Multimilionário quer construir uma nova “Hong Kong” na Irlanda

O multimilionário chinês Ivan Ko pretende criar uma cidade na Irlanda para acolher 15 mil habitantes de Hong Kong que se queiram refugiar das pressões políticas que lá se vivem.

De acordo com a CNN, Ivan Ko, que quer criar uma cidade chamada Nextpolis, tem trabalhado na ideia de uma “charter city” desde o ano passado, quando a agitação antigovernamental abalou Hong Kong, levando muitos a considerarem fugir.

Segundo uma versão do plano divulgada pelo Times de Londres, Ko propôs originalmente um acordo de meio milhão de pessoas. O seu último plano é construir uma cidade de apenas 15 mil habitantes, mais pequena do que alguns conjuntos habitacionais de Hong Kong.

Inicialmente, as autoridades irlandesas expressaram preocupação com a quantidade de terreno necessária para uma cidade do tamanho inicialmente sugerido por Ko.

Em comunicado, o Departamento de Relações Exteriores da Irlanda disse que, “seguindo uma abordagem inicial em dezembro de 2019, o departamento tinha contato limitado” com Ko e “não tinha tomado nenhuma ação adicional” sobre o assunto. Ko interrompeu as comunicações em julho.

“Charter cities” são cidades que têm liberdade para operar de forma diferente do modelo padrão estabelecido por vários territórios. Existem centenas dessas cidades nos Estados Unidos, incluindo San Francisco.

No entanto, enquanto “charter cities” são bastante comuns, as “charter cities” internacionais são outra questão. A ideia, proposta no final dos anos 2000, era que novas cidades pudessem ser estabelecidas em nações em desenvolvimento e operadas por Governos ou organizações externas, com um modelo económico e social completamente diferente do restante do país, como forma de impulsionar o desenvolvimento.

O conceito do economista Paul Romer foi inspirado mesmo por Hong Kong: uma cidade que funcionou durante décadas com uma estrutura britânica na Ásia e, na época, um sistema político e económico único na China.

Eis como funcionam estas cidades: uma nova cidade é criada dentro de um país soberano, mas é livre para fazer experiências com o seu próprio sistema político e económico – geralmente um com impostos baixos e regulamentações escassas.

O plano de Ko foi considerado por muitos como uma solução potencial para Hong Kong. Porém, a Irlanda não é um país em desenvolvimento e o governo de Hong Kong provavelmente não quererá ajudar na construção do novo assentamento.

ZAP ZAP //

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. Irlanda não cai nesta no inicio é tudo mt bonito, certinho etc depois fazem mesmo o que quiserem e ninguém os para. Os chineses são como os russos, arabes, são povos que não se deve confiar, quando poderem é como a serpente dão o bote e depois vai ser tarde demais. Não se vendam… a liberdade não tem preço…

RESPONDER

Aposta no Parlamento. 10% dos deputados são candidatos às autárquicas

De acordo com as contas do semanário Expresso, 23 deputados da Assembleia da República, ou seja, 10% dos 230 que compõem o hemiciclo, são candidatos às eleições autárquicas do outono. Na quinta-feira, foi aprovado na generalidade …

Relógio japonês parado pelo terramoto de 2011 volta a funcionar novamente (graças a outro sismo)

Um relógio japonês com 100 anos de idade que deixou de funcionar depois do devastador terramoto de 2011 voltou a trabalhar após um novo sismo este ano. De acordo com o jornal Maunichi Shumbun, o relógio, …

Ventura tem "receio" que partido seja ilegalizado

Este domingo, o Chega vai organizar uma manifestação contra a ilegalização do partido. André Ventura admitiu ter um "receio muito significativo". O Observador avança que a manifestação tem início no Príncipe Real, passa pelo Tribunal Constitucional …

Três mortos e 441 novos casos em Portugal

Este domingo, Portugal regista mais três mortes e 441 novos casos de infeção, de acordo com o boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS). De acordo com o último boletim da Direção-Geral da Saúde, o país …

Grande Crise do Ketchup. A pandemia atacou um mercado improvável (e já há um mercado negro para o molho)

Os problemas da cadeia de suprimentos estão a chegar a um canto distante do universo empresarial: os pacotes de ketchup. O ketchup é o molho de mesa mais consumido nos restaurantes dos Estados Unidos, com cerca …

Autoridades brasileiras ilibam João Loureiro

João Loureiro já não é suspeito no processo que envolve a apreensão de um avião com 500 quilos de cocaína, segundo as autoridades brasileiras. As autoridades brasileiras descartaram, este sábado, qualquer ligação do advogado português João …

No Canadá, há dois rios que se encontram (mas não se misturam)

Em Nunavut, no Canadá, há dois rios que se encontram, mas não perdem a sua aparência individual enquanto se movem sinuosamente pela tundra. O Back River flui para o norte em direção ao Oceano Ártico. Ao …

Russos acusados de explosão na República Checa são suspeitos de envenenar Skripal

Os dois suspeitos russos, envolvidos na explosão que matou duas pessoas em 2014 na República Checa, têm os mesmos passaportes que os dois homens acusados de envenenar, com o agente nervoso novichok, o espião Sergei …

Numa cidade na Nova Zelândia, a Páscoa resume-se a exterminar coelhos

Em Alexandra, na região de Otago, os coelhos são considerados pragas, uma espécie que ameaça a biodiversidade do país e a agricultura. Elle Hunt, correspondente do The Guardian em Auckland, na Nova Zelândia, escreveu um artigo …

Reavaliação de barragens da EDP ficou por fazer, depois de Governo ter recuado na decisão

No início do ano passado, o ministério do Ambiente considerou ser necessário reavaliar as barragens da EDP, mas a Agência Portuguesa do Ambiente (APA) e a Parpública disseram não ter competências para fazer a avaliação …