/

Noah, de apenas dois anos, está desaparecido desde quarta-feira. Cadela, peça de roupa e pegadas encontradas

3

(dr)

Um menino de dois anos está desaparecido em Proença-a-Velha, concelho de Idanha-a-Nova, desde quarta-feira de manhã. A GNR e PJ estão no local a fazer buscas com o auxílio de populares que se juntaram às autoridades.

Ao longo do dia de ontem, as buscas prosseguiram intensivamente em terrenos perto da casa da família da criança.

Durante a tarde, polícias e populares acabaram por encontrar a cadela que desapareceu juntamente com o menino. O animal estava numa propriedade a cerca de 3 ou 4 quilómetros da casa.

Mais tarde, relata o Correio da Manhã, foi ainda encontrada uma camisola que, segundo os pais do pequeno Noah, lhe pertence.

A peça de roupa foi encontrada por um dos grupos de populares que estão a bater os terrenos, juntamente com as autoridades. O local, não muito afastado da zona onde foi encontrada a cadela da família, e dentro do perímetro delimitado para as operações de busca, encontra-se a cerca de 300 metros de um riacho.

Numa atualização feita esta manhã, o capitão Jorge Massano, do Comando Territorial da GNR de Castelo Branco, informou que foram encontradas, durante a noite, pegadas compatíveis com as de uma criança próximo do local onde foi descoberta a peça de roupa.

Na noite de quarta-feira, as buscas para encontrar o menino com menos de três anos foram reforçadas e mobilizavam às 7h30 cerca de três dezenas de efetivos, drones e equipas cinotécnicas.

“As buscas durante a noite foram infrutíferas. A criança ainda não foi encontrada. Hoje de manhã as equipas foram reforçadas. Temos 28 efetivos no terreno e três valências empenhadas: equipas apeadas, drones e equipas cinotécnicas”, disse à Lusa o oficial de comunicação e relações públicas do Comando Territorial da GNR de Castelo Branco.

O capitão Jorge Massano disse ainda que o perímetro das buscas foi alargado, mas ainda na zona de Proença-a-Velha, no concelho de Idanha-a-Nova, distrito de Castelo Branco.

Na quarta-feira, o responsável disse à Lusa que o alerta para o desaparecimento da criança foi dado às 8h30 e que levou à montagem de uma operação de busca e resgate.

De acordo com a mesma fonte, o menino, com idade compreendida entre “os dois e os três anos”, terá desaparecido de casa e o alerta foi dado pelos pais, desconhecendo-se as circunstâncias do sucedido.

Como avança o CM, e segundo os pais, Noah desapareceu entre as 5h00 e as 8h00 desta quarta-feira com a cadela, de nome Melina, e nunca mais foi visto. As autoridades foram acionadas cerca das 9h00 desta quarta-feira.

O pai da criança terá saído de casa para trabalhar num terreno agrícola perto de casa cerca das 5h00 e, às 8h00, quando a mãe acordou, deu pela falta do menino.

Segundo os pais explicaram às autoridades, apesar da tenra idade, o menino era muito desenvolto e por diversas vezes saía de casa à procura do pai que trabalha junto à casa da família.

  ZAP // Lusa

3 Comments

  1. Tudo muito estranho e o menino quanto a mim já deve estar a muita distância do local caso o resultado não seja mais grave ainda!

  2. Mais um caso que nos vai deixar de boca aberta, posso estar enganado mas é tudo muito estranho, ainda vão dizer que foi o que está preso na alemanhã (alegado homicida ).

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE