Museu britânico deixa de exibir coleção de cabeças humanas

Pitt Rivers Museum, University of Oxford

O Museu Pitt Rivers em Oxford, no Reino Unido, decidiu retirar da sua exposição permanente crânios e cabeças humanas encolhidas (tsantsas), que terão sido encontradas por exploradores europeus nas suas viagens às Américas e à Índia.

A mudança entrou em vigor na passada terça-feira, data em que o espaço abriu depois de ter sido obrigado a encerrar por causa da pandemia. Ao todo, foram retirados 120 restos mortais das exibição com parte do “processo de descolonização” do museu, conta a BBC.

Entre os restos mortais retirados estão as tsantsas, cabeças encolhidas humanas ou de animais, como macacos e preguiças, que foram especialmente preparadas para servirem como troféus ou para serem incluídas em rituais.

A BBC detalha que as tsantsas são feitas por tribos da Amazónia com os corpos dos seus inimigos derrotados e crânios de prisioneiros capturados pelo povo Naga, na Índia.

“As cabeças eram uma das maiores atrações do museu mas, em vez de fornecerem uma compreensão mais profunda sobre as outras culturas, estavam a reforçar estereótipos sobre estes povos serem ‘selvagens’, ‘primitivos’ ou ‘horríveis'”, disse a diretora do museu, Laura Van Broekhoven, citada pela emissora britânica.

E rematou, questionando: “A questão é: muita coisa aconteceu aqui mesmo na nossa terra. Ingleses foram enforcados e esquartejados e nunca mostramos isso. Mulheres foram queimadas vivas e não mostramos isso. Então porque é que estamos a exibir as chamadas atrocidades de outras culturas e muito pouco das nossas próprias atrocidades”.

Fundado em meados de 1884, muito dos primeiros objetos exibidos no Museu Pitt Rivers podem ser atualmente associados à expansão imperial britânica.

Tendo em conta este passado, a instituição disse em comunicado: “Esta história difícil levou o museu a envolver-se mais no reconhecimento das suas práticas do passado e na natureza da sua recolha, exibição e interpretação, bem como nos efeitos que têm”.

ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Ou, visto de outra maneira, passamos a esconder parte da realidade para que idiotas não pensem que é toda a realidade. Vi, em Paris, uma exposição de instrumentos de torturas medievais e modernas, em Lisboa, uma de instrumentos de tortura da Santa Inquisição, outra, em Óbidos, de instrumentos e peças de bruxaria. Pessoas de outros continentes, com culturas diferentes, também viram e não ficaram convencidas de que a Europa é aquilo. Porque razão esta gente resolveu passar um atestado de estupidez aos outros?

RESPONDER

Câmara do Porto encerra cemitérios nos dias 31 de outubro e 1 e 2 de novembro

O presidente da Câmara do Porto anunciou o encerramento dos cemitérios em 31 de outubro e 1 e 2 de novembro, justificando a decisão com a necessidade de desviar meios para cumprir a proibição de …

Rui Vitória de saída do Al Nassr

O treinador português Rui Vitória está de saída do Al Nassr, avança este sábado o canal árabe 24Sports. A saída de Rui Vitória, que em janeiro de 2019 deixou o comando técnico do Benfica, surge …

Casamento com 200 pessoas autorizado em Arruda dos Vinhos. Câmara contesta

O presidente da Câmara de Arruda dos Vinhos criticou a decisão da autoridade de saúde de autorizar a realização de um casamento “com cerca de 200 pessoas”, considerando que vai colocar a população do concelho …

Novo Banco desmente demissão de gestores após polémicas com Fundo de Resolução e Vieira

O Novo Banco veio a público desmentir a notícia do Público que alega que três gestores de topo da instituição se demitiram, após divergências internas envolvendo várias polémicas relacionadas com o Fundo de Resolução, com …

Milhões da bazuka europeia só chegam em junho

Portugal e os restantes Estados-membros das União Europeia (UE) só deverão receber os respetivos fundos da bazuka europeia de apoio à retoma no pós-pandemia na segunda metade de 2021, em meados de junho. A confirmar-se …

Braço de ferro entre Costistas e Nunistas novamente adiado

O PS voltou a adiar, agora de 31 de Outubro para 7 de Novembro, a reunião da Comissão Nacional que decidirá a orientação do partido face às eleições presidenciais. Fica assim adiado o braço-de-ferro entre …

Cercas sanitárias e recolher obrigatório. Governo avalia novas medidas na próxima semana

O Ministério da Saúde, liderado por Marta Temido, vai voltar a reunir na próxima semana com o Conselho Nacional de Saúde Pública (CNSP), num encontro em que serão discutidas novas medidas para travar a propagação …

Presidenciais EUA. Biden promete vacina gratuita para todos, Trump apela ao voto latino

Joe Biden e Donald Trump continuam em campanha eleitoral para a corrida à Casa Branca, numas eleições que estão agendadas para 3 de novembro. O candidato presidencial democrata Joe Biden prometeu esta sexta-feira que a vacina …

Há 72 concelhos com risco "muito elevado" de contágio. Governo esconde mapas de perigo

O Governo insiste em não divulgar os mapas de perigo com o risco de contágio por coronavírus que foram feitos por peritos da Direcção Geral de Saíde (DGS). Isto numa altura em que o Expresso …

Nuno Melo estuda candidatura à liderança do CDS

O eurodeputado Nuno Melo não excluiu uma candidatura à liderança do CDS, avança este sábado o semanário Expresso. Confrontado pelo jornal, o eurodeputado não excluiu uma eventual candidatura à liderança dos centristas, dizendo apenas que "não …