Novo Banco. Marcelo contraria Centeno e diz que há dinheiro dos contribuintes envolvido

José Sena Goulão / Lusa

O presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa

O Presidente da República insistiu que deve haver uma auditoria às contas do Novo Banco que abranja o período após a resolução do Banco Espírito Santo (BES), porque “há dinheiro dos contribuintes direta e indiretamente envolvido”.

A minha opinião mantém-se. Isto é, há dinheiro dos contribuintes direta e indiretamente envolvido – diretamente envolvido através da Caixa Geral de Depósitos (CGD), indiretamente envolvido através de financiamentos que vão aumentar a dívida pública do Estado -, importa apurar o que se passou”, afirmou.

Marcelo Rebelo de Sousa, que falava no final de uma visita a uma associação, em Lisboa, reiterou que “faz sentido uma auditoria” à gestão do banco “não apenas na pré-história, isto é, até à resolução, mas depois da resolução, porque é neste momento que se trata de saber se é preciso mais dinheiro ou não, e isso é preciso saber para o futuro”.

Confrontado com o facto de o primeiro-ministro, António Costa, ter excluído uma auditoria ao período após a resolução do BES com o argumento de que “não cabe ao Governo supervisionar o Banco de Portugal”, o chefe de Estado respondeu: “A mim o que me perguntam é a minha opinião. A minha opinião mantém-se“.

Interrogado se considera legalmente possível uma auditoria ao período pós-resolução, declarou simplesmente: “Eu já disse qual é a minha posição”.

O Presidente repetiu que, “estando envolvido direta e indiretamente dinheiro dos contribuintes”, deve ser apurado “não apenas o que se passou na pré-história, mas o que se passou na história”. “Mais do que isso entendo que não é prudente estar a tecer, por uma razão muito simples: porque todos queremos que a instituição bancária em causa continue a exercer a sua atividade e não haja mais questões no sistema financeiro”.

Em entrevista à RTP, o ministro das Finanças, Mário Centeno, garantiu que “nem um euro dos impostos dos portugueses” vai ser gasto com o Novo Banco.

No dia 1 de março, o Novo Banco anunciou que vai pedir uma injeção de capital de 1.149 milhões de euros ao Fundo de Resolução. No ano passado, para fazer face a perdas de 2017, este banco já tinha recebido uma injeção de capital de 792 milhões de euros do Fundo de Resolução.

No dia 6 de março, a propósito do período em que incidirá a auditoria anunciada pelo Governo ao Novo Banco, o primeiro-ministro declarou que será sobre a fase anterior à resolução do Banco Espírito Santo (BES), salientando que a fase posterior foi “conduzida diretamente” pelo Banco de Portugal.

Não cabe ao Governo supervisionar o Banco de Portugal, nem seria correto o Governo ordenar uma auditoria ao Banco de Portugal”, justificou.

Na altura, questionado sobre a posição do Presidente da República a favor de uma auditoria ao período “desde que foi determinada a resolução”, António Costa disse perceber a posição de Marcelo Rebelo de Sousa, mas sugeriu que “porventura uma comissão parlamentar de inquérito seria mais adequada para fazer a apreciação da atuação do Banco de Portugal neste processo”.

Três dias antes, o Presidente da República tinha-se manifestado de acordo com o pedido de auditoria anunciado pelo Governo às contas do Novo Banco, defendendo que “os portugueses têm o direito de saber o que se passou desde que foi determinada a resolução, já lá vão muitos anos, com sucessivas gestões, e saber concretamente qual o destino do dinheiro dos contribuintes”.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

16 COMENTÁRIOS

    • Finalmente a actuar como um autêntico Presidente da República. E ainda bem, porque se não a dupla de mentirosos Costa-Centeno engana os portugueses com uma grande pinta e de forma descarada.

