Galamba recebido com protestos contra o lítio e impedido de fazer visita programada

Nuno Veiga / Lusa

O secretário de Estado da Energia, João Galamba

O secretário de Estado Adjunto e da Energia foi esta segunda-feira recebido em Boticas por populares em protesto contra a exploração do lítio, acabando por não visitar o Centro de Informação de Covas do Barroso, tal como previsto.

Depois de um encontro na Câmara Municipal de Boticas, o governante seguiu para uma visita ao Centro de Informação de Covas do Barroso, distrito de Vila Real, que acabou por não acontecer devido ao protesto de dezenas de populares que, empunhando cartazes, gritavam “Não à Mina, Sim à Vida”.

“Receamos pela nossa saúde, pela água, pelo ambiente, por tudo o que aqui temos”, admitiu uma local às estações de televisão no local. (…) Nunca mais vamos ter descanso, não vamos desistir nunca. Podemos morrer, mas para cá do Marão mandam os que cá estão e ele [João Galamba] que não venha para aqui e que não traga a polícia atrás dele.

Depois de o carro ter sido cercado pelos manifestantes, João Galamba voltou para trás, tendo regressado mais tarde já com a presença da GNR no local, mas, mesmo assim, acabou por não fazer a visita.

Ao fim da tarde, e em declarações aos jornalistas, João Galamba disse não ter sido surpreendido pelos protestos, lamentando não ter conseguido falar com as pessoas.

“Por acaso até estava à espera [dos protestos]. Estavam presentes pessoas de Montalegre e de vários sítios e, portanto, estava a espera. Estava [também] à espera de conseguir falar com as pessoas, mas o grupo que recebeu não parecia muito disponível para conversar e, portanto, não foi possível”.

A população de Covas do Barroso, em Boticas, está contra um projeto liderado pela  Savannah Resources, com receio que a mina de lítio a céu aberto possa prejudicar a atividade agrícola e apícola, tendo, desde o início deste ano, protestado para travar o projeto. Já a Savannah Resources tem garantido que o projeto da mina de lítio em Boticas tem um investimento previsto de 500 milhões de euros e que o recurso potencial conhecido dará para produzir baterias para 250 a 500 mil carros/ano.

Segundo os seus responsáveis, o projeto prevê a criação, de forma direta, de cerca de 300 postos de trabalho a longo prazo, repartidos pelas áreas técnicas, administrativas e de suporte. O projeto – que ainda aguarda luz verde ambiental – tem por objetivo a ampliação da concessão já existente desde 2006 para a “produção de concentrado de espodumena com vista ao aproveitamento de minerais de lítio para alimentar a indústria das baterias elétricas”.

// Lusa

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. OVOcionaram-no? Receberam-no condignamente (isto é, como merece)? Não é o primeiro DESgovernante do PS queé condignamente recebido quando tem o despudor de ir «gozar» com as populações. Neste momento estou a lembrar-me de uma tal Maria de Lurdes, de má memória, para a educação deste país.

RESPONDER

Inscrição hebraica com 2.800 anos revela antigo nome bíblico

Uma equipa de arqueólogos encontrou um jarro com 2.8000 anos com a inscrição em hebraico "Benayo" no sítio arqueológico de Abel Beth Maacah, no norte de Israel, local várias vezes mencionado na Bíblia Hebraica.  De …

Braga vence FC Porto e conquista Taça da Liga. Sérgio coloca lugar à disposição

O Sporting de Braga venceu hoje o FC Porto por 1-0 e conquistou a Taça da Liga, com Ricardo Horta a marcar o golo decisivo aos 90+5, garantindo um troféu que os bracarenses já tinham …

Rara moeda de ouro com a cara de Eduardo VIII vendida por preço recorde

Uma rara moeda de ouro com o perfil do rei britânico Edward VIII foi vendida a um comprador particular pelo valor recorde de 1,3 milhões de dólares. A informação é avançada pela Royal British Mint, a …

Depois dos incêndios, Austrália está prestes a experimentar uma "bonança" de aranhas mortais

Depois dos incêndios florestais que assolaram o país, os australianos começaram a implorar por chuva. O bónus de aranhas mortais não estava incluído no pedido, mas os especialistas do Australian Reptile Park acreditam que é …

Governo admite retirar cidadãos nacionais de Wuhan

As autoridades portuguesas estão a cooperar com outros países europeus para reforçar o apoio aos cidadãos nacionais que se encontram em Wuhan, onde ocorreram os primeiros casos do novo coronavírus, admitindo a possibilidade de retirá-los …

Os cogumelos podem ser muito mais antigos do que pensávamos

Os cogumelos podem ser mais antigos do que pensávamos, concluíram cientistas que dataram vestígios de micélio (constituinte dos cogumelos) com 800 milhões de anos, divulgou esta quarta-feira a Universidade Livre de Bruxelas, na Bélgica. Estudos anteriores …

Comer iogurte natural pode ajudar a reduzir o risco de cancro da mama

Uma das causas mais apontadas para o cancro da mama é a inflamação causada por bactérias nocivas. Esta tese ainda não foi provada, mas é apoiada pelas evidências até agora disponíveis de que a inflamação …

Primeiro caso suspeito de infeção por coronavírus detetado em Portugal

Foi detetado o primeiro caso suspeito de infeção infeção pelo novo coronavírus , em Portugal, anunciou este sábado a Direção-Geral de Saúde. “Este doente, regressado hoje [este sábado] da China, onde esteve na cidade de Wuhan …

Slava Semeniuta transforma chuva em atmosfera néon

O artista e fotógrafo russo Slava Semeniuta, também conhecido como Visual Scientist, mistura elementos naturais e faz mágica com eles. Slava Semeniuta, também conhecido como Visual Scientist, retoca fotografias de poças de água para criar composições …

Empresa quer vender dispositivos que extraiem água potável do ar

A empresa israelita Watergen está a planear começar a vender uma versão para o consumidor do seu aparelho que extrai água potável do ar ainda este ano. A tecnologia do gerador atmosférico da empresa está em …