A água chega a Viseu para a semana. Vem de comboio

Vagner Campos/ A2 Fotografia

O presidente da Câmara de Viseu, Almeida Henriques, disse esta quinta-feira que deverão chegar de comboio, a partir da próxima semana, mais de 500 mil litros de água diários para fazer face à seca que atinge a região.

“Está a ser preparada a possibilidade de vir um comboio com água, diário, durante a noite, que descarregaria em Mangualde, com capacidade de mais ou menos 500 metros cúbicos (m3) por dia. Estamos a monitorizar diariamente, mas diria que é convenientemente que na próxima semana este transporte já esteja a ser assegurado”.

Em declarações à Lusa, o autarca de Viseu explicou que esta água virá de comboio de “um espaço de fornecimento perto de Lisboa”.

Esta é mais uma medida para fazer face à seca que se atravessa, numa altura em que a Barragem de Fagilde está neste momento com 360 mil m3″, ou seja, “cerca de 10,5% da sua capacidade”.

“Já conseguimos reduzir bastante os consumos destes quatro concelhos [Viseu, Nelas, Penalva do Castelo e Mangualde] e a população está a responder bem. Mas a reserva da barragem só dá para mais 20 a 25 dias“, acrescentou.

Nos últimos dias, o município de Viseu viu-se obrigado a transportar diariamente água em camiões cisterna para fazer face à seca.

“Estamos também a identificar outras situações, designadamente o caso do Museu do Quartzo, em que há aquele depósito de água na pedreira, em que vamos lá colocar uma ETA [estação de tratamento de água] portátil para podermos fazer o tratamento dessa água”, referiu.

De acordo com Almeida Henriques, estes quatro municípios estão “lançar mão de tudo o que esteja ao alcance para garantir que não falta a água, com qualidade, na casa das pessoas”.

“Desde que começámos este processo, a Câmara de Viseu já gastou 200 mil euros no abastecimento de água às pessoas. Esta é uma operação cara, que não vai ter qualquer impacto na fatura das pessoas, mas precisamos que o Governo nos ajude“, apontou.

No seu entender, esta é “uma situação de emergência e “os quatro concelhos que estão com esta dificuldade não têm capacidade para aguentar este nível de despesa para fazer face a estas necessidades”.

“Este fundo disponibilizado [pelo Governo] de 250 mil euros será manifestamente insuficiente para fazer face a isto, até porque a perspetiva é de que não vamos ter chuva nos próximos dez dias. E mesmo que tenhamos, ela não terá um impacto imediato na Barragem de Fagilde”, alertou.

O autarca informou ainda que Viseu está a gastar uma média de “quase 20 mil euros por dia” na logística associada ao transporte da água.

“Em tempo de guerra não se limpam armas e esta é uma situação de emergência, que tem de ser encarada como tal. Por isso, o Governo tem de olhar para esta situação, monitorizando ainda mais em cima, e fazendo previsões a médio prazo, pois as perspetivas em relação à chuva não são nada animadoras”, concluiu.

// Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

13 de outubro em Fátima com lotação reduzida a 6.000 fiéis

O Santuário de Fátima estima a presença de seis mil pessoas no recinto durante a peregrinação de 12 e 13 de outubro, estando prevista a colocação de círculos no chão, que reforçará a distância entre …

Jovem de 22 anos detido por suspeitas de burla de milhares de euros no MB Way

A Polícia Judiciária (PJ) deteve um indivíduo, de 22 anos, suspeito de diversos crimes de burla informática, falsidade informática, acesso ilegítimo e branqueamento de capitais, estando em causa um montante de dezenas de milhares de …

Nagorno-Karabakh. Alta Comissária da ONU insta a um "cessar-fogo imediato"

A Alta Comissária da ONU para os Direitos Humanos manifestou, esta terça-feira, a sua preocupação face ao aumento das hostilidades entre o Azerbaijão e os separatistas arménios no enclave de Nagorno-Karabakh, instando as partes a …

Rio duvida que país consiga investir verba prevista para setor público

O presidente do PSD, Rui Rio, manifestou esta quarta-feira dúvidas de que o país consiga investir toda a verba prevista pelo Governo no plano de recuperação para a administração pública, prometendo que o documento social-democrata …

MP acusa três inspetores do SEF de homicídio de imigrante ucraniano

O Ministério Público acusou esta quarta-feira três inspetores do SEF do homicídio qualificado de um cidadão ucraniano, ocorrido a 12 de março no Centro de Instalação Temporária do Aeroporto de Lisboa. Segundo uma nota da Procuradoria …

UE prepara lei que obriga gigantes tecnológicas a partilhar dados

A União Europeia (UE) está a preparar-se para forçar as gigantes tecnológicas a partilharem os dados que têm dos consumidores com empresas rivais menores, de acordo com uma nova lei que a Comissão Europeia está …

Morreu Quino, criador de Mafalda

O autor argentino Quino, célebre por ter criado a contestatária personagem de banda desenhada Mafalda, morreu esta quarta-feira em Mendoza, na Argentina, aos 88 anos, revelou a agência Efe. De acordo com o jornal argentino Clarín, …

"Quem decide quem o PS apoia são os órgãos do partido", diz Pedro Nuno Santos

O ministro das Infraestruturas e da Habitação, Pedro Nuno Santos, afirmou que "quem decide quem o PS apoia são os órgãos do partido", um dia após o ministro dos Negócios Estrangeiros, Augusto Santos Silva, ter …

Biden revelou impostos de 2019 antes do debate. Pagou mais 200 mil dólares do que Trump

O candidato democrata à presidência dos Estados Unidos, Joe Biden, divulgou na terça-feira a sua declaração de impostos de 2019, horas antes do seu primeiro debate televisivo contra o republicano Donald Trump, que se viu …

IGAI. Oito elementos do SEF com processos disciplinares pela morte de ucraniano

A Inspeção-Geral da Administração Interna (IGAI) vai instaurar oito processos disciplinares a elementos do SEF na sequência do inquérito que apurou as circunstâncias da morte de um cidadão ucraniano no aeroporto de Lisboa. Além dos oito …