  1. Centeno pensa que pode dizer todas as barbaridades e o pessoal tem que calar e aceitar.
    É claro que o dinheiro é dos contribuintes !
    O Fundo de Resolução não é recapitalizado à velocidade com que os buracos financeiros precisam de dinheiro. O FR nunca terá dinheiro para cobrir as exigências.
    Centeno para os contribuintes, é como o amigo crava, que vai pedindo sempre, com a desculpa de pagar depois … só que o “depois” nunca chegará ! E nesse longínquo “depois”, Centeno já não terá que voltar a responder. Todos os caloteiros conhecem esta manha.

  2. Dr Marcelo,
    Andou 4 anos com esta corja ás costas que passado este tempo até mete dó ouvi-lo,
    Demita-se e leve o governo consigo e ai pode substituir o rigor pelas selfies e beijos.
    Pobrezinho Portugal

    • Nunca tivemos uma dupla “PR – Governo” tão caricata ! Parece “tudo em família” como, aliás, existe no seio do governo.
      Uma relação, que tem, por vezes, tanto de estranho como de anedótico: por vezes o PR abraça e beija e noutra vertente faz a sua panelinha, de braço dado com o governo. É um Portugal pequenino, cheio de mascarados, a comandar os nossos destinos.

    • Claro que não! O Dr. Passos andou a pedir aos portugueses que, para moderar o escalabro do país, teríamos todos que suportar uma austeridade necessária. Tem vindo a ser assim sempre que os governos PS perdem as eleições. O PSD a limpar a m***a, para voltarem os esquerdalhos e usufruírem do que os portugueses pouparam. Tem sido sempre assim. Só não vê quem é pago para comentar a prazer do poder geringonço ou então é ceguinho e tendencioso patético. Disse!

  3. Oh Sr. Marcelo. Gostava de o ouvir perguntar, por exemplo o porquê do dono (responsável) disto tudo não estar preso. Vá lá, mostre que é o presidente preocupado de todos os portugueses.

  4. O senhor Centeno deve-se imaginar algum mágico em finanças mas como a grande maioria dos portugueses já lhe descobriram os truques, “cativações por exemplo” vem agora pretender fazer-nos crer que o dinheiro do FR cai do céu, até se esquece que nos dias de hoje para termos dinheiro no Banco temos que pagar em vez de recebermos juros; desta forma até eu dava num bom ministro de finanças!

  5. Noutro dia tivemos que ir comprar um remedio para o meu sogro porque simplesmente a farmacia do Hospital Beatriz Angelo nao tinha ??? Ja me tinha constado o mesmo no Hospital Santa Maria.Este governo de sucesso faz destas”iniciativas” de cativação de fundos de pessoas doentes.Sera assim que se espera juntar mais de 4 mil milhoes de euros para pagar a má gestão dos C.A. do Novo Banco? Inqueritos para quê? Nunca o fizeram antes mas como estamos em tempo de eleições, lá vai um inquerito para tapar o sol coma peneira.É uma delicia ver o PM a mentir com os dentes todo.

  6. É isso mesmo Senhor Presidente.
    Eles levam-nos o dinheiro sobe o disfarce de taxas de manutenção altas e da obrigação de assinar produtos que depois nos levam ainda mais taxas.

  7. Senhor P.R.Marcelo e diz que há dinheiro dos contribuintes envolvido, e só agora é que fala? Desde que foi criado o Banco Mau e o Banco Bom que nós contribuintes temos dinheiro nesse Banco, “esqueceu-se” que o Novo Banco estabelecido a 4 de Agosto de 2014, ou seja desde 2014v que nós contribuintes estamos a ser roubados para manter esse Banco e a clientela politiza que o criou e todos os que fazem parte da Direcção desse Banco podre que nunca deveria ter sido criado.

  8. É estranho que o nosso presidente só agora tenha percebido que há dinheiro dos contribuintes envolvido. O Passos Coelho também dizia, tal como o Centeno, que não haveria riscos nenhuns para os contribuintes! É a ver quem mais nos mente!

