Neozelandês que partilhou vídeo do massacre de Christchurch condenado a 21 meses de prisão

Martin Hunter / EPA

Um neozelandês foi esta terça-feira condenado a 21 meses de prisão por ter partilhado o vídeo que o alegado autor do ataque em março contra duas mesquitas de Christchurch, que fez 51 mortos, transmitiu em direto, no Facebook.

O empresário Philip Arps, de 44 anos, que já se tinha declarado culpado por duas acusações de distribuição do vídeo, foi detido em Christchurch quatro dias depois do ataque. De acordo com o Tribunal Distrital de Christchurch, o homem distribuiu as imagens dos assassinatos para cerca de 30 pessoas, segundo avança a imprensa local.

O juiz do Tribunal Distrital de Christchurch, Stephen O’Driscoll, disse que, quando questionado sobre o vídeo, Arps descreveu-o como “impressionante” e não demonstrou nenhuma empatia pelas vítimas. Sublinhou ainda que o Arpps revelou pontos de vista fortes sobre a comunidade muçulmana e, com efeito, cometeu um crime de ódio.

Segundo Stephen O’Driscoll, o empresário comparou-se a Rudolf Hess, um líder nazi ao comando de Adolf Hitler. “Na verdade, foi um crime de ódio contra a comunidade muçulmana”, disse o juiz, acrescentando que a partilha do vídeo foi “particularmente cruel”.

Philip Arps terá ainda pedido a uma outra pessoa para criar um meme com o vídeo mas não há provas de que o tenha distribuído, segundo o jornal britânicpo The Guardian. O advogado já disse que vai recorrer da decisão judicial, argumentando que o seu constituinte deve ser julgado pelo que efetivamente fez e não pelas suas convicções políticas. Segundo o juiz, Arps defendeu-se dizendo ter o direito de distribuir o vídeo invocando a liberdade de prosseguir os seus ideais políticos.

Brenton Tarrant, alegadamente responsável pela morte de 51 pessoas em Christchurch, transmitiu os assassínios em direto pela rede social Facebook, tendo o vídeo ficado disponível e a ser partilhado em outras redes sociais, como o Twitter e o YouTube, durante várias horas após o ataque. No dia 13 de junho, Brenton Tarrant declarou-se não culpado.

No decurso de uma transmissão audiovisual desde a prisão de alta segurança de Auckland difundida no tribunal de Christchurch, o advogado Shane Tait declarou que o seu cliente se declara “não culpado de todas as atas de acusação”, enquanto Tarrant permanecia sentado e silencioso.

Em 21 de maio, a polícia neozelandesa acusou de terrorismo Brenton Tarrant. As autoridades avançaram também com mais uma acusação de homicídio. No total, o australiano enfrenta 51 acusações por homicídio e 40 por tentativa de homicídio.

No dia 15 de março, 51 pessoas perderam a vida e várias dezenas ficaram feridas num ataque indiscriminado contra muçulmanos que se encontravam em duas mesquitas em Christchurch, antes da oração do meio-dia.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

RESPONDER

Cientistas conseguiram manter tecido cerebral de cobaias vivo durante semanas

Cientistas japoneses conseguiram manter partes de tecido cerebral de cobaias vivas e viáveis durante 25 dias, isoladas numa cultura, graças a um novo método. De acordo com o Science Alert, a chave para o sucesso foi …

Arqueólogos descobrem 25 sítios que comprovam presença militar romana no Norte e na Galiza

Investigadores portugueses e galegos descobriram 25 novos sítios no Norte de Portugal e na Galiza que “comprovam arqueologicamente” a presença militar romana nos dois territórios, correspondendo a maioria dos locais a “acampamentos militares”, revelou hoje …

EUA poderão manter alguns efetivos na Síria para proteger poços de petróleo

Os EUA planeiam deixar alguns efetivos no nordeste da Síria para proteger instalações petrolíferas e garantir o combate contra um possível ressurgimento do grupo extremista Estado Islâmico (EI), disse hoje o secretário de Defesa dos …

Polícias realizam manifestação conjunta em Lisboa a 21 de novembro

Elementos da PSP e da GNR realizam a 21 de novembro, em Lisboa, uma manifestação conjunta para exigirem ao novo Governo "a resolução rápida" dos problemas que ficaram por resolver na anterior legislatura. Com o lema …

Sérvia punida por racismo no jogo com Portugal

A UEFA condenou nesta segunda-feira a Sérvia a disputar o próximo jogo da fase de qualificação para o Euro 2020 à porta fechada, por manifestações racistas na partida com Portugal, disputada em Belgrado, que terminou …

Juve Leo lança críticas à direção: Um clube sem rumo e que precisa de bodes expiatórios

Depois de o Sporting rescindir os protocolos com a Juventude Leonina e com o Diretivo Ultras XXI devido à "escalada de violência" recente, a Juve Leo reagiu em comunicado com duras críticas à direção de …

Um terço dos fogos deste ano tiveram como causa queima e queimadas

Um terço dos incêndios florestais registados este ano e investigados tiveram como causa queimadas e queimas, revela o último relatório do Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF). O relatório provisório de incêndios rurais, …

De Nova Iorque a Sydney em 19 horas. Avião da Qantas bate recorde

O primeiro voo comercial direto entre as cidades de Nova Iorque e Sydney, com mais de 19 horas, terminou, este domingo, na cidade australiana. O teste realizado pela companhia aérea Qantas faz parte do Project Sunrise, …

Marcelo ficou "muito impressionado" pela destruição do furacão Lorenzo nos Açores

O Presidente da República visitou, este domingo, o porto das Lajes das Flores, que ficou destruído após a passagem do furacão Lorenzo pelos Açores, mostrando-se "muito impressionado" pela destruição "massiva". "Muito impressionado com aquilo que foi …

Sporting é o terceiro clube com mais jogadores da formação espalhados pela Europa

O Sporting é o terceiro clube com mais jogadores da sua formação a atuarem nas ligas europeias e o emblema português mais representado nas 'big 5', segundo o observatório de futebol do Centro Internacional de …