“Não é solução para o país”. Costa rejeita Bloco Central e uma esquerda “só para os salários”

Mário Cruz / Lusa

O primeiro-ministro, António Costa

O secretário-geral socialista garantiu hoje que vai manter o rumo político e não haverá “Bloco Central” PS/PSD, frisando que recusa aceitar que a esquerda seja incapaz de se entender sobre uma visão comum para o país.

António Costa deixou esta série de recados sobretudo dirigidos ao Bloco de Esquerda e ao PCP na intervenção que proferiu perante a Comissão Nacional do PS, em que se referiu principalmente à forma como se desenrolaram as negociações políticas da proposta do Governo de Orçamento Suplementar para 2020.

A proposta, aprovada na sexta-feira em votação final global, teve o apoio dos socialistas, abstenções do PSD, Bloco de Esquerda e PAN e a oposição do PCP, PEV, Iniciativa Liberal e Chega.

Sem se referir diretamente ao voto contra dos comunistas, assim como a movimentações táticas, principalmente entre comunistas e Bloco de Esquerda, no atual quadro parlamentar, o secretário-geral do PS falou então em jogos perigosos em termos de consequências políticas.

Cada um é livre de seguir o caminho que entende. Mas não pode acontecer que cada um ache que o outro vai agir de uma forma, com isso condicionar o seu próprio comportamento e, depois, enganando-se na forma como o outro está a agir, acaba por conduzir a uma situação que ninguém deseja”, advertiu.

Por isso, segundo Costa, “que fique já claro: Connosco não haverá Bloco Central, connosco haverá a continuidade da política que seguimos desde novembro de 2015″.

De acordo com o líder socialista, perante várias propostas apresentadas no âmbito da especialidade do Orçamento Suplementar para 2020, “não foi o PS que votou ao lado do PSD, nem foi o PS que votou ao lado do CDS” – aqui numa alusão ao facto de os partidos à esquerda dos socialistas se terem juntado aos democratas-cristãos sobre a não devolução dos manuais escolares.

António Costa aproveitou então para frisar que “o PS continuará firme quanto à estratégia que aprovou em 2014 e não há nenhuma razão para a rever”.

“Não altero a interpretação que fiz dos resultados eleitorais de outubro passado e reafirmo claramente o que disse no debate do Orçamento Suplementar. Disse que é obviamente com aqueles que têm construído uma alternativa à direta desde novembro de 2015 com quem contamos para vencer esta crise”, salientou.

Por isso, na preparação do Orçamento para 2021, mas também no horizonte desta legislatura, António Costa considerou “essencial uma estabilidade renovada que deve ser construída com o PCP, com o Bloco de Esquerda e PEV – e se o PAN e o Livre quiserem são bem-vindos”.

Mas o secretário-geral do PS foi ainda mais longe na série de avisos ao PCP e Bloco de Esquerda. “Recuso-me a aceitar que a esquerda só se consiga entender quando está em causa saber se os salários sobem mais isto ou mais aquilo, se vamos investir mais nisto ou naquilo em qualquer medida do Estado social, não sendo capaz de o fazer sobre uma visão comum para o país e sobre as bases de uma recuperação económica. Isso seria negar a confiança que muitos eleitores depositaram”, advogou.

António Costa advertiu igualmente para as consequências caso se abra uma crise política por desentendimento à esquerda. “Ninguém pense que o mandato que uns e outros receberam não foi o mesmo. As circunstâncias são diversas? Claro que são, já que subitamente fomos impactados por uma brutal crise inesperada de dimensão à escala global, mas isso não significa qualquer inversão do rumo ou marcha atrás”, insistiu.

Neste contexto, para afastar cenários de entendimentos à direita com o PSD, António Costa acentuou que não mudou de ideias desde o momento em que se candidatou ao cargo de secretário-geral do PS em 2014.

O Bloco Central não é a solução para a governação do país, porque o país precisa sempre de alternativas claras no campo democrático”, acrescentou.

