Museu britânico deixa de exibir coleção de cabeças humanas

Pitt Rivers Museum, University of Oxford

O Museu Pitt Rivers em Oxford, no Reino Unido, decidiu retirar da sua exposição permanente crânios e cabeças humanas encolhidas (tsantsas), que terão sido encontradas por exploradores europeus nas suas viagens às Américas e à Índia.

A mudança entrou em vigor na passada terça-feira, data em que o espaço abriu depois de ter sido obrigado a encerrar por causa da pandemia. Ao todo, foram retirados 120 restos mortais das exibição com parte do “processo de descolonização” do museu, conta a BBC.

Entre os restos mortais retirados estão as tsantsas, cabeças encolhidas humanas ou de animais, como macacos e preguiças, que foram especialmente preparadas para servirem como troféus ou para serem incluídas em rituais.

A BBC detalha que as tsantsas são feitas por tribos da Amazónia com os corpos dos seus inimigos derrotados e crânios de prisioneiros capturados pelo povo Naga, na Índia.

“As cabeças eram uma das maiores atrações do museu mas, em vez de fornecerem uma compreensão mais profunda sobre as outras culturas, estavam a reforçar estereótipos sobre estes povos serem ‘selvagens’, ‘primitivos’ ou ‘horríveis'”, disse a diretora do museu, Laura Van Broekhoven, citada pela emissora britânica.

E rematou, questionando: “A questão é: muita coisa aconteceu aqui mesmo na nossa terra. Ingleses foram enforcados e esquartejados e nunca mostramos isso. Mulheres foram queimadas vivas e não mostramos isso. Então porque é que estamos a exibir as chamadas atrocidades de outras culturas e muito pouco das nossas próprias atrocidades”.

Fundado em meados de 1884, muito dos primeiros objetos exibidos no Museu Pitt Rivers podem ser atualmente associados à expansão imperial britânica.

Tendo em conta este passado, a instituição disse em comunicado: “Esta história difícil levou o museu a envolver-se mais no reconhecimento das suas práticas do passado e na natureza da sua recolha, exibição e interpretação, bem como nos efeitos que têm”.

ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Ou, visto de outra maneira, passamos a esconder parte da realidade para que idiotas não pensem que é toda a realidade. Vi, em Paris, uma exposição de instrumentos de torturas medievais e modernas, em Lisboa, uma de instrumentos de tortura da Santa Inquisição, outra, em Óbidos, de instrumentos e peças de bruxaria. Pessoas de outros continentes, com culturas diferentes, também viram e não ficaram convencidas de que a Europa é aquilo. Porque razão esta gente resolveu passar um atestado de estupidez aos outros?

RESPONDER

Norte pode ultrapassar os 2.000 casos diários esta semana e os 4.000 na próxima

As novas infeções pelo novo coronavírus SARS-CoV-2 podem ultrapassar esta semana a "barreira dos dois mil casos" na região Norte, alertaram especialistas esta quinta-feira, afirmando que o atual índice de transmissibilidade (o designado RT) "permite …

Uber quer comprar Free Now. Empresa norte-americana ofereceu mais de mil milhões

A Uber quer comprar a Free Now, o antigo MyTaxi, tendo oferecido mais de mil milhões de euros à BMW e Daimler para assumir o controlo da empresa. Segundo noticiou o Cinco Días, a imprensa alemã avançou …

Portugal ultrapassa barreira dos 3.000 casos diários. Quase 2.000 no Norte

Portugal regista esta quinta-feira 3.274 novos casos de infeção com o novo coronavírus, o valor diário mais elevado desde o início da pandemia, e mais 16 mortes relacionadas com a covid-19, segundo o boletim epidemiológico …

Neve em Roma

Polícia australiana investiga alegados pagamentos no julgamento do cardeal George Pell pelo Vaticano

A Polícia australiana revelou esta quarta-feira que recebeu informações do órgão de controlo de crimes financeiros sobre alegadas transferências de fundos do Vaticano durante o julgamento contra o cardeal George Pell, condenado por abuso sexual …

Giro: João Almeida desce; mas camisola azul vem para Portugal

Mais de duas semanas depois, a camisola rosa tem novo dono: Wilco Kelderman. Duo de fugitivos controlou etapa rainha, João Almeida ficou para trás. Rúben Guerreiro vai ficar com a camisola azul até ao final. João …

Norte "industrializado" concentra mais casos. Trabalho e tradições familiares podem explicar aumento

As zonas urbanas densas, o tecido industrial de volta a uma atividade intensa e a tradição de reuniões familiares pode explicar o aumento de casos de infeção na região Norte do país. Nas últimas semanas, o …

Governo dos EUA aplica deportações rápidas sem audiências judiciais

O governo do Presidente norte-americano, Donald Trump, anunciou na quarta-feira que implementou uma política para deportar de maneira "acelerada" imigrantes indocumentados que não possam demonstrar que estão há pelo menos dois anos nos Estados Unidos …

Irão vai fornecer informações da investigação ao abate de avião ucraniano

O Irão prometeu fornecer informações “detalhadas” da investigação à destruição de um avião das linhas aéreas ucranianas, em janeiro, perto de Teerão, que foi abatido causando a morte de 176 pessoas, anunciou esta quarta-feira a …

Proibidas as deslocações entre concelhos de 30 de outubro a 3 de novembro

O Governo vai proibir a deslocação entre concelhos entre 30 de outubro e 3 de novembro, aprovou esta quinta-feira o Conselho de Ministros. A proibição vigora até 3 de novembro às 24 horas, segundo o …

"Incapaz de levar o cargo a sério". Obama entra na campanha de Biden e ataca Trump

O antigo Presidente dos Estados Unidos, o democrata Barack Obama, acusou esta quarta-feira o sucessor, o republicano Donald Trump, de nunca ter levado o cargo "a sério", e apelou à mobilização em favor do candidato …