/

Mulheres alemãs vão poder processar patrões que paguem melhor aos homens

alanclarkdesign / Flickr

-

O governo alemão aprovou, esta quarta-feira, um projeto de lei que pretende garantir que homens e mulheres recebam o mesmo salário por trabalhos equivalentes.

A lei determina que os trabalhadores de empresas com 200 empregados ou mais terão direito a receber informações sobre os critérios que determinam sua remuneração, podendo iniciar processos em tribunal se as empresas não justificarem as diferenças salariais.

Já as firmas com 500 ou mais trabalhadores ficarão obrigadas a informar regularmente sobre os seus esforços para igualar as remunerações.

A medida pretende assegurar que “a determinação salarial já não é uma caixa negra” e permitir que os empregados reclamem que a empresa não pode provar que o seu salário é justo, explicou Manuela Schwesig, a ministra para Assuntos das Famílias, Cidadãos Idosos, Mulheres e Jovens, citada pela AFP.

Na Alemanha, o salário das mulheres é, em média, 21% menor que o dos homens,  segundo o Departamento Federal de Estatísticas. Comparando mulheres e homens com funções e qualificações iguais, a diferença de rendimentos por hora é de 7%.

  ZAP //

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.