pela polícia

A época balnear voltou a iniciar-se de uma forma diferente dos outro anos, com regras para os banhistas e donos de concessões. Quem não cumprir está sujeito a multas - o que tem sido uma …

EUA. Pelo menos dois feridos em tiroteio junto ao Pentágono. Edifício está encerrado

Um tiroteio esta terça-feira numa paragem de autocarros e metro junto ao Pentágono, em Arlington, Virgínia, nos Estados Unidos (EUA), causou pelo menos dois feridos. Segundo avançou o Correio da Manhã, imagens do local mostram os …

Ibiza planeia ter "detetives" estrangeiros infiltrados em festas ilegais

Medida tem como objetivo controlar as festas ilegais, promovidas com frequência nas redes sociais e que atraem locais, turistas e trabalhadores sazonais. Perante o número de casos crescente — a incidência está acima dos 1.800 casos …