Novo Banco quer extinguir 1.000 postos de trabalho

Novo Banco

Eduardo Stock da Cunha, Presidente do Conselho de Administração do Novo Banco

Eduardo Stock da Cunha, Presidente do Conselho de Administração do Novo Banco

Comissão de trabalhadores diz que a administração do Novo Banco pretende cortar mil postos de trabalho, entre os quais 500 serão afastados através de um despedimento coletivo.

A administração do Novo Banco esteve reunida esta quinta-feira com a comissão de trabalhadores, da qual saiu a intenção de cortar mil postos de trabalho, 500 dos quais em despedimento coletivo, revela o Jornal de Negócios.

“No seguimento do plano de reestruturação imposto pela União Europeia e que já se encontra em curso, o banco terá que reduzir em 2016, cerca de 1000 postos de trabalho, sendo suposto que 500 sejam através do recurso a um despedimento colectivo“, diz a comissão de trabalhadores em comunicado.

Ainda não é certo quais vão ser os critérios utilizados por Eduardo Stock da Cunha para a extinção destes postos de trabalho, nem quais “as estruturas que poderão vir a encerrar”.

Por sua vez, a comissão de trabalhadores, liderada por Carlos Gonçalves, tem uma posição muito clara sobre esta decisão.

“Informámos que não aceitamos nem pactuamos, de forma alguma, com despedimentos coletivos no nosso banco”, adianta o documento.

“Os trabalhadores do Novo Banco são profissionais sérios e honestos, não tendo quaisquer responsabilidades sobre o que se passou com o BES, em Agosto de 2014”, pode ainda ler-se.

“Solicitamos a todos os trabalhadores que não assinem qualquer documento, sem previamente consultarem a comissão nacional de trabalhadores ou o seu sindicato”, refere.

Esta decisão surge depois de terem sido revelados os resultados do “banco bom” em 2015, ou seja, um prejuízo de 980,6 milhões de euros.

A comissão de trabalhadores vai pedir audiências com o primeiro-ministro António Costa, os ministros das Finanças e do Trabalho, com os grupos parlamentares e ainda com o governador do Banco de Portugal.

A ideia é “manifestar o absoluto repúdio com esta tentativa de despedimento coletivo”, pode ler-se no documento da comissão, que já veio expressar que a nacionalização do banco é o caminho a seguir.

ZAP

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. A União Europeia (supostamente…) exige o despedimento, mas… exige que o emprego aumente! Em que ficamos?

    Quanto aos postos de trabalho… É assim que se consegue excelentes resultados. O lucro começa logo a aparecer… Porque será?

  2. Pelos vistos já estão a fugir à estratégia do governo que tanto condenou na oposição o desemprego e a saída de milhares de portugueses do país esquecendo-se das causas da desgraça, agora pelos vistos em breve devem estar por aí todos de regresso mas com notícias destas duvido imenso que as promessas se tornem realidade.

RESPONDER

"Infortúnios" vão chegar "mais cedo do que o esperado". Marcelo pede mais crescimento económico

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, diz que o país precisa de mais crescimento económico. "Este que temos não chega", porque "os infortúnios" vão chegar mais cedo do que o previsto. Esta terça-feira, o …

Arqueólogo encontra dezenas de sítios maia graças a um mapa online gratuito

Um arqueólogo norte-americano descobriu 27 sítios maias com 3.000 anos graças a um mapa online gratuito, escreve o jornal The New York Times. Takeshi Inomata, arqueólogo da Universidade do Arizona, nos Estado Unidos, utilizou um mapa …

39 pessoas encontradas mortas dentro de um camião no Reino Unido

Um camião foi encontrado, esta quarta-feira, em Essex, no Reino Unido, com 39 pessoas sem vida no seu interior. O condutor já foi detido. Segundo o The Guardian, as autoridades britânicas já iniciaram uma investigação, depois …

Hospital das Forças Armadas não operou um único doente do SNS

O Hospital das Forças Armadas (HFAR) ainda não apresentou qualquer candidatura para ser “convencionado pelo Serviço Nacional de Saúde”. No ano passado, os ministérios da Defesa e da Saúde assinaram um acordo para que o Hospital …

Chuvas torrenciais fazem um morto em Espanha e inundações em França

Em Espanha, uma pessoa morreu e pelo menos outras duas estão desaparecidas. No sul de França, a tempestade Dana também já causou várias inundações. Segundo o jornal La Vanguardia, as chuvas torrenciais registadas, esta madrugada, na …

Falta de condições para emergência médica obriga INEM a transferir helicóptero para Viseu

A falta de condições para operações de emergência médica no heliporto de Santa Comba Dão obrigou o Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM) a transferir o seu helicóptero para o aeródromo de Viseu, foi anunciado …

Macacos "arrasaram" humanos num simples jogo de computador

Quando se trata de ganhar jogos e resolver quebra-cabeças, às vezes os macacos fazem-no de forma mais inteligente do que os humanos. Para além das suas incríveis capacidades físicas, os macacos também mostram uma incrível "flexibilidade …

Morreu Marieke Vervoort, a campeã paralímpica belga que recorreu à eutanásia

Morreu Marieke Vervoort, de 40 anos, que sofria de uma doença muscular degenerativa sem cura. Decidiu pôr termo à vida com recurso à morte assistida. A belga era campeã paralímpica com conquistas de medalhas de ouro …

China pode substituir chefe de governo de Hong Kong face aos recentes protestos

A China estará a equacionar substituir Carrie Lam, chefe do governo de Hong Kong, por um líder interino, na sequência dos protestos violentos que decorrem na cidade há cinco meses. De acordo com o Financial Times, …

Presidente do Chile anuncia pacote de medidas sociais para travar protestos

O Presidente chileno anunciou na terça-feira um pacote de medidas sociais para travar os protestos que duram há cinco dias e que já causaram 15 mortos, após o anúncio de um aumento nos preços do …