Navalny hospitalizado com “doença respiratória”. Kremlin rejeita tratamento especial

(h) Alexei Navalny / EPA

O opositor russo Alexei Navalny foi transferido para um centro médico devido a uma possível doença respiratória e foi testado para covid-19. O Kremlim disse que o detido não pode esperar um tratamento especial.

De acordo com o jornal britânico The Independent, anteriormente, Navalny queixou-se de febre alta e tosse forte. O político, de 44 anos, disse que três dos 15 presos na sua ala da prisão russa estavam a ser tratados no hospital a tuberculose e brincou que apanhar a doença poderia oferecer-lhe alívio das suas outras doenças.

“Se eu tiver tuberculose, talvez isso afaste a dor nas minhas costas e a dormência nas minhas pernas. Isso seria bom”, escreveu Navalny no Instagram.

O jornal Izvestia publicou posteriormente uma nota do serviço penitenciário estadual que dava conta que Navalny foi transferido para a unidade sanitária da prisão após “sinais de uma doença respiratória, incluindo febre alta”.

O relatório não disse onde ficava a enfermaria, mas um dos seus advogados disse que parecia ser dentro da colónia penal IK-2, 96 km a leste de Moscovo, onde está detido.

Apesar do seu estado de saúde, o Kremlin não pretende mudar a sua abordagem em relação a Navalny. “Um prisioneiro não pode receber tratamento especial”, disse o porta-voz principal do Kremlin, Dmitry Peskov. “Existem regras e o prisioneiro receberá tratamento de acordo com as regras.”

Navalny foi preso em janeiro depois de voltar da Alemanha, onde passou cinco meses a recuperar de um envenenamento por agente nervoso que atribui ao Kremlin. A Rússia nega a acusação. Em fevereiro, foi condenado a dois anos e meio de prisão por violar os termos da sua liberdade condicional. A sentença decorre de uma condenação por peculato de 2014.

A defesa  disse que Navalny tinha perdido uma quantidade substancial de peso antes de iniciar uma greve de fome na quarta-feira para protestar contra o fracasso das autoridades em fornecer o tratamento adequado para as suas dores nas costas e pernas.

Segundo o opositor, os funcionários da prisão recusaram-se a dar-lhe medicamentos adequados e em permitir que o médico o visitasse. Além disso, Navalny reclamou das verificações de hora em hora que um guarda faz à noite, dizendo que equivalem a privação de sono.

Na segunda-feira, a secretária-geral da Amnistia Internacional Agnes Callamard exigiu, através do Twitter, que Navalny fosse libertado e examinado por um médico da sua escolha. “Há uma perspetiva real de que a Rússia o está a submeter a uma morte lenta”, escreveu.

Maria Campos, ZAP //

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. Este está condenado enquanto o camarada Putin vai alterando as leis para se perpetuar no Poder, portanto opositores não arrisquem a vida!

RESPONDER

É agora possível os robôs mexerem-se sozinhos, graças a novos polímeros de alta energia

Através do uso de novos polímeros que armazenam mais energia e são depois aquecidos, investigadores da Universidade de Stanford conseguiram colocar manequins a mexer os braços sozinhos. Era ver robots a mexer os braços sozinhos, pelo …

"Poço do Inferno". Espeleólogos encontram serpentes, mas não demónios

No deserto da província de Al-Mahra, no leste do país, um buraco redondo e escuro de 30 metros de largura serve de entrada para uma caverna de cerca de 112 metros. Uma maravilha natural que …

Vitória SC 1-3 Benfica | “Águia” passa tranquila em Guimarães e continua a voar no topo

Naquele que era apontado como o mais duro teste à sua liderança até ao momento, o Benfica passou com relativa tranquilidade em Guimarães. Frente a um Vitória que tentou discutir o jogo de igual para igual …

Fazer umas calças de ganga exige 10 mil litros de água. Dez marcas estão a criar jeans sustentáveis

As calças de ganga são das peças de vestuário com piores impactos para o ambiente, mas há marcas que estão a apostar na sustentabilidade como um factor atractivo para os consumidores. Estão sempre na moda e …

"Guerra das matrículas" faz escalar tensão entre Sérvia e Kosovo

Esta semana, a fronteira entre o norte do Kosovo e a Sérvia esteve bloqueada por protestos de elementos da etnia sérvia, que não aceitam a decisão do governo kosovar, de etnia albanesa, de proibir a …

Num golpe de "fake it until you make it", Hong Kong vai a eleições a saber o vencedor

Hong Kong prepara-se para as primeiras eleições legislativas após as mudanças no sistema eleitoral implementadas pela China para garantir a vitória dos seus aliados. Aos olhares mais desatentos, as eleições em Hong Kong são mais um …

Stefano Pioli propõe regra de basquetebol que contribui para um "futebol de ataque"

O treinador do Milan, Stefano Pioli, propõe uma alteração nas regras do futebol que promete revolucionar o desporto rei. De forma semelhante ao basquetebol, uma vez dentro do meio campo adversário, as equipas não poderiam voltar …

Um dos maiores sites de dados sobre a covid-19 na Austrália é, afinal, gerido por adolescentes

Aproveitando o momento em que passaram a integrar as estatísticas que os próprios fazem chegar diariamente à população australiana, o grupo de três jovens revelou a sua identidade para surpresa de muitos dos seus seguidores. …

Mais cinco mortes e 713 casos confirmados em Portugal

Portugal registou, este sábado, mais cinco mortes e 713 casos confirmados de covid-19, de acordo com o mais recente boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS). Este sábado registaram-se mais cinco mortes e 713 novos casos …

Dirigente da Huawei detida no Canadá pode voltar à China após acordo com EUA

A justiça dos EUA aceitou hoje o acordo entre o Departamento da Justiça e a Huawei, que vai permitir à filha do fundador e diretora financeira do conglomerado chinês de telecomunicações regressar à China. Uma juíza …