NASA acaba de divulgar novos dados sobre o misterioso Oumuamua

ESA / M. Kornmesser / European Southern Observatory

Impressão de artista do primeiro asteróide interestelar: Oumuamua.

A NASA acaba de revelar novas informações sobre Oumuamua, o primeiro asteróide não oriundo do Sistema Solar já detetado. De acordo com uma nova publicação, o corpo interestelar é um “objeto relativamente pequeno e reflexivo. 

Oumuamua, “O Mensageiro das Estrelas”, é um objeto interestelar com uma trajetória altamente hiperbólica, que fez com que fosse classificado como o primeiro asteróide de uma nova classe apelidada de “Asteróides Hiperbólicos”.

Depois de avaliar as constantes mudanças na velocidade do seu movimento, o Centro de Astrofísica de Harvard-Smithsonia, dos Estado Unidos, chegou a sugerir que este objeto poderia, na verdade, ser uma “sonda” enviada intencionalmente à Terra por uma “civilização alienígena“.

Também a NASA mantém vários telescópios apontados a este estranho corpo espacial no entanto, a agência espacial norte-americana não conseguiu detetá-lo, nem mesmo no início de setembro, quando o Oumuamua estava mais próximo da Terra.

“O Oumuamua tem-se revelado cheio de surpresas desde o primeiro dia e estávamos ansiosos para ver o que o telescópio espacial Spitzer poderia mostrar”, disse David Trilling, professor de Astronomia da Universidade do Arizona, nos EUA, e autor do estudo.

Estas “não observações”, agora publicadas na revista Astronomical Journal, permitiram limitar o tamanho deste asteróide que já está a fazer história. A publicação sugere que o Mensageiro das Estrelas é “um objeto relativamente pequeno e reflexivo“, pode ler-se.

“O facto do Oumuamua ser pequeno demais para ser detetado pelo Spitzer é, na verdade, um resultado muito valioso”, sustentou o cientista.

Embora os cientistas não consigam, sob estas circunstâncias, identificar a forma exata dos asteróide, é possível calcular a área aproximada da sua superfície, uma vez que, se o objeto fosse grande o suficiente, já teria sido detetado.

Por exemplo, o “diâmetro esférico” do Oumuamua – caso fosse um objeto esférico (que certamente não será) – mediria entre 320 e 440 metros, determinaram os cientistas. Estes números são consistentes com outras estimativas já realizada que sustentam que o asteróide tem menos de 800 metros de comprimento, no máximo.

O estudo recém-descoberto aponta que o Oumuamua é um objeto pequeno e esta informação pode ajudar a melhor perceber qual a sua origem e evolução. No entanto, alertam os cientistas, ficam ainda muitas questões por responder – no fundo, a natureza do asteróide ficou ainda mais enigmática com os novos dados.

O seu tamanho relativamente pequeno dá espaço à teoria que defende que o objeto está a ser empurrado a partir de dentro e através de gás, o que poderia tê-lo expulsado do seu sistema solar materno, forçando-o a viajar no Espaço.

Esta teoria poderia assim explicar o comportamento “cada vez mais bizarro” do Oumuamua, em particular o facto de o telescópio espacial Spitzer não o ter detectado no local em que os astrónomos esperavam encontrar o asteróide extrassolar – algo que, dizem algumas teorias, poderia ser explicado por uma “súbita aceleração” do objecto.

Cometa, asteróide ou uma sonda alienígena que passou pela Terra? O enredo adensa-se…

PARTILHAR

RESPONDER

Empresas espanholas dominam obras públicas na ferrovia

As empresas espanholas dominam as obras públicas na ferrovia em Portugal, ascendendo a sua quota a 70%, avança o Expresso na sua edição deste sábado. Para presidente da Associação de Empresas de Construção e Obras …

Cada vez mais mulheres denunciam abusos médicos durante o parto

Um número crescente de mulheres tem vindo a denunciar casos de abuso durante o trabalho de parto. No entanto, pouco está a ser feito para mudar isto. Durante o parto, as mulheres ficam numa posição vulnerável …

Já podemos explorar "Melckmeyd", naufrágio holandês do século XVII

Nas profundezas do Oceano Atlântico, perto da costa da Islândia, encontram-se os destroços de um navio holandês que afundou há 360 anos, no qual agora podemos "mergulhar" graças a uma experiência de realidade virtual. Quando a …

Os furacões podem provocar atividade sísmica tal como um terramoto

Uma equipa de cientistas descobriu um novo fenómeno geofísico no qual furacões ou fortes tempestades podem produzir vibrações no fundo do oceano tão fortes quanto um terramoto de magnitude 3.5. "As tempestades, furacões ou ciclones extratropicais …

Quem anda mais devagar pode envelhecer mais rapidamente

A velocidade a que caminham as pessoas aos 45 anos pode ser um indicador de como é que o cérebro e o corpo envelhecem, revela um novo estudo levado a cabo por uma equipa de …

Sporting apresentou participação disciplinar à FPF contra o Alverca

O Sporting participou ao Conselho de Disciplina da Federação Portuguesa de Futebol (FPF) contra a utilização de Luan pelo Alverca no jogo da Taça de Portugal, confirmou à agência Lusa fonte ligada ao processo. Em causa, …

Há um país europeu que está a "importar" padres da Índia

O clero irlandês está a ficar cada vez mais envelhecido e as novas gerações parecem menosprezar a profissão. Por isso, a Igreja procura soluções no exterior. Há dois anos, o padre Francis Xavier Kochuveettil aterrou no …

Fábio Silva fez história na goleada frente ao Coimbrões

Fábio Silva, o jovem avançado do FC Porto, fez este sábado história no jogo frente ao Coimbrões: tornou-se o mais jovem de sempre a marcar pelos dragões. No jogo deste sábado para a Taça da …

Relação com o PS "nunca foi fácil", diz Catarina Martins

O Bloco de Esquerda assumiu este sábado que a relação com o PS “nunca foi fácil” e recusou que a perda de votos e a falta de um acordo de maioria parlamentar possam ser encarados …

Pedro Rodrigues, ex-líder da JSD, quer liderar a bancada do PSD

O antigo líder da JSD Pedro Rodrigues quer liderar a bancada parlamentar do PSD durante a próxima legislatura, avança o Expresso este sábado, dando conta que o deputado eleito por Lisboa já está a recolher …