Novo nanomaterial permite extrair hidrogénio da água do mar usando apenas o Sol

Foi desenvolvido um novo nanomaterial que pode libertar o hidrogénio da água do mar de forma muito mais barata e eficiente do que os métodos já existentes, potenciando uma nova forma de desbloquear fontes de energia mais sustentáveis.

Encontrar uma forma de produzir hidrogénio a partir da água, que não implique um custo ou energia muito elevados, poderia reduzir significativamente a nossa dependência dos combustíveis fósseis.

Agora, uma equipa da Universidade da Flórida Central, nos EUA, informou que um novo método de extração é particularmente adequado à sua terra natal, uma vez que tem abundância de luz solar e água do mar – os dois elementos naturais que fazem todo o processo funcionar.

“Abrimos uma nova janela para dividir água real, e não apenas água purificada feita em laboratório”, afirma o investigador Yang Yang, que há cerca de uma década se dedica ao desenvolvimento desta tecnologia. “Isto realmente funciona bem na água do mar“.

Ao colocar uma célula de combustível de hidrogénio num carro, o único desperdício será água, que pode ser transformada em hidrogénio e oxigénio – algo verdadeiramente sustentável, limpo e amigo do ambiente para fornecer energia.

University of Central Florida

O professor Yang Yang, da UCF

O problema é produzir hidrogénio, seja a partir da água ou de outra fonte, de uma forma económica que não custe ainda mais energia e que crie mais carbono do que economiza. É um enigma que cientistas por todo o mundo estão a tentar solucionar.

A verdade é que os cientistas já tinham olhado para a possibilidade de obter hidrogénio a partir da água do mar – pode ser feito, mas utiliza demasiada eletricidade. A qualidade da água nos oceanos, incluindo o sal, tornam o processo particularmente complicado.

Para este estudo, Yang e a sua equipa desenvolveram um novo nanomaterial para atuar como fotocatalisador, estimulando a reação química que ocorre quando a luz atinge uma superfície: neste caso, produzindo gás hidrogénio a partir da água.

Crucialmente, o nanomaterial captura um espectro mais amplo de luz do que outros materiais, para que possa utilizar mais energia do Sol. Também foi especialmente concebido para suportar as condições difíceis da água do mar.

O material híbrido é baseado em dióxido de titânio, o fotocatalisador mais comum, mas está gravado com nanocavidades microscópicas revestidas com um composto chamado dissulfeto de molibdénio.

University of Central Florida

Conceito artístico do nanomaterial híbrido desenvolvido pela equipa do professor Yang

Esta é a fórmula mágica que torna a libertação de hidrogénio muito mais eficaz e a um custo razoável. Segundo o estudo, publicado na Energy & Environmental Science, é pelo menos duas vezes mais eficiente que os fotocatalisadores atuais.

Ainda há um grande caminho pela frente relativamente a esta tecnologia, porém, os testes iniciais realizados por esta equipa já mostram resultados promissores. Além disso, usar diretamente a luz solar em vez de obter eletricidade a partir de painéis solares dispensa o armazenamento de energia elétrica em baterias. O gás hidrogénio pode ser armazenado e transportado, o que é mais fácil de fazer.

“Podemos absorver muito mais energia solar da luz do que do material convencional”, diz Yang. “Eventualmente, se isto for comercializado, seria bom para a economia da Flórida”.

PARTILHAR

RESPONDER

Vinte anos depois, surgem regras de lares para crianças em perigo

A Lei de Proteção de Crianças e Jovens foi aprovada em 1999. Desde então, um diploma para definir o papel das casas de acolhimento era aguardado. Existe agora, 20 anos depois, um projeto, mas se …

Este caranguejo usa os dentes que tem no estômago para "rosnar" aos inimigos

Os caranguejos-fantasmas usam os dentes que têm na região gástrica para "rosnar" aos seus inimigos quando se sentem ameaçados. Geralmente, quando o nosso estômago faz barulho é sinal de que estamos com fome. Pois bem, de …

Rei de Espanha inicia ronda de consultas para tentar evitar novas eleições

Felipe VI vai receber 15 líderes partidários por ordem da sua representação parlamentar, terminando na terça-feira, ao fim da tarde, com o secretário-geral do PSOE e atual chefe do Governo de gestão. Depois de ver os …

Costa venceu os debates, mas PS cai nas sondagens (e PSD ainda está longe)

Uma nova sondagem para o Jornal de Notícias e TSF mostra o Partido Socialista na frente com 39,2% das intenções de voto, ainda fora de terreno de maioria absoluta, mas mantém a distância para …

A Matemática resolveu o mistério do bilhete da lotaria que tem sempre prémio

Em 1969, Adrian R.D. Mathias propôs um enigma matemático no qual existiria um bilhete de lotaria que seria sempre premiado. A resposta à abordagem teórica de Mathias só pode ser resolvida recorrendo à teoria dos …

Vandalizadas instalações da delegação da União Europeia em Israel

As paredes da delegação da missão da União Europeia (UE) em Israel apareceram, este domingo, vandalizadas com grafiti e com acusações ameaçadoras de que “o dinheiro alemão mata judeus”. A delegação da UE naquele país já …

Morreu Ric Ocasek, vocalista dos The Cars

Ric Ocasek, vocalista dos The Cars, foi encontrado morto no domingo à tarde em sua casa em Manhattan, anunciou a polícia de Nova Iorque. Segundo um porta-voz do Departamento de Polícia de Nova Iorque, foi a …

Espanha vence Argentina e sagra-se campeã do mundo de basquetebol

A Espanha sagrou-se campeã mundial pela segunda vez na sua história, 13 anos depois, ao bater a Argentina por 95-75, na final da 18.ª edição da prova, em Pequim, na China. A formação comandada por Sergio …

Por que ganhamos peso à medida que envelhecemos? A Ciência respondeu

Muitas pessoas lutam para controlar o seu peso à medida que envelhecem. Fazem dietas e praticam exercício físico, mas, quando chegam à balança, ficam dececionadas. Agora, uma nova investigação descobriu porque é que as pessoas …

Lagos de metano de Titã podem ser crateras de explosões gigantes

Um novo estudo sugere que os lagos de metano líquido encontrados na superfície de Titã, a principal lua de Saturno, podem ter-se formado quando azoto aquecido explodiu debaixo da sua superfície. De acordo com o Business …