Casal mata 14 pessoas em tiroteio na California

Pelo menos 14 pessoas morreram e mais 14 ficaram feridos durante um tiroteio na cidade de San Bernardino, no sul da Califórnia, informou um porta-voz da polícia local.

“Até ao momento temos conhecimento de pelo menos 14 mortos e 17 feridos”, disse o porta-voz, “mas esta é uma informação preliminar”.

Segundo o Los Angeles Times, o número de vítimas mortais apurado até ao momento faz deste incidente o mais mortífero ocorrido este ano nos EUA.

O tiroteio ocorreu durante a festa anual de Natal do Inland Regional Center, o centro de serviços sociais para deficientes mentais da região.

O Presidente Barack Obama já deplorou a repetição destas ocorrências, “sem equivalente no mundo”.

Durante uma conferência de imprensa, transmitida pela CNN, o representante da polícia informou que “os feridos foram enviados para hospitais locais em estado grave”.

Sabe-se que um grupo de pessoas armadas entrou no edifício e abriu fogo contra os presentes.

Segundo a polícia, cerca de 30 pessoas teriam sido mantidas como reféns, mas depois foram liberados e deixaram o edifício.

Canais de TV dos Estados Unidos divulgaram imagens de dezenas de pessoas a abandonar a área, cercada pela polícia, com as mãos no ar, enquanto as autoridades procuravam suspeitos.

Não há informações de quantas pessoas estariam no interior do edifício, que oferece serviços sociais de ajuda a pessoas com deficiência.

Testemunhas afirmam ter visto três homens fortemente armados e com coletes à prova de bala a fugir do local num SUV preto.

Uma equipa de intervenção SWAT foi chamada ao local, tendo conseguido cercar os fugitivos.

Depois de várias horas de perseguição, dois dos atacantes foram abatidos pela equipa SWAT, um outro foi detido, e um terceiro ter-se-á barricado numa igreja local.

Segundo a CBS, os atacantes mortos são Syed Farook, de 28 anos e nacionalidade norte-americana, e a sua mulher, Tashfeen Malik, de 27 anos.

Farook era funcionário público, e trabalhava como especialista em saúde ambiental na administração local, tendo atacado pessoas com quem lidava diariamente.

Foi identificado como um dos atacantes por colegas que sobreviveram ao tiroteio.

Há 5 anos, Syed Farook estava inscrito no iMilap, um site de dating, onde se apresentava como “um muçulmano de 22 anos, de uma família religiosa mas moderna, inspector de saúde e segurança ambiental.

O casal de atacantes mortos deixa uma filha de seis meses.

Não foram ainda identificadas quaisquer explicações para as motivações do tiroteio, mas, segundo o Heavy.com, as autoridades não excluíram para já a possibilidade de se ter tratado de um ataque terrorista.

ZAP

PARTILHAR

RESPONDER

PSP já apanhou mais de três mil pessoas a conduzir sem carta este ano

O número de pessoas detetadas a conduzir sem carta aumentou 22% nos sete primeiros meses deste ano, em comparação com o mesmo período do ano passado. "De 1 de janeiro a 31 de julho de 2020, …

"Vacina deve ser um bem global de saúde pública". OMS critica "nacionalismo de vacinas"

A Organização Mundial de Saúde (OMS) criticou na quinta-feira o "nacionalismo de vacinas" para a covid-19, afirmando que qualquer país terá benefícios económicos e de saúde se o resto do mundo recuperar da pandemia. "O nacionalismo …

Depois da explosão, os protestos em Beirute. Manifestantes anti-Governo pedem mudança política urgente

Esta quinta-feira, dezenas de manifestantes foram dispersos com gás lacrimogéneo quando protestavam na sequência da explosão em Beirute, capital do Líbano, que provocou pelo menos 149 mortos, cinco mil feridos e a destruição de casas …

Em vez de flores, família de Fernanda Lapa pede donativos por Bruno Candé

A família da atriz, que faleceu esta quinta-feira, apela a que quem queira oferecer flores para o funeral faça antes um donativo para os herdeiros do ator Bruno Candé, que foi assassinado, em Lisboa. "A Família …

Orbán diz que todos os migrantes ilegais são potenciais "bombas biológicas"

O primeiro-ministro da Hungria, o ultranacionalista Viktor Orbán, defendeu esta sexta-feira que se deve impedir a chegada de imigrantes ilegais ao país porque estes são potenciais "bombas biológicas" devido à covid-19. Conhecido pelos seus discursos contra …

Donald Trump proíbe transações com empresa chinesa detentora do TikTok

Donald Trump assinou uma ordem executiva que proíbe as transações com a ByteDance no prazo de 45 dias e o Senado já aprovou o projeto de lei que proíbe o descarregamento e utilização da aplicação. …

Preocupado com os incêndios, Marcelo admite interromper férias. Ontem foi o pior dia

O Presidente da Repúblic disse esta quinta-feira que está a acompanhar a vaga de incêndios que assola o território continental e admitiu a possibilidade de interromper as férias no Porto Santo se a situação piorar. "É …

Portugal foi o "patinho feio", mas volta a estar em contraciclo com a Europa (por bons motivos)

Portugal destaca-se agora por apresentar uma tendência de redução de novos casos de infeção pelo novo coronavírus, ao contrário de outros países europeus. Quando o novo coronavírus começou a ganhar terreno no continente europeu, Portugal foi …

Kim Jong-un insiste que a Coreia do Norte travou o vírus, mas intensifica combate à covid-19

Kim Jong-un tem repetido várias vezes que a Coreia do norte "travou o vírus maligno", mas o reforço das medidas de combate à covid-19 e a canalização urgente de material médico e alimentos para Kaesong …

Novo Banco tinha autorização de Bruxelas para financiar venda de imóveis

A DG Comp da Comissão Europeia autorizou o Novo Banco a conceder crédito aos compradores do imobiliário vendido pela instituição. Quando o Novo Banco foi constituído, o acordo assinado entre a Direção Geral da Concorrência europeia …