Obama encontra-se com Dalai Lama e apoia direitos humanos dos tibetanos

Cea. / Flickr

O presidente Barack Obama com Sua Santidade, o Dalai Lama: dois Nobel da Paz encontram-se na Casa Branca

O presidente Barack Obama com Sua Santidade, o Dalai Lama: dois Nobel da Paz encontram-se na Casa Branca

O Presidente dos EUA, Barack Obama, ofereceu o seu “forte apoio” aos tibetanos na sua exigência de respeito pelos direitos humanos, durante uma reunião com o seu líder espiritual, Dalai Lama, em desafio à China.

“O Presidente reitera o seu forte apoio à preservação da especificidade da tradição religiosa, cultural e linguística e à proteção dos direitos humanos dos tibetanos na República Popular da China”, lê-se numa declaração da Casa Branca.

Os serviços da Presidência norte-americana adiantaram que Barack Obama apoiou a opção do Dalai Lama pelo diálogo pacífico e encorajou a China a recomeçar as conversações com o líder exilado ou os seus representantes.

A declaração rejeitou as acusações de Pequim ao Dalai Lama, um laureado com o Prémio Nobel da Paz que se descreve como pacifista, de este ter uma agenda separatista e de a reunião ser parte de uma conspiração para dividir a China.

“O Presidente reiterou a posição dos EUA de o Tibete ser parte da República Popular da China e de os EUA não apoiarem a independência do Tibete“, especificou-se no texto.

O comunicado da Casa Branca adiantou ainda que “o Dalai Lama declarou que não pretende a independência do Tibete e espera que o diálogo entre os seus representantes e o Governo chinês recomece”.

O encontro entre Obama e o Dalai Lama provocou críticas da China, que avisou que o encontro iria “ameaçar seriamente” as relações entre os dois países.

O Dalai Lama não foi visto na Casa Branca e, num sinal da sensibilidade diplomática do encontro, a administração norte-americana decidiu que a reunião seria fechada à imprensa.

O Conselho Nacional de Segurança dos Estados Unidos afirmou, na sua conta na rede social ‘Twitter’, que Obama se encontrou com o monge budista “como um líder religioso e cultural respeitado internacionalmente”.

O primeiro-ministro tibetano no exílio, Lobsang Sangay, elogiou Barack Obama por se reunir pela terceira vez, na qualidade de Presidente, com o Dalai Lama.

Sangay revelou que os dois, ambos galardoados com prémios Nobel da Paz, discutiram a questão dos direitos humanos nas regiões tibetanas sob administração chinesa.

“O encontro transmite uma mensagem poderosa para os tibetanos que se encontram no Tibete, porque dá-lhe um sentimento de esperança de que as suas vozes são ouvidas, até pela pessoa mais poderosa do mundo”, disse o primeiro-ministro tibetano à agência France Presse, após o encontro.

A China, que chama ao Dalai Lama um “lobo na pele de cordeiro” e o acusa de pretender a independência do Tibete, manifestou a sua “firme oposição” ao encontro, através do porta-voz do ministro dos Negócios Estrangeiros, Hua Chunying.

“Apelamos aos Estados Unidos para que encarem a preocupação da China de forma séria e que imediatamente cancele o encontro planeado”, disse Hua Chunying.

Sobre o Dalai Lama, Hua disse tratar-se de um “exilado político que tem estado há muito envolvido em ações separatistas anti-China, sob o disfarce da religião”.

Sangay desvalorizou as acusações chinesas, afirmando que o líder espiritual já afirmou claramente que não faz quaisquer mensagens “anti-China” e tem procurado pacificamente garantir uma maior autonomia aos tibetanos, aceitando a administração de Pequim.

Na quinta-feira, o Conselho Nacional de Segurança sublinhou que os Estados Unidos apoiam a abordagem do Dalai Lama, mas reconheceu que o Tibete faz “parte da República Popular da China”.

/Lusa

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Armam-se em valentes e em polícias do planeta Terra e não são capazes de dizer mais do que isto no que toca à questão Tibetana. Malditos interesses económicos! EUA está hipotecado à China! A ideia de grande potência mundial está longe da realidade, ela é mantida graças aos media e à sétima arte. Eles são é uma nação com grande armamento bélico e não muito mais do que isso.
    A independência do Tibete já não será para o meu tempo! Infelizmente!

RESPONDER

Lágrimas de cristal. Jovem chora "diamantes" em vez de lágrimas

Em vez de lágrimas, Satenik Kazarián chora pequenos cristais. Os médicos ainda não conseguiram obter um diagnóstico preciso da doença, que tem tornado a vida desta jovem num autêntico "inferno". Satenik Kazarián, uma arménia de apenas …

UGT defende aumento do salário mínimo para 660 euros em 2020

A União Geral de Trabalhadores (UGT) reivindicou, esta segunda-feira, a subida do salário mínimo para 660 euros em 2020, para que se atinja um patamar de, pelo menos, 800 euros no final da próxima legislatura …

Troca de garrafas de gás de qualquer marca obrigatória a partir de terça-feira

Os pontos de venda de gás engarrafado vão ser obrigados, a partir desta terça-feira, a aceitar botijas vazias de qualquer marca, segundo um regulamento publicado esta segunda. A medida já tinha sido aprovada pelo Governo no …

Pais ameaçam fechar 11 escolas em Gaia. Diretor admite haver razões para isso

As associações de pais de Canelas, em Vila Nova de Gaia, ameaçam fechar os 11 estabelecimentos de ensino que compõem o agrupamento escolar. Os pais dizem que a falta de funcionários compromete a segurança de crianças …

Rutura de coletor na origem de dejetos junto ao Festival Iminente

Denúncias nas redes sociais mostravam esgotos a céu aberto junto ao panorâmico de Monsanto, com dejetos como restos de papel higiénico, luvas de plástico e bocados de comida.  Segundo o Expresso, as fotografias e os vídeos …

Marroquinas declaram-se "fora da lei" para defender a sua liberdade

Centenas de marroquinas declararam-se "fora-da-lei", proclamando terem já violado as "obsoletas" leis sobre os costumes e o aborto, num manifesto publicado, esta segunda-feira, por vários media marroquinos em nome das liberdades individuais. A tomada de …

Emmy. Atrizes usam palco para apelos pró-transexuais, igualdade salarial e imigração

As atrizes Patricia Arquette, Michelle Williams e Alex Borstein usaram o seu discurso de vitória nos prémios Emmy da Academia de Televisão, que decorreu esta madrugada em Los Angeles, nos Estados Unidos (EUA) para fazerem …

Assunção Cristas ataca falhanços do Governo na saúde

A presidente do CDS-PP atacou, esta segunda-feira, os falhanços do Governo e visitou uma Unidade de Saúde Familiar (USF) em Lisboa para pedir contas à promessa de acabar com os centros de saúde em prédios …

Companhia aérea fez mais de 80 voos sem nenhum passageiro a bordo (e não se sabe porquê)

Um relatório revelou que a companhia aérea Pakistan International Airlines (PIA) fez mais de 80 voos sem ter nenhum passageiro a bordo. Estas operações aconteceram durante dois anos, desde 2016 até 2017, e as perda financeiras …

Rússia adere definitivamente ao acordo de Paris

A Rússia assinou, esta segunda-feira, uma resolução governamental que consagra a adesão definitiva ao Acordo de Paris sobre redução de emissões de gases com efeito de estufa, assinado por 195 países. "O primeiro-ministro russo, Dmitri Medvedev, …