“Ninguém dava nada pelo Arouca”, mas ele está de volta à Primeira Liga

Manuel Fernando Araújo / Lusa

O Arouca assegurou hoje o regresso à Primeira Liga, ao vencer por 2-0 no estádio do Rio Ave, em jogo da segunda mão do playoff de acesso ao escalão principal da época 2021/22.

Depois de se ter imposto em casa por 3-0, no confronto inaugural, a equipa arouquense, terceira classificada na II Liga desta temporada, voltou a bater a formação vilacondense, 16.ª posicionada na Primeira Liga, com golos de Arsénio, aos 32 minutos, e Sema Velázquez, aos 59.

O Arouca, que conta com quatro presenças na Primeira Liga, entre as épocas 2013/14 e 2016/17, regressa ao convívio dos ‘grandes’ quatro anos após ter sido despromovido, enquanto o Rio Ave termina um ciclo de 13 temporadas na divisão principal, num total de 27 presenças entre a elite do futebol português.

“Ninguém dava nada pelo Arouca, ninguém pensava que nós íamos fazer isto, ninguém nos passava confiança. Mas nós, desde os primeiros dias, desde que contratei estes jogadores e este grande treinador, que o nosso objetivo interno, não deixámos transparecer nada cá para fora, era esta alegria”, disse o presidente do Arouca, Carlos Pinho, citado pelo jornal desportivo A BOLA.

Em relação à próxima temporada, Carlos Pinho diz que vai fazer o seu melhor e “o Arouca vai fazer uma equipa ao jeito de Arouca”.

Em declarações à Sport TV, no final do encontro, o treinador do Arouca começou por deixar uma palavra de respeito pelo Rio Ave.

“Antes uma palavra para o Rio Ave, o momento é difícil, compreendo a dor. Contrasta com a nossa alegria, mas todo o respeito pelo Rio Ave e pela instituição”, disse Armando Evangelista.

“Acho que mais uma vez ficou demonstrado o foco e aquilo que a gente tinha vindo a demonstrar ao longo da época. Nestes dois jogos ficou bem patente a qualidade que pouca gente quis ver. Neste playoff mais gente olhou para o Arouca, ficou bem patente o carácter e a qualidade que este Arouca demonstrou ao longo da época. Verdade seja dita que, para chegar a um playoff e ter a intensidade que a gente demonstrou, muito contribuiu também o que as outras equipas exigiram do Arouca. Obrigaram-nos a crescer, a ser mais equipa, por isso nos termos apresentado desta forma frente a uma equipa da Primeira Liga que tem outro tipo de argumentos que o Arouca não tem”, acrescentou.

A Federação Portuguesa de Futebol (FPF) felicitou o Arouca pela vitória sobre o Rio Ave e a consequente promoção ao escalão principal, por troca com os vilacondenses.

“Congratulo vivamente o Futebol Clube de Arouca pela subida à I Liga, depois de ter vencido de forma contundente e esclarecedora o playoff de acesso ao escalão principal”, afirmou Fernando Gomes, presidente da FPF, em nota publicada no site oficial do organismo.

Na mesma nota, o presidente federativo dirigiu uma palavra de felicitação a todos os adeptos do clube, que “seguiram à distância, mas com entusiasmo, a caminhada triunfal do regresso à principal liga profissional”.

  Daniel Costa, ZAP // Lusa

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE