//

Netflix interessada em trabalhar com Harry e Meghan

Neill Hall / EPA

Ted Sarandos, diretor de conteúdos da Netflix, admitiu ter interesse no Príncipe Harry e Meghan Markle, depois do Palácio de Buckingham ter informado os duques de Sussex vão perder os títulos reais e o acesso a fundos públicos.

De acordo com o jornal britânico Standard, Ted Sarandos foi filmado a comentar: “Quem não estaria interessado [neles]? Sim, claro [que estou]”.

Segundo o comunicado real, divulgado no sábado, Harry e Meghan já não vão usar os títulos reais, uma vez que deixam de ser “membros em funções da família real”. Assim, o casal poderá ser financeiramente independente. Uma das hipóteses é, entre outros contratos lucrativos, um contrato com a gigante de streaming Netflix.

Peritos já tinham especulado sobre a hipótese de Harry e Meghan seguirem as pegadas de Barack e Michelle Obama, que negociaram um acordo de produção com a Netflix para a realização de projetos televisivos e cinematográficos, de acordo com o jornal britânico The Guardian.

“Fico muito triste que tenha acabado assim”

O príncipe Harry expressou a sua “grande tristeza” pela forma como ele e mulher, Meghan Markle, renunciaram aos títulos de Suas Altezas Reais como parte do acordo de separação da família real britânica.

Num vídeo colocado no Instagram, o duque de Sussex, sexto na linha de sucessão ao trono britânico, afirmou: “Fico muito triste que isto tenha acabado assim”. “A Nossa esperança era continuar a servir a Rainha, a comunidade e as minhas associações militares, mas sem financiamento público. Infelizmente, isso não é possível”, acrescentou.

Harry explicou que nem ele nem a mulher estão a “fugir”. “O Reino Unido é a minha casa e adoro isso, nunca vai mudar”. Os duques de Sussex já anunciaram que tencionam passar mais tempo no Canadá, para onde Meghan partiu logo depois do anúncio do seu afastamento da família real.

Harry garantiu ter “o maior respeito” pela avó, a Rainha, e garantiu que apesar de não poder continuar a representar Isabel II, isso “não vai mudar quem eu sou ou o quão empenhado estou”.

Harry e a mulher anunciaram a intenção de “recuar” dos deveres enquanto membros seniores da família real do Reino Unido, para se tornarem “financeiramente independentes”, tendo o Palácio de Buckingham dito que essas questões são “complicadas”.

O inesperado anúncio de Harry e Meghan, que asseguram ter a intenção de “trabalhar para ser financeiramente independentes”, provocou mal-estar entre o resto dos membros da monarquia e levantou dúvidas sobre as futuras fontes de financiamento dos duques.

O casal deixará de representar formalmente a rainha e tenciona reembolsar o estado britânico em 2,4 milhões de libras (3 milhões de euros) pela sua residência familiar no Reino Unido, Frogmore Cottage, que recebeu obras de requalificação para receber o casal.

Este mês, foi noticiado que Meghan Markle já tinha trabalho na Disney, depois de o TMZ ter publicado um vídeo onde se vê Harry a conversar com o presidente da empresa norte-americana, vendendo os talentos da mulher para trabalhos de voz. Segundo o The Guardian, Meghan chegou a acordo com a Disney e vai fazer trabalhos de voz em troca de doações para a caridade. No ano passado, também se falou que Harry iria trabalhar com Oprah Winfrey num documentário sobre saúde mental para a Apple TV.

  ZAP //

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE