Nova teoria sobre o Triângulo das Bermudas “desfaz” mistério e avança explicação básica

(dr) colourlush / Deviant Art

O Triângulo das Bermudas: Miami (na Florida), Porto Rico e as Bermudas

Há teorias para todos os gostos, desde fenómenos meteorológicos a raptos extraterrestres, mas o que é certo é que o Triângulo das Bermudas continua a ser um mistério. Agora, um cientista avança com uma nova explicação – que pode desvendar o mistério.

A tese é do cientista australiano Karl Kruszelnicki, que acredita que o desaparecimento misterioso de aviões e navios na extensão de mar no Oceano Atlântico Norte, situada entre a Flórida, as Bermudas e Porto Rico, se deve simplesmente a erros dos operadores daqueles meios de transporte.

“O número de aviões que desaparecem no Triângulo das Bermudas, numa base de percentagem, é o mesmo que em qualquer outro lado do mundo“, explica Karl Kruszelnicki ao news.com.au.

O cientista lembra também que o Triângulo das Bermudas se situa “próximo do equador, perto de uma zona rica do mundo, a América”, o que implica que haja “muito tráfego” – o que aumenta a probabilidade de ocorrência de acidentes.

Pelo menos 20 aviões e 50 navios desapareceram na região, nos últimos 100 anos, vitimando mais de 1000 pessoas. “Em média, cinco aviões continuam a desaparecer na região todos os anos”, constata ainda a publicação.

A má reputação da região terá tido início em outubro de 1492, quando Cristóvão Colombo notou que a sua bússola não estava a funcionar corretamente. O primeiro documento sobre os desaparecimentos no local foi divulgado em 1950, por E.V.W.Jones, jornalista da Associated Press, que deu a esta área o nome de “Triângulo do Diabo”.

Um dos casos mais famosos é o voo 19, uma das ocorrências mais documentadas na história do Triângulo das Bermudas, a 5 de dezembro de 1945, quando uma esquadrilha de 5 caças Grumman TBM Avenger da Força Aérea dos EUA desapareceu sem rasto, 90 minutos após ter deixado a Base de Fort Lauderdale, na Florida, numa missão de treino.

Após o desaparecimento, dois hidroaviões PBM Mariner foram enviados ao local do último contacto com as tripulações da esquadrilha desaparecida, mas também desapareceram.

Ao longo dos anos, foram avançadas várias teorias para explicar o mistério. A mais recente teoria foi avançada em 2016 por um grupo de meteorologistas segundo os quais a culpa dos desaparecimentos será da presença de “nuvens hexagonais” que podem originar ventos muito fortes ou “bombas de ar” capazes de destruírem ou afundar navios e aviões.

No passado, entre outras teorias, atribuiu-se o mistério a bolhas de gás metano do fundo do oceano, campos magnéticos, ou a explicações mais metafísicas, como dimensões alternativas, universos paralelos ou a teoria mais popular, raptos por extraterrestres.

Mas até agora,  ninguém conseguiu resolver o mistério do “Triângulo das Bermudas”.

ZAP //

PARTILHAR

5 COMENTÁRIOS

  1. Pelo menos 20 aviões e 50 navios desapareceram na região, nos últimos 100 anos, vitimando mais de 1000 pessoas. “Em média, cinco aviões continuam a desaparecer na região todos os anos”, constata ainda a publicação.
    Se continuam a desaparecer 5 aviões por ano, só em 4 anos desaparecem 20 aviões.
    Como é que só desapareceram 20 aviões em 100 anos?
    Algum matemático me desvenda este mistério?
    Obrigado

    • É o que dá escreverem artigos sem sequer se darem ao trabalho de os ler, para ver se faz sentido. Ou então é um tipo de matemática proveniente de algum universo paralelo, apenas conhecido pelos eruditos do ZAP.

RESPONDER

Governador das Filipinas diz que cantores de karaoke prejudicam combate à pandemia

Um governador de uma província das Filipinas voltou a sua atenção para um grupo de pessoas que, segundo ele, estão a prejudicar a luta contra a pandemia: cantores de karaoke. Numa publicação no Facebook na madrugada …

Histórico: Filipe Albuquerque vence 24 Horas de Le Mans e sagra-se campeão mundial de LMP2

O português Filipe Albuquerque, da United Autosports, venceu este domingo as 24 Horas de Le Mans em automobilismo, na categoria LMP2, a segunda mais importante, e sagrou-se campeão mundial de resistência a uma corrida do …

Convenção do Chega chumba lista de André Ventura para a direção nacional

A proposta do presidente do Chega, André Ventura, para a direção nacional do partido foi hoje chumbada na convenção que decorre em Évora, ao não conseguir reunir os dois terços dos votos dos cerca de …

Portugal com mais 13 mortos e 552 novos casos nas últimas 24 horas

Portugal contabiliza hoje mais 13 mortos relacionados com a covid-19 e 552 novos casos de infeção com o novo coronavírus, segundo o boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS). Segundo os dados a DGS, a região …

TikTok anuncia acordo com Oracle e Walmart e adia proibição nos EUA

A aplicação TikTok, detida pela sociedade chinesa ByteDance e ameaçada de ser proibida nos Estados Unidos, anunciou este domingo um acordo de princípio com a Oracle, como parceiro tecnológico, e com a Walmart, em termos …

As gaivotas são inoportunas? Saiba que as suas fezes podem valer mil milhões de dólares

Afinal, as gaivotas podem ser animais bem mais interessantes do que aquilo que a maioria das pessoas pensa. É que as suas fezes são muito valiosas e os seus nutrientes fertilizam campos agrícolas e recifes …

Super-vulcão Yellowstone registou 91 terramotos em apenas 24 horas

Os vulcanólogos têm andado atentos ao super-vulcão localizado no Parque Nacional de Yellowstone, nos Estados Unidos. O Serviço Geológico dos Estados Unidos (USGS) relatou recentemente a ocorrência de 91 terremotos em apenas 24 horas. Estes …

Cartoonista alemão Frank Hoppmann é o vencedor do 15.º World Press Cartoon

O 'cartoonista' alemão Frank Hoppmann, com a caricatura do primeiro-ministro britânico Boris Johnson, é o vencedor da 15.ª edição do World Press Cartoon, foi hoje anunciado nas Caldas da Rainha, na cerimónia de entrega de …

Pequena e funcional. Assim se carateriza a Tiny House (que ainda evita dores de joelhos)

Esta pequena casa móvel pode ser a solução que procura. Devido à sua arquitetura dinâmica é ótima para pessoas com problemas de articulações e que sofrem com dores joelhos, pernas cansadas ​​ou dores nas costas. Hoje …

Chama-se Elios, é um drone e vai explorar as profundezas das cavernas de gelo da Gronelândia

Elios é o drone que está a ajudar os investigadores a descobrirem mais sobre os mistérios da Gronelândia. Inserido numa estrutura própria, tem explorado as cavernas de gelo, facilitando assim o acesso a locais mais …