Obama encontra-se com Dalai Lama e apoia direitos humanos dos tibetanos

Cea. / Flickr

O presidente Barack Obama com Sua Santidade, o Dalai Lama: dois Nobel da Paz encontram-se na Casa Branca

O presidente Barack Obama com Sua Santidade, o Dalai Lama: dois Nobel da Paz encontram-se na Casa Branca

O Presidente dos EUA, Barack Obama, ofereceu o seu “forte apoio” aos tibetanos na sua exigência de respeito pelos direitos humanos, durante uma reunião com o seu líder espiritual, Dalai Lama, em desafio à China.

“O Presidente reitera o seu forte apoio à preservação da especificidade da tradição religiosa, cultural e linguística e à proteção dos direitos humanos dos tibetanos na República Popular da China”, lê-se numa declaração da Casa Branca.

Os serviços da Presidência norte-americana adiantaram que Barack Obama apoiou a opção do Dalai Lama pelo diálogo pacífico e encorajou a China a recomeçar as conversações com o líder exilado ou os seus representantes.

A declaração rejeitou as acusações de Pequim ao Dalai Lama, um laureado com o Prémio Nobel da Paz que se descreve como pacifista, de este ter uma agenda separatista e de a reunião ser parte de uma conspiração para dividir a China.

“O Presidente reiterou a posição dos EUA de o Tibete ser parte da República Popular da China e de os EUA não apoiarem a independência do Tibete“, especificou-se no texto.

O comunicado da Casa Branca adiantou ainda que “o Dalai Lama declarou que não pretende a independência do Tibete e espera que o diálogo entre os seus representantes e o Governo chinês recomece”.

O encontro entre Obama e o Dalai Lama provocou críticas da China, que avisou que o encontro iria “ameaçar seriamente” as relações entre os dois países.

O Dalai Lama não foi visto na Casa Branca e, num sinal da sensibilidade diplomática do encontro, a administração norte-americana decidiu que a reunião seria fechada à imprensa.

O Conselho Nacional de Segurança dos Estados Unidos afirmou, na sua conta na rede social ‘Twitter’, que Obama se encontrou com o monge budista “como um líder religioso e cultural respeitado internacionalmente”.

O primeiro-ministro tibetano no exílio, Lobsang Sangay, elogiou Barack Obama por se reunir pela terceira vez, na qualidade de Presidente, com o Dalai Lama.

Sangay revelou que os dois, ambos galardoados com prémios Nobel da Paz, discutiram a questão dos direitos humanos nas regiões tibetanas sob administração chinesa.

“O encontro transmite uma mensagem poderosa para os tibetanos que se encontram no Tibete, porque dá-lhe um sentimento de esperança de que as suas vozes são ouvidas, até pela pessoa mais poderosa do mundo”, disse o primeiro-ministro tibetano à agência France Presse, após o encontro.

A China, que chama ao Dalai Lama um “lobo na pele de cordeiro” e o acusa de pretender a independência do Tibete, manifestou a sua “firme oposição” ao encontro, através do porta-voz do ministro dos Negócios Estrangeiros, Hua Chunying.

“Apelamos aos Estados Unidos para que encarem a preocupação da China de forma séria e que imediatamente cancele o encontro planeado”, disse Hua Chunying.

Sobre o Dalai Lama, Hua disse tratar-se de um “exilado político que tem estado há muito envolvido em ações separatistas anti-China, sob o disfarce da religião”.

Sangay desvalorizou as acusações chinesas, afirmando que o líder espiritual já afirmou claramente que não faz quaisquer mensagens “anti-China” e tem procurado pacificamente garantir uma maior autonomia aos tibetanos, aceitando a administração de Pequim.

Na quinta-feira, o Conselho Nacional de Segurança sublinhou que os Estados Unidos apoiam a abordagem do Dalai Lama, mas reconheceu que o Tibete faz “parte da República Popular da China”.

/Lusa

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Armam-se em valentes e em polícias do planeta Terra e não são capazes de dizer mais do que isto no que toca à questão Tibetana. Malditos interesses económicos! EUA está hipotecado à China! A ideia de grande potência mundial está longe da realidade, ela é mantida graças aos media e à sétima arte. Eles são é uma nação com grande armamento bélico e não muito mais do que isso.
    A independência do Tibete já não será para o meu tempo! Infelizmente!

RESPONDER

Procura mundial de petróleo pode alcançar o seu nível mais baixo numa década por causa do coronavírus

O surto de coronavírus afetará de forma "significativa" a procura global por petróleo, podendo esta atingir o seu nível de procura mais baixo numa década, alerta a Agência Internacional de Energia (IEA). Com a desaceleração da …

Vitória SC 1-2 Porto | “Dragão” cola-se à liderança

A Liga NOS está ao rubro. O FC Porto foi a Guimarães vencer o Vitória SC por 2-1 e está a apenas um ponto da liderança do campeonato, na sequência da derrota do Benfica no …

Ventura não faz "fretes". Chega não viabilizará Governo do PSD se não houver cedências

Para governar com a direita, o PSD precisa do recém-eleito Chega. No entanto, há características que separam os partidos: enquanto que os sociais-democratas se querem estabelecer ao centro, André Ventura estabelece linhas vermelhas e não …

Egito atinge 100 milhões de habitantes (mas não há grandes motivos para celebrar)

A população do Egito atingiu os 100 milhões de habitantes, tornando-se no país árabe mais populoso e o terceiro em África atrás da Etiópia e da Nigéria, anunciaram ontem as autoridades. O calculador eletrónico instalado no …

Coronavírus: Há mais dois casos suspeitos em Portugal

Há mais dois casos suspeitos de infeção por coronavírus em Portugal. Os doentes, que vieram da China, já foram encaminhados para o Hospital Curry Cabral, em Lisboa, e para o Hospital de São João, no …

Morreu o ator Tozé Martinho

O ator António José Bastos de Oliveira Martinho, mais conhecido como Tozé Martinho, morreu este domingo aos 72 anos. Tozé Martinho morreu este domingo, aos 72 anos. O ator foi levado para o Hospital de Cascais, …

NASA já tem um preço para a próxima alunagem

O responsável pelos voos tripulados da NASA, Doug Loverro, revelou esta semana que a agência espacial vai precisar de  35 mil milhões de dólares nos próximos quatro anos para conseguir voltar a pisar a Lua …

Covid-19: FMI admite que crescimento mundial desça para 3,1% este ano

A diretora-geral do Fundo Monetário Internacional admitiu este domingo que a previsão de 3,3% para o crescimento da economia mundial possa descer 0,1 ou 0,2 pontos percentuais devido à propagação do coronavírus. "Por enquanto, a nossa …

Próximo Orçamento tem de começar a ser apresentado em abril (mas Centeno não o fará)

As novas regras de desenho de orçamentos vão ser novamente adiadas, avança este domingo o semanário Expresso. A equipa das Finanças já está concentrada no próximo Orçamento do Estado. No entanto, apesar de haver uma lei …

Exército do Canadá quer saia da farda mais curta para atrair mulheres

Para aumentar o alistamento de mulheres, o exército do Canadá está a considerar fazer alterações à farda, encurtando as saias, e referir-se às medalhas como "bling", palavra em inglês usada para se referir acessórios caros …