Nova Entidade para a Transparência volta a derrapar. Só arranca em 2023

d.r. FESAP.pt

Fachada do Palácio Ratton, sede do Tribunal Constitucional

A nova Entidade para a Transparência, o organismo para fiscalizar políticos e altos cargos públicos aprovado em 2019, só deverá arrancar em 2023.

A previsão foi avançada por João Caupers, presidente do Tribunal Constitucional (TC), numa audição na Comissão da Transparência esta quinta-feira, realizada à porta fechada.

O Expresso sublinha que, de acordo com o Orçamento do Estado para 2021, o Executivo tinha 60 dias para disponibilizar instalações para o novo organismo, o que já deveria ter acontecido há mês e meio.

O Palácio de Santa Rita, em Coimbra, foi o escolhido, mas o espaço exige obras que poderão durar “largos meses”. “É preciso criar o projeto de execução, que depois tem de ir à Direção-Geral do Património antes de ser entregue na câmara para ser licenciado. Tudo isso demora tempo”, explicou uma fonte próxima do processo ao semanário.

Caupers disse aos deputados que podia optar-se pela realização de obras de forma faseada e começar a instalar-se o organismo em setembro, mas esta seria uma alternativa “complexa”, até porque a plataforma eletrónica para submeter as declarações só deverá estar concluída no próximo ano.

O matutino avança ainda que só agora se poderá dar início à nomeação dos membros da nova entidade, algo que deveria ter acontecido até março, assim como para a contratação de pessoal, que obriga a desencadear concursos públicos.

Como o organismo ainda não está a funcionar, centenas de declarações em papel foram entregues ao TC, sem que este possa fiscalizá-los. A nova lei impôs um alargamento do universo de responsáveis obrigados a entregar declarações de rendimento e património, mas deixou suspensa a sua fiscalização até à criação do novo órgão.

Até lá, compete à Entidade das Contas (do Tribunal Constitucional) fiscalizar os que já entregavam, como governantes, deputados e autarcas. Mas há muito tempo que o TC alerta não ter meios para cumprir esta função.

Liliana Malainho Liliana Malainho, ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

Emprego, formação e pobreza. Cimeira Social arranca com apelos a mudança para recuperar da crise

A Cimeira Social arrancou, nesta sexta-feira, no Porto, com a presença de 24 dos 27 chefes de Estado e de Governo da UE, num evento que pretende definir a agenda social da Europa para a …

Comandos. MP pede condenação de cinco arguidos a penas entre dois e 10 anos de prisão

O Ministério Público (MP) pediu hoje a condenação de cinco dos 19 arguidos no processo relativo à morte de dois recrutas dos Comandos, em 2016, a penas de prisão entre dois e 10 anos. Nas alegações …

Juventus quer Zidane para o lugar de Pirlo

O insucesso desportivo da Juventus esta temporada deve fazer com que Pirlo saia do clube. Zidane, que também estará de saída do Real Madrid, é o favorito da vecchia signora. Zinédine Zidane estará a pensar seriamente …

“Incompetência e arrogância”. Cabrita está (novamente) debaixo de fogo. Partidos pedem a sua demissão

Eduardo Cabrita, ministro da Administração Interna, está mais uma vez no centro da polémica. Depois de ter avançado com uma requisição civil para que mais de 20 imigrantes fossem transportados para o Zmar, durante a …

Fernando José é o candidato do PS a Setúbal. Ana Catarina Mendes concorre à Assembleia Municipal

O deputado e vereador socialista Fernando José é o cabeça de lista do PS às próximas eleições autárquicas para a Câmara de Setúbal e Ana Catarina Mendes à Assembleia Municipal, revelou fonte oficial do Partido …

Portugal na zona de queda dos restos do foguetão chinês

O foguete de Longa Marcha chinês que foi lançado a 29 de abril, e agora está a preocupar o mundo. As previsões é que a reentrada na atmosfera se dê até ao próximo dia 9 …

CIP propõe "almofada" pública de 8.000 milhões para resolver moratórias

A Confederação Empresarial de Portugal (CIP) propôs ao Governo criar uma "almofada" de garantias públicas no valor de oito mil milhões de euros para dar poder às empresas e levar a banca a renegociar os …

Reino Unido. Variante indiana é “preocupante“ e já infetou idosos vacinados

No Reino Unido, já foram encontradas 48 cadeias de transmissão da variante indiana e sabe-se que há transmissão comunitária. A Public Health England classifica esta variante como “preocupante”. A direção geral de saúde de Inglaterra (PHE …

Petição para cancelar Jogos Olímpicos conta já com 200 mil assinaturas

Uma petição 'online' a pedir o cancelamento dos Jogos Olímpicos Tóquio2020 devido à pandemia da covid-19 ultrapassou esta sexta-feira as 200 mil assinaturas, avançou a agência Lusa. A campanha, lançada na quarta-feira pelo advogado e ativista …

“Não queremos estragar a nossa joia da coroa“. Governo pode limitar acesso da Peneda-Gerês

O Secretário de Estado da Conservação da Natureza concorda com os autarcas, sobre o impacto positivo do turismo para as populações, mas nota que o sucesso do PNPG não pode pôr em causa os valores …