Nasceram “Jerusalém”, “Capital” e “Palestina” (em protesto contra Trump)

Nele Caluwé / Flickr

Um casal palestiniano escolheu para os seus três gémeos recém-nascidos os nomes de “Jerusalém”, “Capital” e “Palestina”, com o objectivo de criticar o reconhecimento de Jerusalém como capital israelita por Donald Trump. Mas, diz a mãe, na região a falta de fraldas e leite são problemas muito maiores.

Há muitas formas de expressar discordância com um anúncio político que se considera errado. Na Faixa de Gaza, um casal deu aos seus trigémeos os nomes de “Jerusalém”, “Capital” e “Palestina”, em protesto contra a decisão norte-americana de reconhecer Jerusalém como capital de Israel.

Graças a Deus tive trigémeos e pudemos responder à decisão do presidente norte-americano Donald Trump”, disse Islam al-Sukili, 25 anos, a mãe dos meninos Jerusalém e Palestina, e da menina Capital. Segundo a Deutsche Welle, a família palestina vive em Khan Yunes, no sul de Gaza.

Os bebés nasceram duas semanas após o anúncio de Trump, a 6 de dezembro de 2017, data em que os Estados Unidos reconheceram Jerusalém como capital de Israel. A iniciativa unilateral e inesperada da diplomacia americana provocou a ira dos palestinianos, que reivindicam Jerusalém Oriental como a capital do Estado a que aspiram.

Israel, que considera Jerusalém sua capital indivisível, ocupou a zona oriental em 1967 e anexou-a em 1980. Parte da comunidade internacional condena como ilegal a anexação de Jerusalém Oriental, e defende que o estatuto final da cidade, considerada santa pelas religiões judaica, cristã e islâmica, seja estabelecido em negociações entre israelitas e palestinianos.

A decisão de Trump não tem qualquer valor, Jerusalém é a nossa capital eterna”, declara o pai dos trigémeos, Nidal Sukili, de 30 anos, que está desempregado. Mas enquanto isso, num território atingido por guerras e pela pobreza, alvo de bloqueios por parte de Israel e do Egipto, o problema “são as fraldas e o leite”, diz a mãe.

ZAP // Deutsche Welle / Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Maior expedição científica de sempre ao Ártico parte hoje da Noruega

A maior expedição científica de sempre ao Ártico parte hoje para estudar durante um ano os efeitos visíveis das alterações climáticas no Pólo Norte. O quebra-gelo Polarstern, do instituto Alfred-Wegener, de Bremerhaven, na Alemanha, partirá do …

Asteróide "sorrateiro" pregou um susto à NASA e quase colidiu com a Terra em julho

Em finais de julho, um asteróide do tamanho de um campo de futebol pregou um susto à NASA quando passou a apenas 65.0175 quilómetros da Terra. Foi a maior rocha espacial a passar tão perto …

Vem aí o Dia 0. A Austrália vai ficar sem água (e pode não ser a única)

O Dia 0 está a chegar e a Austrália está prestes a ficar sem água. Os cientistas dizem que este é um aviso para todas as outras regiões em redor do mundo. Este dia vai marcar …

Mujahid é a misteriosa figura por detrás da propaganda talibã (mas pode nem ser real)

Zabihullah Mujahid pode não ser um nome reconhecido pelas pessoas, mas a verdade é que tudo aquilo que ele diz é escutado atentamente por todo o mundo. Mujahid é o porta-voz dos talibãs há 12 anos …

O rapper, a mulher adúltera, a caçadeira e a PIDE feminista. Polémica com videoclip de Valete

Numa altura em que continuam a contar-se as mulheres que morrem vítimas de violência doméstica, o último videoclip de Valete, um dos rappers mais reconhecidos do país, está a causar polémica. Há quem considere que faz …

Milhares de milhões de pássaros desapareceram dos EUA

Um quarto de todos os pássaros dos EUA desapareceram desde 1970, segundo uma pesquisa publicada esta quinta-feira na revista Science, que dá conta de uma perda de biodiversidade contabilizada em 30% da população total de …

Cruzeiro "exclusivamente para britânicos" levanta polémica

Uma brochura que prometia viagens de cruzeiro exclusivas para britânicos levou várias pessoas a queixarem-se da Saga, uma empresa especializada em serviços para clientes com mais de 50 anos. A empresa já remeteu as culpas …

Começou à "invasão" da Área 51. Já há detidos e até um festival

Pelo menos 75 pessoas já chegaram à Área 51, uma base militar secreta dos Estados Unidos, em resposta a um evento criado no Facebook. Milhão e meio de pessoas combinaram invadir esta sexta-feira esta zona misteriosa …

Guantánamo é a prisão mais cara do mundo: 13 milhões de dólares por prisioneiro

Guantánamo é a prisão mais cara do mundo. Para manter as instalações a funcionar, cada prisioneiro custa 13 milhões de dólares ao Estado norte-americano. A prisão de segurança máxima de ADX Florence, em Colorado, nos Estados …

Gabriela foi morta pelo ex-marido e os colegas convocaram uma vigília por ela

Gabriela Monteiro, de 46 anos, foi morta pelo seu ex-marido, junto ao Tribunal de Braga. O Theatro Circo, onde trabalhava há uma década, convocou uma vigília por ela. O homem esfaqueou a mulher no peito e pescoço …