//

Já há mais mulheres do que homens disponíveis para o trabalho. Portugal é caso único na UE

As mulheres já superam os homens na população activa em Portugal. Um dado que coloca o nosso país como caso único na União Europeia. Mas apesar de elas já estarem em maioria entre os trabalhadores disponíveis no mercado de trabalho, não têm mais emprego do que eles.

Os últimos dados do Instituto Nacional de Estatística (INE) relativos ao mercado de trabalho, com informações até Março passado, revelam que o número de mulheres em idade activa para trabalhar ultrapassa o dos homens, conforme a análise feita pelo Dinheiro Vivo.

No início do ano, já havia mais 1200 mulheres do que homens disponíveis para o mercado de trabalho. Porém, essa diferença ficou mais óbvia em Março passado quando as mulheres em idade activa atingiram as 2,6 milhões, o que representa mais ​​14,7 mil mulheres disponíveis para o emprego do que homens.

Este fenómeno é único na União Europeia (UE), como repara a referida publicação considerando as séries estatísticas trimestrais do Eurostat.

Tendo em conta a população activa até aos 64 anos de idade, Portugal é o único país da UE onde “há uma vantagem absoluta feminina na população activa”, aponta o Dinheiro Vivo.

Letónia e Lituânia são os únicos países europeus que se aproximavam da realidade portuguesa no trimestre final de 2021.

Eles ainda têm mais emprego do que elas

Contudo, esse aumento em termos de população activa, não significa que haja mais mulheres empregadas do que homens. A taxa de emprego feminina terá ficado em 60,5% em comparação com 67,2% nos homens.

Há também mais mulheres desempregadas do que homens, sendo mais 35,5 mil do que eles num total de cerca de 165 mil. A taxa de desemprego feminina foi, em Março, de 6,4% contra apenas 5% nos homens.

A taxa de actividade média das mulheres também era mais baixa do que a dos homens, com 64,6% contra 70,7%.

Desemprego cai para 5,7% em Março

No conjunto da população, a taxa de desemprego foi de 5,7% em Março, mais 0,1 pontos percentuais face a Fevereiro, mas abaixo dos 6,6% de Março de 2021.

Segundo as estimativas mensais de emprego e desemprego do INE, a população activa em Portugal era de 5.173.200 pessoas, diminuindo 0,1% em relação a Fevereiro, mas aumentando 2,7% face a Março de 2021.

Já a população empregada (4.877.300) diminuiu 0,2% em relação a Fevereiro e aumentou 3,7% comparativamente a um ano antes.

  ZAP // Lusa

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.