Obama encontra-se com Dalai Lama e apoia direitos humanos dos tibetanos

Cea. / Flickr

O presidente Barack Obama com Sua Santidade, o Dalai Lama: dois Nobel da Paz encontram-se na Casa Branca

O presidente Barack Obama com Sua Santidade, o Dalai Lama: dois Nobel da Paz encontram-se na Casa Branca

O Presidente dos EUA, Barack Obama, ofereceu o seu “forte apoio” aos tibetanos na sua exigência de respeito pelos direitos humanos, durante uma reunião com o seu líder espiritual, Dalai Lama, em desafio à China.

“O Presidente reitera o seu forte apoio à preservação da especificidade da tradição religiosa, cultural e linguística e à proteção dos direitos humanos dos tibetanos na República Popular da China”, lê-se numa declaração da Casa Branca.

Os serviços da Presidência norte-americana adiantaram que Barack Obama apoiou a opção do Dalai Lama pelo diálogo pacífico e encorajou a China a recomeçar as conversações com o líder exilado ou os seus representantes.

A declaração rejeitou as acusações de Pequim ao Dalai Lama, um laureado com o Prémio Nobel da Paz que se descreve como pacifista, de este ter uma agenda separatista e de a reunião ser parte de uma conspiração para dividir a China.

“O Presidente reiterou a posição dos EUA de o Tibete ser parte da República Popular da China e de os EUA não apoiarem a independência do Tibete“, especificou-se no texto.

O comunicado da Casa Branca adiantou ainda que “o Dalai Lama declarou que não pretende a independência do Tibete e espera que o diálogo entre os seus representantes e o Governo chinês recomece”.

O encontro entre Obama e o Dalai Lama provocou críticas da China, que avisou que o encontro iria “ameaçar seriamente” as relações entre os dois países.

O Dalai Lama não foi visto na Casa Branca e, num sinal da sensibilidade diplomática do encontro, a administração norte-americana decidiu que a reunião seria fechada à imprensa.

O Conselho Nacional de Segurança dos Estados Unidos afirmou, na sua conta na rede social ‘Twitter’, que Obama se encontrou com o monge budista “como um líder religioso e cultural respeitado internacionalmente”.

O primeiro-ministro tibetano no exílio, Lobsang Sangay, elogiou Barack Obama por se reunir pela terceira vez, na qualidade de Presidente, com o Dalai Lama.

Sangay revelou que os dois, ambos galardoados com prémios Nobel da Paz, discutiram a questão dos direitos humanos nas regiões tibetanas sob administração chinesa.

“O encontro transmite uma mensagem poderosa para os tibetanos que se encontram no Tibete, porque dá-lhe um sentimento de esperança de que as suas vozes são ouvidas, até pela pessoa mais poderosa do mundo”, disse o primeiro-ministro tibetano à agência France Presse, após o encontro.

A China, que chama ao Dalai Lama um “lobo na pele de cordeiro” e o acusa de pretender a independência do Tibete, manifestou a sua “firme oposição” ao encontro, através do porta-voz do ministro dos Negócios Estrangeiros, Hua Chunying.

“Apelamos aos Estados Unidos para que encarem a preocupação da China de forma séria e que imediatamente cancele o encontro planeado”, disse Hua Chunying.

Sobre o Dalai Lama, Hua disse tratar-se de um “exilado político que tem estado há muito envolvido em ações separatistas anti-China, sob o disfarce da religião”.

Sangay desvalorizou as acusações chinesas, afirmando que o líder espiritual já afirmou claramente que não faz quaisquer mensagens “anti-China” e tem procurado pacificamente garantir uma maior autonomia aos tibetanos, aceitando a administração de Pequim.

Na quinta-feira, o Conselho Nacional de Segurança sublinhou que os Estados Unidos apoiam a abordagem do Dalai Lama, mas reconheceu que o Tibete faz “parte da República Popular da China”.

/Lusa

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Armam-se em valentes e em polícias do planeta Terra e não são capazes de dizer mais do que isto no que toca à questão Tibetana. Malditos interesses económicos! EUA está hipotecado à China! A ideia de grande potência mundial está longe da realidade, ela é mantida graças aos media e à sétima arte. Eles são é uma nação com grande armamento bélico e não muito mais do que isso.
    A independência do Tibete já não será para o meu tempo! Infelizmente!

RESPONDER

Califórnia já tem uma estrada pavimentada com plástico

O que parece uma estrada comum é agora a mais recente novidade na cidade de Oroville, na Califórnia. A nova construção junta uma tecnologia que mistura garrafas de plástico com asfalto. Por cada quilómetro de …

Mais de mil operacionais combatem cinco grandes fogos em Portugal

Mais de 1100 operacionais e 16 meios aéreos estão a combater, esta quinta-feira, os cinco maiores incêndios rurais em território continental, concentrados sobretudo na região Centro, de acordo com dados da Proteção Civil. Segundo o site …

Coca-Cola financiou estudos científicos que minimizaram o papel das bebidas açucaradas na obesidade, revela investigação

A Coca-Cola terá financiado com milhões de dólares vários estudos científicos que minimizaram o impacto das bebidas açucaradas na obesidade. A conclusão é de uma investigação publicada na revista médica Public Health Nutrition, que conta …

André Ventura vai pedir suspensão temporária do mandato no Parlamento

O deputado do Chega vai pedir, em setembro, a suspensão do mandato parlamentar até fevereiro do próximo ano para se dedicar às campanhas eleitorais da região dos Açores e das Presidenciais. Em declarações à agência Lusa, …

Governo abre concursos para 800 novos técnicos especializados nas escolas

As escolas vão poder contratar mais de 800 novos técnicos especializados, um reforço de recursos humanos "englobado nas medidas excecionais de organização e funcionamento das escolas para o próximo ano letivo". "As escolas vão poder contratar …

Macron em Beirute: "Se não houver reformas, Líbano continuará a afundar-se"

O Presidente francês chegou, esta quinta-feira, a Beirute, no Líbano. É o primeiro chefe de Estado a visitar o país depois das explosões que destruíram parte da capital.  Emmanuel Macron aterrou no Líbano, esta quinta-feira, e …

"Eu disparei". Neonazi alemão confessa ter matado autarca Walter Lübcke

Um neonazi alemão confessou hoje em tribunal ter matado o autarca Walter Lübcke em 2019, homicídio que chocou o país e fez ressurgir o debate sobre a violência de extrema-direita na Alemanha. "Eu disparei" sobre Walter …

Há 16 anos que não havia tão pouca água na albufeira do Alqueva

É preciso recuar ao ano de 2004 para encontrar uma altura em que esta albufeira tenha tido menos água do que agora, que corresponde apenas a 63,8% do seu nível de pleno armazenamento. De acordo com …

CTT passam de lucros a prejuízos de dois milhões de euros

Os CTT registaram, no primeiro semestre deste ano, prejuízos de dois milhões de euros, o que compara com lucros de nove milhões de euros em igual período de 2019. "O resultado líquido foi de -2 milhões …

Equipa do ciclista em estado grave vai apresentar queixa-crime contra o rival

O diretor da equipa Deceuninck-Quick Step confirmou, esta quinta-feira, que vai apresentar uma queixa-crime contra o ciclista Dylan Groenewegen, face à sua responsabilidade na grave queda de Fabio Jakobsen no Tour da Polónia. "Confirmo as mensagens …