O homem que tramou Temer tem 133 milhões no estrangeiro para Lula e Dilma

Antonio Cruz / Agência Brasil

Lula da Silva e Dilma Rousseff

Lula da Silva e Dilma Rousseff

O empresário brasileiro Joesley Batista manteve duas contas no exterior, no valor de 150 milhões de dólares (133 milhões de euros) para pagamento de subornos aos ex-Presidentes Luiz Inácio Lula da Silva e Dilma Rousseff.

A declaração faz parte de um depoimento aos procuradores brasileiros que fazem parte da Operação Lava Jato, num acordo de colaboração do empresário com a Justiça, e que foi divulgado hoje.

O dono da JBS revelou que o dinheiro era gerido pelo ex-ministro das Finanças de Dilma Rousseff, Guido Mantega, que teria pedido para o empresário abrir as contas, uma para Lula da Silva e outra para Dilma Rousseff.

O ex-ministro também o orientou a gastar o saldo destas contas em campanhas eleitorais do Partido dos Trabalhadores (PT) e outras formações partidárias aliadas em 2014.

Joesley Batista contou que Guido Mantega lhe disse que tanto Lula como Dilma sabiam das contas no exterior, mantidas com dinheiro desviado dos negócios firmados pela JBS com o Banco Nacional de Desenvolvimento Económico e Social (BNDES) e com fundos de pensões.

Batista acrescentou que chegou a procurar Dilma Rousseff para contar que o dinheiro estava a acabar, e que mesmo assim ela o autorizou a fazer uma transferência no valor de 30 milhões de reais (8,2 milhões de euros) para a campanha do atual governador de Minas Gerais, Fernando Pimentel.

No depoimento, Joesley Batista alegou que não conhecia Lula da Silva muito bem, mas destacou que informou o ex-Presidente das doações numa reunião.

“Eu fui lá ao Lula e disse: Nós estamos fazendo esta doação, somos o maior doador e essa conta nossa já passou de 300 milhões de reais [82 milhões de euros], o senhor está vendo a exposição que vai ser isto”, relatou.

O Presente Lula da Silva ficou olhando para mim e não falou nada, não falou nem sim nem não e ficou um silêncio na sala”, completou Joesley Batista.

Os advogados de Lula da Silva enviaram uma nota à imprensa em que alegam que “as afirmações de Joesley Batista em relação a Lula [da Silva] não decorrem de qualquer contacto com o ex-Presidente, mas sim de supostos diálogos com terceiros”, que não foram comprovados.

Depois da divulgação do depoimento, a assessoria de imprensa de Dilma Rousseff divulgou uma nota afirmando que a ex-Presidente “jamais tratou ou solicitou doações de qualquer empresário, nem pagamentos ou financiamentos ilegais para as campanhas eleitorais, tanto em 2010 quanto em 2014, fosse para si ou quaisquer outros candidatos”.

O texto conclui apontando que “Dilma Rousseff jamais teve contas no exterior. Nunca autorizou, em seu nome ou de terceiros, a abertura de empresas em paraísos fiscais”.

PGR acusa Temer de obstrução à Justiça

O Presidente do Brasil, Michel Temer, e o senador afastado Aécio Neves atuaram em conjunto para impedir o avanço das investigações de corrupção da Operação Lava Jato, anunciou esta sexta-feira o Procurador-Geral da República, Rodrigo Janot.

A acusação consta no documento que a Procuradoria Geral da República (PGR) dirigiu ao Supremo Tribunal Federal (STF) e que está na origem na abertura do inquérito contra o chefe de Estado brasileiro.

Segundo Janot, Aécio Neves, em articulação com outros políticos, incluindo o Presidente, tentou impedir o avanço da operação Lava Jato sugerindo a escolha de delegados da polícia corruptos para a condução das investigações.

