Novo embaixador norte-americano no México critica Frida Kahlo

Apesar dos elogios à forma como a pintora se tornou um ícone do México em todo o mundo, o diplomata diz não compreender as escolhas políticas de Kahlo.

Christopher Landau é embaixador dos Estados Unidos no México há pouco mais de um mês e recentemente visitou a casa de Frida Kahlo. Em seguida, publicou um tweet: “admiro o seu espírito livre e boémio, e com todo o direito tornou-se um ícone do México em todo o mundo”.

O que causou polémica foi o que escreveu depois: “o que não compreendo é a sua óbvia paixão pelo Marxismo, Leninismo e Estalinismo. Sabem os horrores cometidos em nome destas ideologias?”.

Em seguida, choveram as críticas. Vários utilizadores no Twitter responderam ao embaixador, questionando as políticas norte-americanas e as intervenções dos EUA nos países da América do Sul. Entre as respostas, está uma do Partido Comunista do México, que descreve a pintora como “uma defensora do humanismo”.

Muitos criticaram os EUA e sua longa história de interferir nos assuntos internos da América Latina e de outros países ao redor do mundo, muitas vezes contra os governos socialistas. “Em nome da luta contra essa ideologia, os EUA mataram crianças no Vietname, bombardeando aldeias inteiras e apoiando ditaduras em toda a América Latina”, disse um utilziador do Twitter.

Christopher Landau é advogado e esta é a sua primeira experiência como diplomata. Foi votado e nomeado por unanimidade embaixador pelo senado. Fez juramento a 12 de agosto e uma semana depois estava na Cidade do México.

Frida Kahlo é um dos nomes mais conhecidos da cultura mexicana. A pintora, que morreu em 1954, criou cerca de 200 obras e é considerada um dos nomes mais relevantes do movimento feminista. Inspirada na cultura popular do país, empregou um estilo de arte popular ingénua para explorar questões de identidade, pós-colonialismo, género, classe e raça na sociedade mexicana.

Kahlo e o seu marido, o muralista Diego Rivera, abraçavam o marxismo e apoiavam Josef Stalin, o ditador soviético responsável pela morte de milhões de pessoas, muitas das quais morreram nos campos de trabalho dos Gulag.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Falhas na formação de médicos levam ministra a criar grupo de trabalho

A ministra da Saúde determinou a constituição de um grupo de trabalho para criar um manual de regras e procedimentos para a avaliação das capacidades de formação de médicos no SNS, depois de falhas apontadas …

Surto de sarampo leva Samoa a fechar escolas e serviços. Ativista anti-vacinação detido

Com o objetivo de conter o surto de sarampo que já matou 60 pessoas, o governo de Samoa está a pedir à população que coloque uma bandeira vermelha em frente às casas nais as pessoas …

Poluição do ar leva Sarajevo a cancelar todos os eventos públicos

As autoridades bósnias consideram que a poluição na capital do país, Sarajevo, atingiu níveis perigosos nos últimos dias. Perante a densa nuvem de nevoeiro que paira na cidade, o governo regional decidiu cancelar todos os …

A banana colada à parede que custou 108 mil euros foi comida

A banana mais cara do mundo, presa a uma parede com fita adesiva, foi descascada e comida por um artista que visitava o stand da galeria Perrotin, na feira de arte contemporânea Art Basel, nos …

Empresas norte-americanas reforçam domínio na venda global de armas

O Instituto Internacional de Estudos de Paz de Estocolmo (SIPRI) revelou esta segunda-feira que as empresas norte-americanas aumentaram o domínio no comércio global de armas em 2018, para 59% do volume total entre as 100 …

Faltam medicamentos para doenças crónicas nas Farmácias (e ninguém sabe porquê)

Há medicamentos para doenças crónicas que estão, constantemente, em falta nas Farmácias Portuguesas. Uma situação preocupante, sobretudo para os pacientes que deles precisam, e que não tem uma explicação. A Associação Nacional de Farmácias está …

Mais de dois mil coalas mortos devido aos incêndios na Austrália

O presidente da Aliança das Florestas do Nordeste da Austrália disse que os incêndios florestais que deflagram no leste do país, desde o início de novembro, provocaram a morte a mais de dois mil coalas. O …

Regionalização sem referendo é “golpe de estado palaciano”

Luís Marques Mendes falou este domingo, no habitual espaço de comentário político na SIC, sobre a regionalização, os "tempos difíceis para a direita", Greta Thunberg e Joe Berardo. Houve ainda tempo para falar sobre o …

China diz que detidos em Xinjiang estão "formados" e "vivem felizes"

Um alto quadro do regime chinês afirmou, esta segunda-feira, que os membros de minorias étnicas chinesas de origem muçulmana mantidos em "centros de treino vocacional" no extremo oeste do país já se "formaram" e levam …

Greve geral volta a parar França. Filas de trânsito chegam aos 620 quilómetros

Os acessos a Paris estão, esta manhã, muito complicados devido ao quinto dia de greve contra a reforma das pensões e que afeta sobretudo a rede de transportes na capital francesa. De acordo com as autoridades, …