“Não é solução para o país”. Costa rejeita Bloco Central e uma esquerda “só para os salários”

Mário Cruz / Lusa

O primeiro-ministro, António Costa

O secretário-geral socialista garantiu hoje que vai manter o rumo político e não haverá “Bloco Central” PS/PSD, frisando que recusa aceitar que a esquerda seja incapaz de se entender sobre uma visão comum para o país.

António Costa deixou esta série de recados sobretudo dirigidos ao Bloco de Esquerda e ao PCP na intervenção que proferiu perante a Comissão Nacional do PS, em que se referiu principalmente à forma como se desenrolaram as negociações políticas da proposta do Governo de Orçamento Suplementar para 2020.

A proposta, aprovada na sexta-feira em votação final global, teve o apoio dos socialistas, abstenções do PSD, Bloco de Esquerda e PAN e a oposição do PCP, PEV, Iniciativa Liberal e Chega.

Sem se referir diretamente ao voto contra dos comunistas, assim como a movimentações táticas, principalmente entre comunistas e Bloco de Esquerda, no atual quadro parlamentar, o secretário-geral do PS falou então em jogos perigosos em termos de consequências políticas.

Cada um é livre de seguir o caminho que entende. Mas não pode acontecer que cada um ache que o outro vai agir de uma forma, com isso condicionar o seu próprio comportamento e, depois, enganando-se na forma como o outro está a agir, acaba por conduzir a uma situação que ninguém deseja”, advertiu.

Por isso, segundo Costa, “que fique já claro: Connosco não haverá Bloco Central, connosco haverá a continuidade da política que seguimos desde novembro de 2015″.

De acordo com o líder socialista, perante várias propostas apresentadas no âmbito da especialidade do Orçamento Suplementar para 2020, “não foi o PS que votou ao lado do PSD, nem foi o PS que votou ao lado do CDS” – aqui numa alusão ao facto de os partidos à esquerda dos socialistas se terem juntado aos democratas-cristãos sobre a não devolução dos manuais escolares.

António Costa aproveitou então para frisar que “o PS continuará firme quanto à estratégia que aprovou em 2014 e não há nenhuma razão para a rever”.

“Não altero a interpretação que fiz dos resultados eleitorais de outubro passado e reafirmo claramente o que disse no debate do Orçamento Suplementar. Disse que é obviamente com aqueles que têm construído uma alternativa à direta desde novembro de 2015 com quem contamos para vencer esta crise”, salientou.

Por isso, na preparação do Orçamento para 2021, mas também no horizonte desta legislatura, António Costa considerou “essencial uma estabilidade renovada que deve ser construída com o PCP, com o Bloco de Esquerda e PEV – e se o PAN e o Livre quiserem são bem-vindos”.

Mas o secretário-geral do PS foi ainda mais longe na série de avisos ao PCP e Bloco de Esquerda. “Recuso-me a aceitar que a esquerda só se consiga entender quando está em causa saber se os salários sobem mais isto ou mais aquilo, se vamos investir mais nisto ou naquilo em qualquer medida do Estado social, não sendo capaz de o fazer sobre uma visão comum para o país e sobre as bases de uma recuperação económica. Isso seria negar a confiança que muitos eleitores depositaram”, advogou.

António Costa advertiu igualmente para as consequências caso se abra uma crise política por desentendimento à esquerda. “Ninguém pense que o mandato que uns e outros receberam não foi o mesmo. As circunstâncias são diversas? Claro que são, já que subitamente fomos impactados por uma brutal crise inesperada de dimensão à escala global, mas isso não significa qualquer inversão do rumo ou marcha atrás”, insistiu.

Neste contexto, para afastar cenários de entendimentos à direita com o PSD, António Costa acentuou que não mudou de ideias desde o momento em que se candidatou ao cargo de secretário-geral do PS em 2014.

O Bloco Central não é a solução para a governação do país, porque o país precisa sempre de alternativas claras no campo democrático”, acrescentou.