“Assim, vemos a possível prática do crime de obstrução da justiça“, destaca Rodrigo Janot, no documento enviado ao magistrado do STF, Edson Fachin, relator da Operação Lava Jato.

O PGR também considera que Michel Temer cometeu os crimes de corrupção passiva e formação de organização criminosa.

O pedido de abertura de inquérito assinado pelo Procurador-Geral destaca que a gravação entregue pelo empresário mostra que Michel Temer deu “aval” para comprar o silêncio de Eduardo Cunha, ex-presidente da câmara baixa brasileira, atualmente a cumprir pena de prisão por corrupção.

Num comunicado emitido pela Presidência da República é sublinhado que “Michel Temer não recebeu valores, a não ser os permitidos pela Lei Eleitoral e declarados ao Tribunal Superior Eleitoral. Portanto, não tem envolvimento em nenhum tipo de crime”.

ZAP // Lusa

RESPONDER

Estado de saúde de José Eduardo dos Santos piorou "significativamente"

A situação clínica do Presidente de Angola, José Eduardo dos Santos, agravou-se "significativamente" nos últimos dias, de tal forma que não vai marcar presença em qualquer evento da campanha eleitoral. A notícia é avançada pelo jornal …

"O Banco de Portugal é que criou os lesados do BES"

Ricardo Salgado entra ao ataque na primeira grande entrevista concedida depois da queda do BES, há três anos. O ex-banqueiro responsabiliza o Banco de Portugal por haver lesados e ataca Passos Coelho e o primo …

Duterte não vai aos EUA porque "já viu a América e não presta"

O Presidente das Filipinas declarou que nunca irá visitar os Estados Unidos enquanto for chefe de Estado, afirmando que “já viu a América e não presta”. Rodrigo Roa Duterte fez o mais recente ataque verbal contra …

André Ventura promete criar "um exército de protecção" em Loures

A segurança é o ponto forte do candidato do PSD à Câmara de Loures. E depois das críticas contra a comunidade cigana, André Ventura promete agora, criar um "exército de protecção" para a cidade. Em entrevista …

Mistério da carta de Abraham Lincoln terá sido finalmente resolvido

Linguistas forenses acreditam ter resolvido o mistério da famosa "Carta Bixby", datada da era da Guerra Civil norte-americana, que historiadores atribuem ao presidente Abraham Lincoln. Mas afinal, não terá sido ele a escrevê-la. Conhecida como a …

Polícia evitou ataque terrorista contra o Papa em Fátima

Um cidadão marroquino casado com uma bombeira portuguesa terá planeado um ataque terrorista contra o Papa Francisco, durante a sua visita a Fátima, no passado mês de Maio, mas acabou por ser neutralizado pela polícia. A …

Lista oficial de mortes de Pedrógão exclui 65.ª vítima (e pode haver mais)

O número de mortes causadas pelo incêndio de Pedrógão Grande terá ultrapassado as 64 vítimas anunciadas oficialmente. Haverá uma 65ª vítima mortal, e é possível que haja mais. A informação foi apurada pelo Expresso, que na …

Henrique Neto arrasa António Costa e abandona o PS

O antigo deputado, dirigente socialista e candidato à presidência Henrique Neto vai abandonar o Partido Socialista, em desacordo com António Costa, que considera "um bom executante da política à portuguesa e um erro de casting …

Chefe da polícia de Minneapolis demite-se após morte de australiana

A chefe da polícia da cidade norte-americana de Minneapolis demitiu-se na sexta-feira a pedido da presidente da câmara, depois de a polícia ter morto a tiro uma mulher desarmada. A australiana Justine Damond, professora de ioga …

Homens actuais têm na saliva vestígios de espécie ‘fantasma’ de humanos primitivos

Uma investigação encontrou na saliva de homens actuais pistas que indicam que houve um cruzamento entre humanos primitivos e um parente antigo enigmático. Estudos anteriores já tinham apontado que os antepassados dos humanos modernos se tinham …