Nova nota de 5 libras é mais resistente e segura, mas lançou a revolta dos vegetarianos

Bank of England / Twitter

Apresentação da nova nota de 5 libras num road-show do Banco de Inglaterra.

Apresentação da nova nota de 5 libras num road-show do Banco de Inglaterra.

A nova nota de 5 libras, emitida pelo Banco de Inglaterra, está a revoltar os vegetarianos britânicos. Tudo porque contém vestígios de produtos de origem animal.

Postas a circular no passado mês de Setembro, as novas notas de cinco libras fizeram história como as primeiras que não são impressas em papel no Reino Unido.

Feitas de plástico, e logo mais flexíveis e resistentes à água, são mais duráveis e exigem menos custos de produção, mas incluem um ingrediente que as torna “inaceitáveis” aos olhos dos vegetarianos. Têm restos de gordura animal que é, normalmente, usada no fabrico de velas e sabonetes.

O Banco de Inglaterra confirmou, nesta semana, através do Twitter, numa resposta a uma dúvida de uma utilizadora, que há restos de gordura animal nos “grânulos de polímero utilizados no substrato de base” das notas.

E foi o suficiente para gerar indignação nas redes sociais e não só.

No site Change.org, foi lançada uma petição que já conta com mais de 100 mil subscrições e que apela a que as notas sejam retiradas de circulação, considerando que o seu uso é “inaceitável para milhões de vegans e vegetarianos do Reino Unido”, além de também ofenderem grupos religiosos como os Hindus.

“Exigimos que deixem de utilizar produtos animais na produção de moeda que todos temos que usar”, alega-se ainda nesta petição.

Pelas redes sociais, há quem garanta que vai tentar ao máximo não aceitar estas notas como troco.

Por outro lado, há quem vá brincando com a revolta dos vegetarianos, apontando que aceitam as notas de 5 libras que tanto lhes desagradam em troca de 1 libra.

O facto de as notas de Euro serem feitas a partir de algodão transgénico ainda revolta mais os vegetarianos britânicos, que acreditam que a libra também não precisa de usar produtos de origem animal.

Esta nota já tinha despoletado protestos pelo facto de incluir a figura do político Winston Churchill, que substitui Elizabeth Fry, a quem é atribuída uma importante reforma das prisões britânicas, no Século XIX – deixando a Rainha Isabel como a única representante feminina nas libras britânicas.

Em reacção a estes protestos, o Banco de Inglaterra anunciou que em 2017, a escritora Jane Austen vai figurar nas novas notas de 10 libras.

SV, ZAP

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. Vegans e vegetarianos são uns pobres diabos a quem o tempo relegou para a irrelevância. Toda a gente sabe que os animais são um recurso que existe para ser usado para proveito do ser humano.

  2. Excesso de zelo por parte dos vegetarianos talvez, mas poderão sempre optar pelo troco em moedas.
    Já agora, uma vez que pretendem ter preocupações extra, podem sempre estender uma mão amiga aos vizinhos ou familiares que tantas vezes sofrem de algum tipo de carência alimentar, de material escolar ou medicamentos, principalmente os que têm filhos menores, que vivem no meio de nós e sofrem muitas vezes de pobreza envergonhada e quem lhes está próximo nem sequer liga.
    Concordo com o respeito pelos animais, e apesar de não ser vegetariano, provavelmente respeito-os mais que muitos vegetarianos, mas a cadeia alimentar é uma realidade e é a ela que as pessoas que hoje vivem lhe devem a sua existência.

RESPONDER

Estado emprestou dois milhões à Cruz Vermelha para pagar salários

A Parpública SGPS emprestou dois milhões de euros ao Hospital da Cruz Vermelha, nomeadamente para fazer pagamento de salários. A Parpública SGPS, holding tutelada pelo Ministério das Finanças, libertou dois milhões de euros para permitir ao …

Ex-ministro francês François Bayrou acusado de cumplicidade na apropriação de fundos

O ex-ministro francês François Bayrou, dirigente centrista e próximo de Emmanuel Mácron, foi acusado na sexta-feira por "cumplicidade na apropriação indevida de fundos públicos" no caso dos assistentes parlamentares do seu partido. A acusação, "anunciada antecipadamente …

"Profundamente envergonhada", Merkel visitou Auschwitz pela primeira vez

A chanceler alemã, Angela Merkel, visitou esta sexta-feira pela primeira vez o campo de concentração e extermínio de Auschwitz-Birkenau num "sinal de reconciliação com os judeus e o estado de Israel", considera o historiador René …

Capital do Natal de Algés avança com queixa-crime contra promotores

A organização da Capital do Natal, evento que decorre em Algés, Oeiras, vai apresentar uma queixa-crime contra os promotores turísticos que "adulteraram a oferta do parque", o que defraudou "um conjunto alargado de pessoas". Em causa …

Menino de 5 anos convidou todos os colegas do infantário para assistir à sua adoção

Um menino de cinco anos de Michigan, nos Estados Unidos, convidou a sua turma do infantário para testemunhar à sua adoção legal. A criança, identificada como Michael, foi adotada formalmente pela sua nova família na passada …

TDT vai mudar de frequência (outra vez)

A frequência da Televisão Digital Terrestre (TDT) está a ser alterada de forma faseada, o que significa que os portugueses que usem este serviço gratuito de televisão têm de sintonizar novamente os seus recetores e/ou …

Ruas de Águeda entre as "mais bonitas do mundo" para a CNN

As ruas do centro de Águeda, no distrito de Aveiro, decoradas com guarda-chuvas estão entre as 21 mais bonitas de mundo para a emissora norte-americana CNN. A distinção é avançada pelo jornal Público, que dá …

Hospitais vão poder pagar mais a médicos para garantir urgências no Natal

Os hospitais vão poder contratar médicos prestadores de serviço, vulgo tarefeiros, por valores superiores aos de referência durante o Natal e o Ano Novo. De acordo com o presidente da Federação Nacional dos Médicos, Noel Carrilho, …

Jovem que abandonou bebé no lixo esteve 13 anos institucionalizada em Cabo Verde

A jovem que abandonou o filho recém-nascido no lixo, em Lisboa, esteve institucionalizada durante 13 anos em Cabo Verde. A sua mãe está agora a lutar pela guarda da criança. Numa entrevista ao programa Sexta às …

Último debate. Boris defendeu o Brexit e Corbyn falou da Saúde (pelo menos 15 vezes cada um)

No debate televisivo, transmitido pela BBC, o último antes das eleições da próxima quinta-feira, Boris Johnson defendeu que é o melhor preparado para concretizar o Brexit e terminar com o impasse no processo, prometendo ainda …