// Lusa

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. Este gajo tem tido uma sorte nunca vista ! Mas a sorte não dura sempre. O falhanço em Lisboa e arredores já anda a toldar-lhe a vida.

  2. Os portugueses têm que acordar… Em Portugal não existe oposição a um governo minoritário porque vamos receber a maior verba de fundos europeus dos últimos 25 anos, esta verba já começou a vir a cerca de 4 anos e vai arrastar se por mais 5 anos talvez…. Ou seja aqueles tipos da assembleia da república estão a ver se comem algum seja a esquerda seja a direita…. Quem vai ficar sempre na miséria você já sabe quem é!…. Mas não se preocupe o costa vai sair do governo em ombros mas vai deixar o país na miséria! e só vamos entender isso quando já for tarde de mais….

RESPONDER

Homem na casa dos 20 anos morre de peste no Novo México

Um homem na casa dos 20 anos morreu de peste septicémica no estado norte-americano do Novo México, anunciaram as autoridades de saúde deste estado. A vítima, cuja identidade não foi revelada publicamente, viva em Rio …

Cara do pintor italiano Rafael reconstruida para resolver mistério do seu túmulo

Uma equipa de especialistas fez uma reconstrução em 3D da cara do pintor italiano renascentista Rafael. Assim, confirmaram o seu aspeto físico e resolveram o mistério relativamente ao seu túmulo. O rosto do pintor italiano Rafael …

Novo método não-invasivo permite diagnosticar cancro cerebral sem fazer incisões

Diagnosticar tumores cerebrais pode ser difícil e muito invasivo. Agora, uma equipa de investigadores desenvolveu um método para detetar cancro no cérebro sem ser necessária qualquer incisão. Os tumores cerebrais são normalmente diagnosticados através de imagens …

A última plataforma de gelo intacta do Canadá colapsou. Criou um icebergue maior do que o Porto

A plataforma de gelo Milne, no Canadá, fragmentou-se no final do mês de julho, formando vários icebergues, dois dos quais de grandes dimensões. Cientistas ouvidos pela agência noticiosa AP referem que esta era uma plataforma especial, …

Ícones da moda de luto: a indústria fashion nunca mais será a mesma

Muitas são as áreas da economia a ser gravemente afetadas pela pandemia de covid-19. A indústria da moda não foge à tendência e já são muitos os líderes de grandes marcas a "declarar morte" à …

Covid-19: Cigarros eletrónicos aumentam riscos de infeção em cinco a sete vezes para jovens

O risco de contrair covid-19 entre adolescentes e jovens adultos que fumam cigarros eletrónicos é cinco a sete vezes superior, segundo um estudo liderado pela faculdade de Medicina da Universidade de Stanford, nos Estados Unidos. O …

Apenas 10% da população escreve com a mão esquerda. Cientistas lutam para explicar porquê

Em praticamente qualquer lugar do globo, apenas 10% das pessoas são canhotas, isto é, têm maior habilidade com o lado esquerdo do corpo, especialmente com a mão, comparativamente com o lado direito. Os cientistas tentam há …

Para reavivar o turismo, esta pequena cidade está a contar com a ajuda dos "vampiros"

A pequena cidade de Forks, em Washington, nos Estados Unidos, é lar de 3.600 pessoas, cujos meios de subsistência nos últimos 15 anos foram impulsionados por uma indústria do turismo alimentada por "Crepúsculo", a série …

Tim Cook acaba de se juntar ao clube dos milionário à boleia de recorde histórico da Apple

O diretor-executivo (CEO) da Apple, Tim Cook, acaba de se juntar à lista de multimilionários do mundo, depois de a gigante tecnológica norte-americana atingir um valor de mercado histórico. De acordo com os cálculos da …

Cientistas calculam probabilidade de contágio ao viajar de comboio

Investigadores da Universidade de Southampton, no Reino Unido, calcularam a probabilidade de contrair covid-19 ao viajar numa carruagem de comboio com uma pessoa infetada. Em colaboração com a Academia Chinesa de Ciências, a Academia Chinesa de …