Montepio. Milhões sem aval para amigo de Salgado na mira da Justiça

António Cotrim / Lusa

A Polícia Judiciária (PJ) fez buscas, esta quinta-feira, a vários bancos, entre os quais o Banco Montepio e a sua acionista, a Associação Mutualista Montepio Geral, e ao BNI Europa, banco português com capitais angolanos.

Ambas as instituições bancárias confirmaram as buscas ao longo do dia de ontem.

A imprensa nacional avança revela esta sexta-feira que os alvos das buscas eram negócios que envolviam o empreiteiro José Guilherme, que ficou conhecido por “oferecer”  milhões de euros ao antigo líder do BES, Ricardo Salgado, conta o semanário Expresso, que precisa que a “prenda” terá sido de 14 milhões de euros.

Na mira da Justiça estão factos que remontam entre 2011 e 2014, quando o Montepio e a Associação Mutualista eram dirigidos por Tomás Correia. Tratam-se de vários empréstimos do banco a José Guilherme, bem como ao seu filho e a pessoas próximas da família.

No centro do processo, detalha o jornal Público, estão vários empréstimos concedidos no final de 2013 pelo Finibanco Angola, uma sucursal do Montepio, a pessoas próximas do empreiteiro para comprar Unidades de Participação (UP) de um fundo constituído pela então Caixa Económica Montepio Geral (CEMG), agora Banco Montepio.

O objetivo da operação passava por injetar 200 milhões de euros de fundos próprios no banco, para que os rácios que lhe eram exigidos fossem cumpridos, escreve o matutino, dando conta que, por este mesmo motivo, era importante para o banco liderado por Tomás Correia que a operação em causa fosse bem-sucedida.

Os investigadores suspeitam que o dinheiro fosse do próprio banco, frisa a Renascença.

Uma auditoria interna ao banco, noticiada em 2018 pela RTP, dava conta que entre os os subscritores das UP se destacavam três pessoas que detinham quase 16% do total emitido: o filho do empreiteiro, Paulo Guilherme, o sogro deste, Eurico Brito, e a filha de um outro construtor amigo de José Guilherme, Maria Rodrigues.

Tal como sintetiza a SIC Notícias, o Montepio terá servido para lavar dinheiro angolano.

Ao todo, precisa o Correio da Manhã, terão sido quase 70 milhões de euros que o Montepio financiou a José Guilherme sem qualquer garantia, servindo grande parte deste montante para comprar UP do fundo Montepio.

“Não faço ideia do que se trata”

Em causa estão “factos suscetíveis de enquadrar a prática de crimes de burla qualificada, branqueamento e fraude fiscal qualificada”, referiu a Procuradoria-Geral da República esta quinta-feira em comunicado, no qual confirmava as buscas, que chegaram à casa de Tomás Correia, bem como à habitação de José Guilherme em Portugal.

Em declarações ao jornal Eco, Tomás Correia, ex-presidente da Associação Mutualista Montepio Geral, diz desconhecer o teor das buscas. “Não faço a mais pequena ideia do que se trata”. E acrescenta: “Não sou arguido em coisa nenhuma.”

Sabe o Expresso que o inquérito, aberto já em 2015, não tem ainda arguidos.

ZAP //

PARTILHAR

5 COMENTÁRIOS

  1. E o vigarista não queria largar a mama..
    Pior foi ver o padre parasita milionário (Vitor Milícias) a dizer isto:
    “Não será um secretariozeco ou um ministro” a afastar Tomás Correia do Montepio
    zap.aeiou.pt/nao-sera-secretariozeco-afastar-tomas-correia-245800
    .
    O que merece este bando de mafiosos?!

  2. O pior disto tudo é que houve eleições do banco há poucos meses havia três candidatos incluindo o sr. Tomás Correia e já se sabia coisas sobre a vigarice UE ele fez no banco e ele foi ganhar novamente as eleições. Por isso tanto criminoso e aquele que está lá dentro como Aqueles que votaram a favor do sr Tomás Correia.

RESPONDER

Disputa sobre os nossos ancestrais resolvida pela evidência genética mais antiga de sempre

Informações genéticas de um fóssil humano com 800 mil anos foram recuperadas pela primeira vez. Os resultados esclarecem uma das ramificações da nossa árvore genealógica. A evidência genética foi retirada de um dente pertencente a um …

"Claramente abusivo". Isabel dos Santos contesta arresto de ações da NOS

As empresas da empresária angolana Isabel dos Santos que, em conjunto com a Sonaecom, controlam a maioria do capital da operadora NOS, consideraram que o arresto das suas participações na empresa é “abusivo” e “excessivo”. A …

Boris Johnson hospitalizado para fazer mais exames à covid-19

O primeiro-ministro britânico, que deu positivo para o novo coronavírus há dez dias, foi hospitalizado, este domingo, para novos exames. "A conselho do seu médico, o primeiro-ministro foi internado no hospital para exames esta noite", indicou …

Mistura de nanopartículas carregadas pode ser o cocktail fatal das células cancerígenas

Uma equipa de investigadores da Coreia do Sul descobriu que podem dar um golpe fatal nas células cancerígenas com uma cuidadosa mistura de nanopartículas carregadas. Os lisossomas são os caixotes do lixo das células. Contêm enzimas …

Diretora-geral da Saúde da Escócia demite-se após furar confinamento que impôs

A diretora-geral da Saúde da Escócia, Catherine Calderwood, anunciou na noite de domingo a sua demissão após ter desrespeitado as regras de confinamento que impôs, ao deslocar-se por duas vezes à sua segunda casa durante …

Maduro pede aos norte-americanos que impeçam "novo Vietname" perto de casa

O Presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, dirigiu este domingo uma carta aos norte-americanos, apelando a que travem as alegadas intenções de Trump de avançar para um conflito armado com a Venezuela e impeçam "outro Vietname …

Apareceu um enorme buraco na camada de ozono por cima do Pólo Norte

O Arctic Ozone Watch da NASA relatou a formação de um grande buraco na camada de azono acima do Pólo Norte, que pode ser o maior já registado no norte. Em março, os relatórios de balões …

Descoberto novo candidato a superterra habitável a 12 anos-luz

Um sistema estelar recém-descoberto a 12 anos-luz inclui três mundos na faixa de tamanho entre a Terra e Neptuno, um deles na "zona habitável" da estrela, onde o calor do hospedeiro permite a existência de …

Na Terra ou em Marte: reator híbrido converte CO2 em produtos orgânicos

Uma equipa de investigadores desenvolveu um reator híbrido que utiliza bactérias "ciborgues" incorporadas em nanofios para produzir alimentos, combustível e oxigénio. Segundo o comunicado da Universidade da Califórnia, em Berkeley, este sistema é muito semelhante ao …

Já pode visitar o ponto mais profundo dos 5 oceanos (mas há um preço)

Graças a um explorador rico, em maio, alguns sortudos poderão escapar da pandemia de covid-19 durante um curto período de tempo, mergulhando ao ponto mais profundo conhecido dos oceanos da Terra. O Challenger Deep é o …