Médicos querem que norma de isolamento tenha em conta a atual taxa de vacinação

Rodrigo Antunes / Lusa

Com o regresso às aulas, médicos de saúde pública defendem a revisão da norma referente ao isolamento de contactos de risco, para que esta tenha em consideração a elevada taxa de vacinação.

O ano letivo arrancou há uma semana e já existem turmas inteiras em isolamento por causa de casos positivos. Segundo o jornal Público, médicos de saúde pública defendem a revisão da norma de isolamento de contactos de risco, para que esta tenha em consideração a realidade atual.

“O referencial das escolas remete para norma 015, que define como contacto de alto risco quem esteve com um caso positivo num local fechado por mais de 15 minutos e a menos de dois metros e que não faz referência ao uso de máscaras. Esta norma faz inclinar muitos delegados de saúde a colocar as turmas inteiras em isolamento. Não é isso que se pretende e não faz sentido continuar com esta situação”, refere o presidente da Associação Nacional de Médicos de Saúde Pública Gustavo Tato Borges.

“A nova versão da norma deverá definir melhor o que são contactos de alto e baixo risco e a questão dos vacinados para que se possa definir de forma mais equilibrada e o mais semelhante possível em todo o país” a decisão a tomar no caso de existir um caso positivo na turma, continua.

Temos de nos adaptar à realidade atual. Temos mais de 80% da população completamente vacinada, o que se traduz numa proteção global bastante significativa”, reforça.

Apesar disso, Gustavo Tato Borges considera que “no 1.º ciclo, em que os alunos não estão vacinados nem usam máscara”, caso exista um caso positivo, a turma será toda isolada.

Para o especialista, a diferença está no 2.º ciclo, em que os alunos não estão vacinados, mas há o uso de máscara. Nesta situação, considera, “deve haver uma avaliação muito cuidada de cada caso [para se tomar a decisão em relação ao isolamento] e no 3.º e secundário, em que há o uso da máscara e muitos alunos estão vacinados, o que faz sentido é colocar os contactos mais próximos – família e amigos com que contacta recorrentemente – em isolamento.”

“O referencial para as escolas oferece mais flexibilidade, mas a norma é muito conservadora. As medidas de controlo devem ser proporcionais, transparentes e compreensíveis. O país ter um dos isolamentos mais prolongados da Europa não faz sentido e mina a confiança no controlo pandémico”, aponta também o especialista em saúde pública Bernardo Gomes, lembrando que o teste rápido tem como papel principal descartar a infecciosidade.

O Conselho de Ministro reúne-se esta quinta-feira e deverão ser anunciadas novas medidas de desconfinamento.

  ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

O pior desastre nuclear da história dos EUA pode ter sido fruto de uma brincadeira

O SL-1 era um reator nuclear experimental de baixa potência, localizado no Idaho, nos EUA, que tinha como objetivo fornecer energia a pequenas instalações militares remotas no início dos anos 1960. O reator acabou por ficar …

PJ deteve quarto suspeito da morte de jovem no metro das Laranjeiras

A Polícia Judiciária (PJ) deteve, ao final da tarde desta quinta-feira, um quarto suspeito da morte de um jovem, na quarta-feira, na estação de metro das Laranjeiras, em Lisboa. Durante a tarde de hoje, em conferência …

A ministra do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social, Ana Mendes Godinho, a ministra de Estado e da Presidência, Mariana Vieira da Silva, a ministra da Cultura, Graça Fonseca, e a ministra da Saúde, Marta Temido

Saúde, Trabalho e Cultura. As medidas aprovadas pelo Governo para facilitar a negociação do OE

Novo Estatuto do Serviço Nacional de Saúde, Agenda do Trabalho Digno e a versão final do Estatuto dos Profissionais da Cultura foram os grandes destaques da conferência de imprensa após o Conselho de Ministros desta …

Banido do Facebook, Donald Trump aposta na criação da sua própria rede social

Nova rede social deverá estar disponível a partir do início do próximo ano e é uma resposta do antigo presidente às empresas que o decidiram banir. O antigo Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump anunciou o …

Um cigarro aceso

"Fumar mata." Deputados britânicos querem que o aviso seja impresso em cada cigarro

Para desencorajar os fumadores, os deputados britânicos querem imprimir o slogan "Fumar mata" em cada cigarro de um maço de tabaco. Deputados britânicos apresentaram, no Parlamento, uma emenda à Lei de Saúde e Cuidados de Saúde …

Ludogorets 0-1 Braga | Horta bracarense dá frutos cedo

O Sporting de Braga conseguiu um importante triunfo por 1-0 na deslocação ao terreno do Ludogorets, no Grupo F da Liga Europa. A formação lusa não quis perder tempo e marcou logo aos sete minutos, por …

PJ admite mais pessoas envolvidas na morte de jovem no metro das Laranjeiras

A Polícia Judiciária (PJ) admitiu, esta quinta-feira, que estejam mais pessoas envolvidas na morte de um jovem, na quarta-feira, na estação de metro das Laranjeiras, em Lisboa. Os dados foram avançados esta tarde, em conferência de …

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa

Marcelo continua a "desejar e a esperar que haja uma possibilidade de o OE passar"

O Presidente da República afirmou, esta quinta-feira, que continua "a desejar e a esperar que haja uma possibilidade de o Orçamento passar" e considerou que os próximos dias, com reuniões partidárias até ao fim-de-semana, "são …

Facebook acorda com parte da imprensa diária francesa pagar "direitos conexos"

O Facebook chegou a um acordo com parte da imprensa diária francesa para pagar "direitos conexos", anunciou a rede social norte-americana, algumas semanas depois de assinar acordos semelhantes com o Le Monde e o Le …

Os trabalhadores que acumulam empregos em teletrabalho — e em segredo

Com a normalização do teletrabalho nos últimos anos, há cada vez mais pessoas que acumulam dois empregos a tempo inteiro — e em segredo. Têm dois endereços de e-mail profissionais, dois computadores, dois patrões e... dois …