// Lusa

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. Este gajo tem tido uma sorte nunca vista ! Mas a sorte não dura sempre. O falhanço em Lisboa e arredores já anda a toldar-lhe a vida.

  2. Os portugueses têm que acordar… Em Portugal não existe oposição a um governo minoritário porque vamos receber a maior verba de fundos europeus dos últimos 25 anos, esta verba já começou a vir a cerca de 4 anos e vai arrastar se por mais 5 anos talvez…. Ou seja aqueles tipos da assembleia da república estão a ver se comem algum seja a esquerda seja a direita…. Quem vai ficar sempre na miséria você já sabe quem é!…. Mas não se preocupe o costa vai sair do governo em ombros mas vai deixar o país na miséria! e só vamos entender isso quando já for tarde de mais….

RESPONDER

Ryanair desregulou escalas dos trabalhadores que rejeitaram cortes em Portugal

A Ryanair desregulou o regime de escalas habitual à "pequena minoria" de trabalhadores que recusou os cortes da empresa na sequência da pandemia de covid-19, retirando-lhes qualquer direito a bónus, segundo documentos a que a …

Vieira quer oferecer Bruno Henrique a Jorge Jesus

Embora Jorge Jesus não tenha pedido a contratação de Bruno Henrique, o presidente benfiquista quer comprar o avançado brasileiro como prenda para o novo treinador. Luís Filipe Vieira está a estudar a contratação de Bruno Henrique, …

"Dimensão ética". Presidente do Novo Banco enviou uma carta a Marques Mendes a explicar o seu silêncio

Debaixo de fogo depois de serem reveladas as perdas avultadas relacionadas com a venda da carteira de imóveis do Novo Banco, António Ramalho enviou uma carta a Luís Marques Mendes, comentador da SIC, a explicar …

Ministério Público quer Jorge Jesus a testemunhar contra Rui Pinto

O Ministério Público (MP) quer que o treinador português Jorge Jesus testemunhe em tribunal contra o "pirata informático" Rui Pinto, que esta semana deixou a prisão domiciliária com a obrigação de se apresentar semanalmente à …

Guarda-redes do Atlético de Madrid já não escapa ao Sporting

O Sporting conseguiu, nas últimas horas, ultimar os detalhes do contrato que trará o guarda-redes espanhol António Adán para Alvalade. O jornal desportivo Record avança esta terça-feira que o contrato está a ser ultimado, adiantando que …

Dois agentes da PSP detidos em flagrante por tráfico de cocaína escondida em contentores de bananas

As autoridades portuguesas detiveram em flagrante quatro cidadãos nacionais por tráfico de droga, dois dos quais eram agentes da PSP em Faro. Fonte do gabinete de relações públicas da PSP adiantou à agência Lusa, que …

"Formiga do inferno." Descoberto fóssil preservado em âmbar com 99 milhões de anos

Uma equipa internacional de cientistas encontrou um fóssil preservado em âmbar que ilustra o exato momento em que uma formiga pré-histórica devora a sua presa. De acordo com o artigo científico, publicado recentemente na Current Biology, …

Isabel dos Santos deixa administração da operadora angolana Unitel

A empresária angolana Isabel dos Santos anunciou esta terça-feira que vai deixar o seu lugar na administração da operadora de telecomunicações Unitel. “Após 20 anos dedicados à criação, ao desenvolvimento e ao sucesso da Unitel, optei …

Rússia regista primeira vacina contra coronavírus (e filha de Putin já a tomou)

A Rússia tornou-se esta terça-feira o primeiro país do mundo a registar uma vacina contra o novo coronavírus, anunciou o presidente russo, Vladimir Putin, acrescentando que uma das suas filhas já foi inoculada. "Esta manhã foi …

Golo de Bruno Fernandes põe Manchester United nas meias da Liga Europa

O Manchester United, com um golo de Bruno Fernandes, e o Inter de Milão apuraram-se hoje para as meias-finais da Liga Europa de futebol, depois de baterem Copenhaga, após prolongamento, e Bayer Leverkusen, respetivamente. Já no …