Novo Banco quer extinguir 1.000 postos de trabalho

Novo Banco

Eduardo Stock da Cunha, Presidente do Conselho de Administração do Novo Banco

Eduardo Stock da Cunha, Presidente do Conselho de Administração do Novo Banco

Comissão de trabalhadores diz que a administração do Novo Banco pretende cortar mil postos de trabalho, entre os quais 500 serão afastados através de um despedimento coletivo.

A administração do Novo Banco esteve reunida esta quinta-feira com a comissão de trabalhadores, da qual saiu a intenção de cortar mil postos de trabalho, 500 dos quais em despedimento coletivo, revela o Jornal de Negócios.

“No seguimento do plano de reestruturação imposto pela União Europeia e que já se encontra em curso, o banco terá que reduzir em 2016, cerca de 1000 postos de trabalho, sendo suposto que 500 sejam através do recurso a um despedimento colectivo“, diz a comissão de trabalhadores em comunicado.

Ainda não é certo quais vão ser os critérios utilizados por Eduardo Stock da Cunha para a extinção destes postos de trabalho, nem quais “as estruturas que poderão vir a encerrar”.

Por sua vez, a comissão de trabalhadores, liderada por Carlos Gonçalves, tem uma posição muito clara sobre esta decisão.

“Informámos que não aceitamos nem pactuamos, de forma alguma, com despedimentos coletivos no nosso banco”, adianta o documento.

“Os trabalhadores do Novo Banco são profissionais sérios e honestos, não tendo quaisquer responsabilidades sobre o que se passou com o BES, em Agosto de 2014”, pode ainda ler-se.

“Solicitamos a todos os trabalhadores que não assinem qualquer documento, sem previamente consultarem a comissão nacional de trabalhadores ou o seu sindicato”, refere.

Esta decisão surge depois de terem sido revelados os resultados do “banco bom” em 2015, ou seja, um prejuízo de 980,6 milhões de euros.

A comissão de trabalhadores vai pedir audiências com o primeiro-ministro António Costa, os ministros das Finanças e do Trabalho, com os grupos parlamentares e ainda com o governador do Banco de Portugal.

A ideia é “manifestar o absoluto repúdio com esta tentativa de despedimento coletivo”, pode ler-se no documento da comissão, que já veio expressar que a nacionalização do banco é o caminho a seguir.

ZAP

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. A União Europeia (supostamente…) exige o despedimento, mas… exige que o emprego aumente! Em que ficamos?

    Quanto aos postos de trabalho… É assim que se consegue excelentes resultados. O lucro começa logo a aparecer… Porque será?

  2. Pelos vistos já estão a fugir à estratégia do governo que tanto condenou na oposição o desemprego e a saída de milhares de portugueses do país esquecendo-se das causas da desgraça, agora pelos vistos em breve devem estar por aí todos de regresso mas com notícias destas duvido imenso que as promessas se tornem realidade.

Fenómeno extremo ameaça corais na Grande Barreira na Austrália. E já matou quase metade

A Grande Barreira de Coral da Austrália pode estar a enfrentar a terceira "descoloração" no espaço de cinco anos, fenómeno provocado por um aumento da temperatura das águas do mar. Como avançou o Expresso, este fenómeno …

Trump critica cerimónia dos Óscares, "Parasitas" e Brad Pitt

O Presidente norte-americano criticou a cerimónia dos Óscares, esta quinta-feira, nomeadamente a atribuição do prémio de Melhor Filme para o sul-coreano "Parasitas" e ainda o ator Brad Pitt. Na noite desta quinta-feira, num comício em Colorado …

Paris lança número de emergência para fazer frente à crise de percevejos

O Governo francês lançou uma campanha, esta quinta-feira, para fazer frente à crise de percevejos que se instalou em Paris. Segundo a agência France-Press, citada pelo The Guardian, casas e hotéis da capital francesa estão a …

"Radical chique" e "ressentido". Filho de Paulo Branco pode ter sido o pivot do escândalo sexual em França

Juan Branco, o filho do produtor de cinema Paulo Branco, é o homem do momento em França. O advogado de 30 anos saltou para as luzes dos média no âmbito da divulgação do vídeo sexual …

Alcochete. "Se Mustafá estivesse lá aquilo não tinha acontecido"

O arguido Emanuel Calças disse, esta sexta-feira, em tribunal que, se Mustafá estivesse com o grupo que invadiu a academia do Sporting, "aquilo não tinha acontecido". "Tenho a certeza de que se o Mustafá estivesse presente …

Coronavírus ameaça o têxtil português (mas também é uma "oportunidade")

O sector têxtil nacional está ameaçado e pode parar a produção já em Março. Tudo devido à falta de matéria-prima que vem da China e que se deve à epidemia do novo coronavírus. A "situação …

Governo diz que prejuízo da TAP "não foi um desvio qualquer" e que já devia ter tido lucro em 2018 e 2019

O ministro das Infraestruturas disse, esta sexta-feira, que o orçamento que a comissão executiva da TAP apresentou ao Conselho de Administração para 2018 e 2019 previa lucro e que o prejuízo de 105,6 milhões "não …

João Lourenço duplica valor de subsídio de antigos Presidentes de Angola

O Presidente angolano, João Lourenço, duplicou o valor do subsídio de fim de mandato pago a antigos chefes de Estado, mas cortou outras regalias, nomeadamente a nível da segurança e quadro de pessoal. O decreto-presidencial 32/20, …

FC Porto castigado com um jogo à porta fechada

O FC Porto foi punido com um jogo à porta fechada, esta sexta-feira, devido a "um ato de ofensa corporal a agente desportivo" na final da Taça de Portugal. A punição aplicada pelo Conselho de Disciplina …

Cientistas condenam teorias da conspiração sobre a origem do surto do coronavírus

Um grupo de 27 cientistas da área de saúde pública condenou, através de um comunicado, o fluxo de histórias e um artigo científico que sigerem que um laboratório em Wuhan, na China, pode ser a …