Novo nanomaterial permite extrair hidrogénio da água do mar usando apenas o Sol

Foi desenvolvido um novo nanomaterial que pode libertar o hidrogénio da água do mar de forma muito mais barata e eficiente do que os métodos já existentes, potenciando uma nova forma de desbloquear fontes de energia mais sustentáveis.

Encontrar uma forma de produzir hidrogénio a partir da água, que não implique um custo ou energia muito elevados, poderia reduzir significativamente a nossa dependência dos combustíveis fósseis.

Agora, uma equipa da Universidade da Flórida Central, nos EUA, informou que um novo método de extração é particularmente adequado à sua terra natal, uma vez que tem abundância de luz solar e água do mar – os dois elementos naturais que fazem todo o processo funcionar.

“Abrimos uma nova janela para dividir água real, e não apenas água purificada feita em laboratório”, afirma o investigador Yang Yang, que há cerca de uma década se dedica ao desenvolvimento desta tecnologia. “Isto realmente funciona bem na água do mar“.

Ao colocar uma célula de combustível de hidrogénio num carro, o único desperdício será água, que pode ser transformada em hidrogénio e oxigénio – algo verdadeiramente sustentável, limpo e amigo do ambiente para fornecer energia.

University of Central Florida

O professor Yang Yang, da UCF

O problema é produzir hidrogénio, seja a partir da água ou de outra fonte, de uma forma económica que não custe ainda mais energia e que crie mais carbono do que economiza. É um enigma que cientistas por todo o mundo estão a tentar solucionar.

A verdade é que os cientistas já tinham olhado para a possibilidade de obter hidrogénio a partir da água do mar – pode ser feito, mas utiliza demasiada eletricidade. A qualidade da água nos oceanos, incluindo o sal, tornam o processo particularmente complicado.

Para este estudo, Yang e a sua equipa desenvolveram um novo nanomaterial para atuar como fotocatalisador, estimulando a reação química que ocorre quando a luz atinge uma superfície: neste caso, produzindo gás hidrogénio a partir da água.

Crucialmente, o nanomaterial captura um espectro mais amplo de luz do que outros materiais, para que possa utilizar mais energia do Sol. Também foi especialmente concebido para suportar as condições difíceis da água do mar.

O material híbrido é baseado em dióxido de titânio, o fotocatalisador mais comum, mas está gravado com nanocavidades microscópicas revestidas com um composto chamado dissulfeto de molibdénio.

University of Central Florida

Conceito artístico do nanomaterial híbrido desenvolvido pela equipa do professor Yang

Esta é a fórmula mágica que torna a libertação de hidrogénio muito mais eficaz e a um custo razoável. Segundo o estudo, publicado na Energy & Environmental Science, é pelo menos duas vezes mais eficiente que os fotocatalisadores atuais.

Ainda há um grande caminho pela frente relativamente a esta tecnologia, porém, os testes iniciais realizados por esta equipa já mostram resultados promissores. Além disso, usar diretamente a luz solar em vez de obter eletricidade a partir de painéis solares dispensa o armazenamento de energia elétrica em baterias. O gás hidrogénio pode ser armazenado e transportado, o que é mais fácil de fazer.

“Podemos absorver muito mais energia solar da luz do que do material convencional”, diz Yang. “Eventualmente, se isto for comercializado, seria bom para a economia da Flórida”.

PARTILHAR

RESPONDER

Avó e tios do bebé deixado no lixo estão a tentar a guarda da criança

O embaixador de Cabo Verde em Portugal explicou, esta sexta-feira, que a mãe e os irmãos da cabo-verdiana suspeita de abandonar o filho num ecoponto estão a tentar obter a guarda da criança por acreditarem …

Esta tecnologia de edição de genoma pode mudar o mundo (mas o seu criador tem receio disso)

A inovação de Kevin Esvelt tem potencial para ser usada tanto para o bem como para o mal. Os perigos que pode advir dela, deixam o biólogo reticente em relação a esta tecnologia, que também …

Governo quer "conciliação" entre tribunais criminais e de família em casos de violência doméstica

O Governo quer que os juízes de instrução possam determinar simultaneamente as medidas de coação a um agressor em contexto de violência doméstica e as medidas provisórias relativas às crianças, seja de promoção e proteção …

Sp. Braga critica autarquia por transmitir jogo do Flamengo em ecrã gigante

O Sporting de Braga acusou a Câmara Municipal de Braga de desrespeitar o clube e os seus adeptos por colaborar na organização da transmissão da final da Taça dos Libertadores de futebol, entre Flamengo e …

Hermínio Loureiro pede suspensão de mandatos na FPF e COP

Hermínio Loureiro pediu a suspensão dos mandatos de vice-presidente da FPF e do COP, esta sexta-feira, na sequência da acusação do Ministério Público na operação Ajuste Secreto. Numa carta enviada à FPF, a que a agência …

Oxford escolhe "emergência climática" para Palavra do Ano 2019

A Palavra do Ano 2019 escolhida pelos Dicionários de Oxford foi "emergência climática", "situação na qual é requerida uma ação urgente", revelou na quinta-feira esta componente da editora da Universidade homóloga. A Palavra Oxford do Ano …

Erro no IRS de 2015. Contribuintes podem contestar nova liquidação

O novo apuramento do imposto abrange cerca de dez mil declarações no valor de 3,5 milhões de euros. A Autoridade Tributária e Aduaneira já enviou uma carta aos contribuintes cuja liquidação do IRS relativo a 2015 …

Jesus vai receber título de cidadão honorário do Rio de Janeiro

O técnico português do Flamengo será condecorado, na próxima segunda-feira, com o título de cidadão honorário do Rio de Janeiro. A distinção a ser entregue pela Câmara Municipal do Rio de Janeiro foi anunciada num cartaz …

Governo compromete-se a concluir processo de regularização dos precários

O Governo comprometeu-se com a conclusão, no início da legislatura, do Programa de Regularização Extraordinária dos Vínculos Precários na Administração Pública (PREVPAP), mas sem avançar uma data concreta. O debate temático sobre o PREVPAP, que decorreu …

Camboja acaba com passeios turísticos de elefante em Angkor

Os passeios de elefante, que são umas das principais atrações turísticas pelas áreas dos templos de Angkor, no Camboja, deixarão de o ser em 2020. Em 2016, uma elefante fêmea morreu por insuficiência cardíaca depois de …