Nova teoria sobre o Triângulo das Bermudas “desfaz” mistério e avança explicação básica

(dr) colourlush / Deviant Art

O Triângulo das Bermudas: Miami (na Florida), Porto Rico e as Bermudas

Há teorias para todos os gostos, desde fenómenos meteorológicos a raptos extraterrestres, mas o que é certo é que o Triângulo das Bermudas continua a ser um mistério. Agora, um cientista avança com uma nova explicação – que pode desvendar o mistério.

A tese é do cientista australiano Karl Kruszelnicki, que acredita que o desaparecimento misterioso de aviões e navios na extensão de mar no Oceano Atlântico Norte, situada entre a Flórida, as Bermudas e Porto Rico, se deve simplesmente a erros dos operadores daqueles meios de transporte.

“O número de aviões que desaparecem no Triângulo das Bermudas, numa base de percentagem, é o mesmo que em qualquer outro lado do mundo“, explica Karl Kruszelnicki ao news.com.au.

O cientista lembra também que o Triângulo das Bermudas se situa “próximo do equador, perto de uma zona rica do mundo, a América”, o que implica que haja “muito tráfego” – o que aumenta a probabilidade de ocorrência de acidentes.

Pelo menos 20 aviões e 50 navios desapareceram na região, nos últimos 100 anos, vitimando mais de 1000 pessoas. “Em média, cinco aviões continuam a desaparecer na região todos os anos”, constata ainda a publicação.

A má reputação da região terá tido início em outubro de 1492, quando Cristóvão Colombo notou que a sua bússola não estava a funcionar corretamente. O primeiro documento sobre os desaparecimentos no local foi divulgado em 1950, por E.V.W.Jones, jornalista da Associated Press, que deu a esta área o nome de “Triângulo do Diabo”.

Um dos casos mais famosos é o voo 19, uma das ocorrências mais documentadas na história do Triângulo das Bermudas, a 5 de dezembro de 1945, quando uma esquadrilha de 5 caças Grumman TBM Avenger da Força Aérea dos EUA desapareceu sem rasto, 90 minutos após ter deixado a Base de Fort Lauderdale, na Florida, numa missão de treino.

Após o desaparecimento, dois hidroaviões PBM Mariner foram enviados ao local do último contacto com as tripulações da esquadrilha desaparecida, mas também desapareceram.

Ao longo dos anos, foram avançadas várias teorias para explicar o mistério. A mais recente teoria foi avançada em 2016 por um grupo de meteorologistas segundo os quais a culpa dos desaparecimentos será da presença de “nuvens hexagonais” que podem originar ventos muito fortes ou “bombas de ar” capazes de destruírem ou afundar navios e aviões.

No passado, entre outras teorias, atribuiu-se o mistério a bolhas de gás metano do fundo do oceano, campos magnéticos, ou a explicações mais metafísicas, como dimensões alternativas, universos paralelos ou a teoria mais popular, raptos por extraterrestres.

Mas até agora,  ninguém conseguiu resolver o mistério do “Triângulo das Bermudas”.

ZAP //

PARTILHAR

5 COMENTÁRIOS

  1. Pelo menos 20 aviões e 50 navios desapareceram na região, nos últimos 100 anos, vitimando mais de 1000 pessoas. “Em média, cinco aviões continuam a desaparecer na região todos os anos”, constata ainda a publicação.
    Se continuam a desaparecer 5 aviões por ano, só em 4 anos desaparecem 20 aviões.
    Como é que só desapareceram 20 aviões em 100 anos?
    Algum matemático me desvenda este mistério?
    Obrigado

    • É o que dá escreverem artigos sem sequer se darem ao trabalho de os ler, para ver se faz sentido. Ou então é um tipo de matemática proveniente de algum universo paralelo, apenas conhecido pelos eruditos do ZAP.

RESPONDER

Atrasos no Cartão de Cidadão. Governo culpa quem vai para a porta antes de abrir

A secretária de Estado da Justiça fala no "fenómeno" dos cidadãos que vão aos "mesmos serviços, à mesma hora" para pedir ou renovar o Cartão de Cidadão. Os problemas de atendimento nos registos para tratar do …

EUA impõem duras sanções ao Irão. Zarif diz que estão "sedentos por uma guerra"

O Presidente dos EUA assinou esta segunda-feira um decreto que, referiu, impõe sanções "duras" dirigidas ao Guia Supremo do Irão, ayatollah Ali Khamenei, e círculo próximo, além de um reforço generalizado das medidas punitivas à …

Maternidade Alfredo da Costa só tem anestesistas para cinco dias de urgências em agosto

A Maternidade Alfredo da Costa (MAC) só tem anestesistas para cinco dias de urgências no mês de agosto, escreve o Público esta terça-feira.   De acordo com o matutino, que ouviu várias fontes, a Administração Regional …

Funcionários judiciais querem paralisar tribunais. Inspetores da PJ fazem ultimato

A paralisação de cinco dias alternados começa esta terça-feira e vai até 12 de julho. Os inspetoras da PJ dizem que também fazem greve se não obterem resposta da ministra até ao fim de semana. Esta …

Eduardo regressa ao Sporting de Braga

O guarda-redes é o novo reforço do Sporting de Braga, tendo assinado por duas temporadas, informou esta segunda-feira o clube minhoto da I Liga de futebol. Eduardo, que completa 37 anos em setembro, regressa assim ao …

Austronautas aterram no Cazaquistão após missão na Estação Orbital Internacional

Três astronautas regressaram à Terra, esta terça-feira, depois de uma missão de seis meses a bordo da Estação Espacial Internacional (ISS). A astronauta norte-americana Anne McClain, o russo Oleg Kononenko e o canadiano David Saint-Jacques pousaram …

IEFP paga até 6500 euros a emigrantes que regressem a Portugal

O Instituto do Emprego e Formação Profissional (IEFP) tem reservados 10 milhões de euros para os emigrantes ou luso-descendentes que queiram regressar a Portugal, podendo o apoio chegar a 6536,4 euros por família. Estão em …

Dois caças chocaram na Alemanha. Um dos pilotos morreu

Dois caças Eurofighters da Força Aérea Alemã chocaram na região do Meclenburgo-Pomerânia, no norte da Alemanha, esta segunda-feira. Um dos pilotos morreu. Os dois aparelhos, pertencentes às Forças Armadas alemãs, embateram junto ao lago Mueritz, perto …

Há 9 mil anos, Çatalhöyük já lidava com problemas urbanos do quotidiano

Há 9 mil anos atrás, Çatalhöyük era uma das maiores comunidades agrícolas do mundo e, segundo um estudo recente, já lidava com violência, problemas ambientais, doença infeciosas, entre outros. Uma equipa de arqueólogos a estudar as …

Ministra da Saúde assume necessidade de reforçar os meios do INEM

Marta Temido afirmou esta segunda-feira que não basta dizer que o INEM vai ter mais meios, sendo também importante investir na formação dos técnicos. A ministra da Saúde, Marta Temido, disse esta segunda-feira que o Governo …