  9. ja vem tarde. Ja roubaram vigarizaram, desviaram sei la mais…abusaram da paciencia de todos.
    Ainda tem a cara de vir chorar por mais…. esse banco ja devria estar fechado a muito e as pessoas que depositarem serem compensadas. Os reponsaveis andam a solta a rir se de nos, isso ‘e certo… resto ‘e conversa de boi mancao…. vejam a equipa do poder… velhos do tempo do salazar a falar mal do roto e fazem o mesmo mas de forma legal… bomm melhor ‘e ignorar ‘e o que todos fazem incluindo os que podem e deveriam tomar posicao firma para credibilidade do pais… se cumplicidade fosse desfeita os milhoes dava para pagar tudo e ainda sobrava…

RESPONDER

A supergigante Betelgeuse é mais pequena e está mais perto da Terra do que se pensava

De acordo com um novo estudo feito por uma equipa internacional de investigadores, podem ser necessários mais 100.000 anos até que a estrela gigante vermelha Betelgeuse morra numa explosão de fogo. O estudo, liderado pela Dra. …

Mulheres menos propensas à covid-19 por respeitarem mais o distanciamento social

Uma das razões pelas quais as mulheres podem ser menos vulneráveis ​​a infeção pelo novo coronavírus deve-se ao facto de serem mais propensas a aderir às políticas de distanciamento social, sugeriu uma nova pesquisa. Uma pesquisa …

Braga 3 - 0 AEK | Minhotos de gala conquistam atenienses

O Sporting de Braga iniciou a sua participação no Grupo G da Liga Europa com uma vitória. Na recepção aos gregos do AEK de Atenas, os minhotos mostraram ser muito mais equipa e ganharam por …

Capitalismo vai arruinar o planeta até 2050, alertam cientistas

Um grupo de cientistas alerta que se continuarmos com este capitalismo desenfreado, o nosso planeta vai sofrer consequências a nível climático e ambiental. Até 2050, o planeta Terra pode sofrer seriamente às mãos do capitalismo desenfreado. …

Os novos faróis inteligentes da Audi levam-no ao cinema sem sair do carro

Os novos faróis LED da Audi levam-no ao cinema sem sair do carro, já que são capazes de projetar imagens na estrada ou em paredes. A novidade é lançada na nova linha de SUVs elétricos da …

FC Porto foi "histriónico" e não se portou bem, escreve-se em Manchester

Jornal inglês alega que os elementos do FC Porto foram exagerados, turbulentos e não tiveram um comportamento adequado. Não há uma única palavra sobre o árbitro. Na manhã seguinte à derrota (3-1) do FC Porto em …

De passagem secreta a cemitério de carros. Túnel sob Nápoles "esconde" veículos enferrujados da II Guerra

No centro de Nápoles, em Itália, há veículos e motocicletas abandonados e enferrujados dos anos 1940 alinhados num túnel a mais de 30 metros abaixo dos seus pés. A Piazza del Plebiscito foi nomeada após uma …

Primeira ministra islandesa interrompida por um terramoto quando dava uma entrevista em direto

Um terramoto de magnitude 5.6 interrompeu uma entrevista em direto da primeira ministra islandesa ao The Washington Post. Mas Katrin Jakobsdottir reagiu à situação de forma tranquila: "Isto é a Islândia". Katrin Jakobsdottir estava a dar …

O voo mais longo do mundo está de volta (e agora é ainda mais longo)

O voo da Singapore Airlines que partia de Singapura com destino até Nova Iorque, foi uma das vítimas do covid-19 e ficou suspendo a 23 de março. Agora, é possível viajar nesta rota novamente, e …

Obras de cinco museus de Berlim vandalizadas no início do mês

Sarcófagos egípcios, pinturas do século XIX e esculturas em pedra de três dos principais museus de Berlim foram atacados com uma substância líquida oleosa a 3 de outubro, dia em que se festejaram os 30 …