Novas equipas de combate à violência doméstica aprovadas (mas com críticas dentro do MP)

João Relvas / Lusa

Lucília Gago, procuradora-geral da República

O Ministério Público vai lançar no início do próximo ano um novo modelo de combate à violência doméstica, que vai criar secções especializadas que juntarão procuradores da área criminal e da área de família e menores.

As chamadas Secções Especializadas Integradas de Violência Doméstica (SEIVD) vão ser lançadas de forma experimental nas comarcas de Lisboa e Porto, que abrangem as áreas dos respectivos distritos. Em cada uma das comarcas haverá dois pólos. No total, as duas secções deverão contar com 30 procuradores.

A novidade foi proposta pela procuradora-geral da República, Lucília Gago, no último plenário do Conselho Superior do Ministério Público, que se realizou na semana passada. Apesar de ter sido aprovada pela maioria dos 18 conselheiros presentes, alguns aspectos suscitaram debate e levaram dois membros a votar contra e outros quatro a absterem-se. Os seis escreveram declarações de voto para explicarem as suas reservas.

Lucília Gago justifica a necessidade de adoptar novas medidas com, de acordo com o jornal Público, “o aumento dos desfechos letais em contexto de violência doméstica, parte dos quais concretizados no decurso da pendência de processos pelo mesmo tipo de crime e na presença de filhos menores, assim como do número de processos da área de família e crianças cuja génese reside na vivência, por estas, de quadros familiares violentos”.

A alocação destes 30 procuradores a estas duas secções, numa altura em que se vive um problema grave de falta de recursos humanos no Ministério Público.

Outro dos problemas levantados por vários conselheiros é a dúvida sobre se é legalmente possível integrar as novas secções nos DIAP regionais, que devem ser unidades especializadas no combate ao crime violento e altamente organizado. Alguns consideram que a violência doméstica não integra a lista de crimes que devem ser investigados nos DIAP regionais e outros duvidam da eficácia da medida.

A nova secção de Lisboa terá dois pólos, um sediado na capital, que abrangerá os casos desse município e outro no Seixal que concentrará os processos dos concelhos de Almada, Seixal, Barreiro, Moita, Montijo e Alcochete. A nova unidade deverá contar com 10 procuradores da área criminal e quatro da família.

No Porto, o pólo abarcará os casos da Invicta, Gondomar, Valongo e Vila Nova de Gaia. O de Matosinhos ficará com os casos provenientes da Maia, Matosinhos, Póvoa do Varzim, Santo Tirso, Trofa e Vila do Conde. A secção tem previsto um total de 11 procuradores da área criminal e cinco da família.

ZAP //

 

PARTILHAR

RESPONDER

Descoberta no Egito múmia de grande animal semelhante a um leão

O Ministério das Antiguidades egípcio anunciou esta segunda-feira que uma equipa de arqueólogos desenterrou uma múmia de um grande animal incomum, semelhante a um leão ou uma leoa. “É um animal muito estranho, como um gato …

Ex-agentes da DEA revelam detalhes da vida de Escobar na prisão que o próprio construiu

Dois dos agentes do DEA, que durante mais de um ano participaram na operação de captura de Pablo Escobar, revelaram alguns detalhes sobre a vida do narcotraficante e ex-líder do cartel de Medellín na prisão La …

Num jardim zoológico da Austrália, há concertos ao vivo (para entreter os elefantes)

https://vimeo.com/372400002 O jardim zoológico de Melbourne está a desenvolver um programa mundial de músicos para tocar para a sua multigeracional manada de elefantes asiáticos em perigo de extinção para que melhore a ligação entre os seis …

Montijo: ANA pede mais tempo para analisar medidas de mitigação ambiental

A ANA – Aeroportos de Portugal pediu à Agência Portuguesa do Ambiente (APA) uma prorrogação do prazo para analisar as medidas de mitigação propostas pela entidade na Declaração de Impacte Ambiental (DIA) do futuro aeroporto …

Sérgio Conceição ultrapassa número de jogos de José Mourinho

No jogo deste domingo, que o FC Porto acabou por vencer o Boavista com um golo solitário de Alex Telles, Sérgio Conceição cumpriu o seu 128.º jogo como treinador dos dragões - mais uma partida …

Governo australiano acusado de censurar livro sobre história de Timor-Leste

O Ministério dos Negócios Estrangeiros australiano está alegadamente a tentar censurar partes do primeiro de dois volumes da história de operações militares em Timor-Leste, o dedicado à Força Internacional para Timor-Leste (Interfet), segundo revelou a imprensa …

Norte-americanos acordaram com mensagens de texto estranhas nos seus telemóveis

Na passada quinta-feira, uma grande parte da população norte-americana recebeu mensagens estranhas e inexplicáveis, muitas das quais desconfortáveis e até preocupantes. Stephanie Bovee, uma norte-americana de 28 anos de Portland, no oeste dos Estados Unidos, acordou …

Pai que fugiu por 15 países com os dois filhos no ano passado encontrado pela PSP

O pai mudou 15 vezes de país com as crianças desde o verão passado sempre sem o consentimento da mãe e sem que a mãe tivesse qualquer notícia do paradeiro dos filhos, revela a PSP. A …

Daesh está a tentar criar um novo Estado islâmico nas Filipinas

Há dois anos que a bandeira negra do Daesh deixou de esvoaçar no topo de um edifício da cidade de Marawi, em Mindanau, no sul das Filipinas, e o Presidente, Rodrigo Duterte, declarou tê-lo derrotado. …

Operação Marquês. Ex-secretário de Estado de Passos Coelho chamado como testemunha

O juiz de instrução da Operação Marquês, Ivo Rosa, decidiu chamar o ex-secretário de Estado das Infraestruturas, Transportes e Comunicações Silva Monteiro como testemunha, avança a SIC Notícias. Segundo apurou a estação televisiva, o ex-governante …